Viagem: dicas de como economizar no intercâmbio

Érica Rodrigues

 

Estudar em outro país é o sonho de grande parte das pessoas hoje em dia. Mas com a crise, fica um pouco mais difícil tirar essa ideia do papel, mas com planejamento e organização, é possível realizar grandes objetivos. Por isso, listamos algumas dicas de como economizar no intercâmbio.



 

Pesquise muito!

Pesquisar é a chave para qualquer viagem mais econômica. Seja na busca pelas passagens, qual época mais barata para viajar ou até mesmo em que dia aquele museu que você quer visitar tem entrada gratuita. Pesquisando bastante, você vai conseguir encontrar as melhores promoções e se organizar. Vale a pena ir atrás de blogs de viagem, que geralmente têm dicas bem legais de quem já viajou para aquele destino. Nós indicamos os blogs Viaje na Viagem, 360meridianos e Pequenos Monstros, que produzem um conteúdo muito legal sobre viagens.

 

Planejamento é a chave

Se você pretende economizar no intercâmbio, é ideal que planeje tudo desde o início, começando pelo destino. Algumas cidades são mais baratas que outras, e vale a pena pensar nisso antes de começar a comprar a viagem. Planejar o roteiro de passeios também é muito importante, pois assim você consegue prever quanto vai gastar, para poder juntar o dinheiro antes. A compra de moeda estrangeira também deve ser planejada, pois se você monitorar diariamente a taxa de câmbio, deixando para comprar nos dias em que ela está mais baixa, vai economizar uma boa grana. E lembre-se: qualquer valor já é uma economia que somada, no final, vai fazer diferença!

 

foto1-1



 

Escolha da acomodação

A escolha da acomodação vai depender muito do seu objetivo de viagem. Mas se a prioridade é economizar no intercâmbio, hospedar-se em casa de família pode ser uma boa escolha, pois ainda é a opção de acomodação mais barata.

 

Tenha um teto de gastos diário

Uma boa dica para manter-se dentro do orçamento e consequentemente economizar no intercâmbio é criar um teto de gastos diário. Calcule quanto você está disposto a gastar por dia com alimentação, transporte e lazer, cuidando para manter-se dentro dessa meta diariamente. Por exemplo, você define que pode gastar 50 euros por dia (esse valor é hipotético), mas em um determinado dia gasta 60 euros. Logo, já tem que tomar cuidado para economizar no dia seguinte e gastar apenas 40 euros, mantendo-se dentro do teto de gastos. Separar o dinheiro para compras dos seus gastos diários também é uma boa dica, pois assim você já sai da sua casa sabendo quanto tem para comprar.

foto3-1

Não faça todas as refeições fora

Comer em restaurantes sai bem mais caro do que fazer compras no supermercado e cozinhar. Logo, se você tem a intenção de economizar no intercâmbio, vale a pena fazer a sua própria comida ou levar marmita para a escola.

 

Cuidado com o cartão de crédito!

Use o cartão de crédito internacional apenas em casos de extrema necessidade ou em emergências, pois as taxas são altas e você pode ter surpresas desagradáveis quando voltar para casa e precisar pagar a fatura.

 



 

Leia mais: Onde fazer intercâmbio? 5 destinos fora da curva!

Gostou do conteúdo? Então não esquece de ativar as notificações no sininho, no canto inferior da tela do desktop!

Aproveita e segue a gente no nosso Instagram e Facebook para ver o conteúdo que postamos por lá! <3

%d blogueiros gostam disto: