Saiba o que rola na sua cidade!

Wilson Figueiredo abre nova exposição nesta quarta-feira na Estação Cabo Branco

Wilson Figueiredo

As circunstâncias da vida e do cotidiano inspiraram Wilson Figueiredo a compor ‘Circunstancial’, sua nova exposição que será aberta nesta quarta-feira (31), no hall do prédio administrativo da Estação Cabo Branco – Ciência, Cultura e Artes, no Altiplano. A entrada é aberta ao público de todas as idades. A exposição ficará em cartaz até o dia 2 de dezembro, de terça a sexta-feira, das 9h às 18h. Sábado, domingo e feriados, das 10h às 19h.

A exposição individual é composta por 10 telas pintadas em acrílico sobre eucatex. Os desenhos são em arames calvanizado e zincado, costurado e em seguida colados na superfície da tela. Eles são afastados da tela milimetricamente para causar a sensação visual de movimento.

A matéria prima para composição e construção das peças é encontrada em ferro velho ou doada por amigos que sabem que ele é artista plástico e trabalha com o material. No espaço expositivo, o visitante vai encontrar também duas esculturas em aço: Scorpion (2016) e Iguanassauro (2017).



“O nome da exposição é próprio para o momento, devido às cenas circunstanciais do cotidiano que fui encontrando e retratando em tela”, comentou Wilson Figueiredo. A artista plástica e curadora, Lúcia França, conta no texto de abertura da exposição individual que as obras de Wilson Figueiredo trazem uma poesia visual bem definida, o desenho se multiplica sobre a tela, nos remete ao cotidiano e traz em sua essência nossa identidade cultural que se traduz em cena do nosso interior, das pessoas simples, rabequeiros, rendeiras, vaqueiros, carros de boi, meninos brincando, etc.

O artista – Wilson Figueiredo é um servidor público aposentado que começou na arte logo que se aposentou, em 2006. Sua primeira exposição intitulada ‘Vivificante’ foi um sucesso e, desde então, nunca mais parou de criar. Hoje, com 69 anos, ele é conhecido por suas esculturas em ferro que podem ser vistas ornamentando e dando vida na frente dos prédios da cidade de João Pessoa.

carinha-cabo-branco-1.1
Foto: divulgação

Em sua trajetória, possui mais de 14 exposições individuais, 53 coletivas em João Pessoa e outras cidades da Paraíba, e também em Brasília (DF), na Câmara dos Deputados, e no Rio de Janeiro, no Centro Cultural dos Correios. Participou do I Festival Municipal de Escultura Pública homenageando o escultor paraibano Jackson Ribeiro no ano de 2010, sendo classificado e premiado com a obra “Cavaleiro Alado”, medindo 4 metros de altura, instalada na rotatória em frente ao Centro de Tecnologia na UFPB.

“Sinto uma grande alegria, como paraibano da cidade de Patos, ter hoje quatro das minhas esculturas públicas catalogadas no MuBe Virtual – Museu Brasileiro de Esculturas”, afirmou o artista.

 

Serviço:

Exposição Individual Circunstancial

Expositor: Wilson Figueiredo

Abertura: quarta-feira (31)

Local: Prédio administrativo da Estação Cabo Branco

Até 2 de dezembro

Horário de visitação: Terça a sexta-feira – 9h às 18h

Sábado, domingo e feriados – 10h às 19h

Entrada gratuita

Fones: 3214.8270 – 3214.8303

*Adriana Crisanto/ Secom-JP

Foto destaque: divulgação

 

Leia também: Funesc exibe documentário Cabra marcado para morrer, de Eduardo Coutinho

Gostou do conteúdo? Então não esquece de ativar as notificações no sininho, no canto inferior da tela do desktop!

Aproveita e segue a gente no nosso Instagram e Facebook para ver o conteúdo que postamos por lá! <3

 

%d blogueiros gostam disto: