Crítica: filme A Forma da Água aposta em encantador romance fantástico

O filme A Forma da Água liderou as indicações ao Oscar 2018, concorrendo ao prêmio em 13 categorias, entre elas Melhor Filme, Melhor Roteiro Original e Melhor Diretor. A longa-metragem é dirigido por Guillermo del Toro, conhecido por filmes que envolvem personagens e universos fantásticos. A história começa com a chegada aquática de uma criatura trazida da América do Sul para um laboratório dos Estados Unidos. A partir daí, Elisa, uma faxineira muda, começa a se comunicar e desenvolver um relacionamento com o ser.

 

Confere a crítica para saber o que achamos do filme! Aproveita e se inscreve no nosso canal para não perder nenhum vídeo!

 

Leia mais sobre cinema clicando aqui!

 

Gostou do conteúdo? Então não esquece de ativar as notificações no sininho, no canto inferior da tela do desktop!

Aproveita e segue a gente no nosso Instagram e Facebook para ver o conteúdo que postamos por lá! <3

 

#Estreias da semana: Terror, comédia nacional e dois indicados ao Oscar

Hoje estreiam nos cinemas da Paraíba os longas “Estrelas Além do Tempo” (2016), que concorre aos Oscars de Melhor Filme, Melhor Atriz Coadjuvante para Octavia Spencer e Melhor Roteiro Adaptado, “TOC -Transtornada, Obsessiva, Compulsiva” (2017), “O Chamado 3” (2017) e “A Qualquer Custo” (2016), que concorre em quatro categorias no Oscar 2017: Melhor Filme, Ator Coadjuvante, Roteiro Original e Edição.

Confere as sinopses e os trailers pra ficar por dentro de tudo:

 

Estrelas Além do Tempo

estrelas-alem-do-tempo

1961. Em plena Guerra Fria, Estados Unidos e União Soviética disputam a supremacia na corrida espacial ao mesmo tempo em que a sociedade norte-americana lida com uma profunda cisão racial, entre brancos e negros. Tal situação é refletida também na NASA, onde um grupo de funcionárias negras é obrigada a trabalhar a parte. É lá que estão Katherine Johnson (Taraji P. Henson), Dorothy Vaughn (Octavia Spencer) e Mary Jackson (Janelle Monáe), grandes amigas que, além de provar sua competência dia após dia, precisam lidar com o preconceito arraigado para que consigam ascender na hierarquia da NASA.

    

 

 

TOC – Transtornada, Obsessiva, Compulsiva

TOC

A comédia foi inspirada em uma ideia original de Tatá Werneck, que vive Kika K, uma atriz que está em novelas, campanhas publicitárias e é idolatrada por milhões de fãs. Mas por trás das aparências, está em crise com sua vida pessoal e profissional. Ela precisa lidar com um fã obsessivo (Luis Lobianco), um namorado galã sem noção (Bruno Gagliasso) e os compromissos profissionais marcados pela exigente empresária (Vera Holtz). Durante o lançamento de um livro de autoajuda que nem mesmo escreveu, Kika recebe a misteriosa visita do verdadeiro autor da obra, que lhe entrega uma mensagem cifrada antes de sumir sem deixar vestígios. Com a ajuda de um dos vendedores da livraria, o fracassado Vladimir (Daniel Furlan), Kika tentará resolver o enigma que pode colocar um fim à sua crise.

 

   

 

O Chamado 3

O-Chamado-3

Julia (Matilda Anna Ingrid Lutz) fica preocupada quando seu namorado, Holt (Alex Roe), começa a explorar a lenda urbana sobre um vídeo misterioso. Lenda esta que diz que quem assiste morre depois de sete dias. Ela se sacrifica para salvar seu namorado e acaba fazendo uma descoberta terrível: há um “filme dentro do filme” que ninguém nunca viu antes.

   

 

 

A Qualquer Custo

a-qualquer-custo

Dois irmãos, um ex-presidiário e um pai divorciado com dois filhos, perderam a fazenda da família em West Texas e decidem assaltar um banco como uma chance de se reestabelecerem financeiramente. Só que no caminho, a dupla se cruza com um delegado, que tudo fará para capturá-los.

     

Veja alguns filmes ganhadores do Oscar para ver na Netflix aqui.

Para mais informações sobre sessões e horários, acesse:

João Pessoa

http://manairashopping.com/cinema/

http://www.cinepolis.com.br/programacao/

http://www.magshopping.com.br/cinema

Campina Grande

http://partagecampina.com.br/site/cinema/

Patos

http://www.guedesshopping.com.br/inicio

Guarabira

https://www.facebook.com/cinemaxxicidadeluz/

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Filmes ganhadores do Oscar para ver na Netflix

Com o Oscar se aproximando, resolvemos indicar quatro filmesshow?id=vsXS*qH1P8o&bids=397418 que foram vencedores do prêmio e estão disponíveis na Netflix, para já irmos entrando no clima da premiação. Confere a lista!

 

Leia mais sobre cinema clicando aqui!

 

  • 12 Anos de Escravidão (2013), vencedor nas categorias de Melhor Filme, Melhor Atriz Coadjuvante e Melhor Roteiro Adaptado

12-anos-de-escravidão

Em 1841, Solomon Northup (Chiwetel Ejiofor) é um escravo liberto que vive em paz com a família. Um dia, após aceitar trabalho em outra cidade, ele é preso, acorrentado e vendido como escravo. Ao longo dos doze anos que vive como escravo, é obrigado a suportar humilhações e maus tratos para sobreviver. O filme é uma representação forte da escravidão nos Estados Unidos, com destaque para a atuação visceral de Lupita Nyong’o como Patsey.



  • Clube de Compras Dallas (2013), vencedor nas categorias de Melhor Ator, Melhor Ator Coadjuvante e Cabelo e Maquiagem

clube-de-compas-Dallas

O eletricista texano Ron Woodroof (Matthew McConaughey) é diagnosticado com Aids, em 1986. Recusando-se a aceitar a sentença de que viveria apenas 30 dias, ele inicia uma luta com a indústria farmacêutica em busca de tratamentos alternativos. Em paralelo, é interessante assistir à mudança de conceitos do personagem, que acaba deixando sua homofobia de lado na amizade com o transexual Rayon, interpretado por Jared Leto.

 



  • Blue Jasmine (2013), vencedor na categoria de Melhor Atriz

Blue-Jasmine

Jasmine (Cate Blanchett) é uma milionária que acaba perdendo todo o seu dinheiro e é obrigada a ir morar com a irmã e os sobrinhos em uma modesta casa em São Francisco. Após o choque da mudança radical de vida, ela precisa encarar seus problemas e entender quem realmente é. A atuação de Cate Blanchett, vencedora do Oscar de Melhor Atriz é excepcional, em uma personagem complexa e que, para uma pessoa comum, pode parecer um pouco irreal.



  • O Discurso do Rei (2010), vencedor nas categorias de Melhor Filme, Melhor Diretor, Melhor Ator e Melhor Roteiro Original

o-discurso-do-rei

Em tempos de The Crown, O Discurso do Rei torna-se ainda mais interessante. O filme é baseado na biografia de Albert Windsor (Colin Firth), o Rei George VI, que sofreu de gagueira desde os 4 anos de idade. Com a renúncia do irmão mais velho ao trono da Inglaterra, Bertie torna-se rei e precisa enfrentar o pesadelo de fazer discursos, que se tornam muito penosos graças ao seu problema na fala. Após conhecer Lionel (Geoffrey Rush), um terapeuta de fala de método pouco convencional, o rei consegue não apenas controlar a gagueira, mas encontra um amigo.

Aproveite para ler a resenha do livro aqui!



 

Gostou do conteúdo? Então não esquece de ativar as notificações no sininho, no canto inferior da tela do desktop!

Aproveita e segue a gente no nosso Instagram e Facebook para ver o conteúdo que postamos por lá! <3

 

Quer receber mais conteúdo legal gratuitamente no seu e-mail? Assine a nossa Newsletter!

#Cinema: Estreias da semana

Hoje estreiam nos cinemas da Paraíba os longas “Até o último homem” (2016), com direção de Mel Gibson, a animação “A Bailarina” (2016), além de “Beleza Oculta” (2016), “Quatro Vidas de um Cachorro” (2017), “Resident Evil 6: O Capítulo Final” (2016) e “Max Steel” (2016).

Confere as sinopses e os trailers pra ficar por dentro de tudo:

 

Até o último homem

Durante a Segunda Guerra Mundial, o médico do exército Desmond T. Doss (Abdrew Garfield) se recusa a pegar em uma arma e matar pessoas, porém, durante a Batalha de Okinawa ele trabalha na ala médica e salva mais de 75 homens, sendo condecorado. O que faz de Doss o primeiro Opositor Consciente da história norte-americana a receber a Medalha de Honra do Congresso. O filme é indicado a seis categorias do Oscar.

A Bailarina

Paris, 1869. Uma sonhadora menina órfã toma uma atitude arriscada para conseguir o que quer: foge para Paris para realizar o sonho de ser uma grande bailarina. Lá ela decide se passar por outra pessoa, e consegue uma vaga no Grand Opera, onde vai aprontar muitas aventuras.

 

Beleza Oculta

Após uma tragédia pessoal, Howard (Will Smith) entra em depressão e passa a escrever cartas para a Morte, o Tempo e o Amor – algo que preocupa seus amigos. Mas o que parece impossível, se torna realidade quando essas três partes do universo decidem responder. Morte (Helen Mirren), Tempo (Jacob Latimore) e Amor (Keira Knightley) vão tentar ensinar o valor da vida para o protagonista.

 

Quatro Vidas de um Cachorro

Um cachorro morre e reencarna várias vezes na Terra. Embora encontre novas pessoas e viva muitas aventuras, ele mantém sempre o sonho de reencontrar o seu primeiro dono, Ethan, seu maior amigo e o grande amor de sua vida.

 

Resident Evil 6: O Capítulo Final

Sobrevivente do massacre zumbi, Alice (Milla Jovovich) retorna para onde o pesadelo começou, Raccoon City, onde a Umbrella Corporation reúne suas forças para um ataque final contra os remanescentes do apocalipse. Para vencer a dura batalha final e salvar a raça humana, a heroína recruta velhos e novos amigos.

 

Max Steel

Max (Ben Winchell) é um adolescente de 16 anos que, como todas as pessoas da sua idade, está passando por um período de descobertas. Entretanto, as transformações na vida do jovem estão relacionadas aos incríveis poderes que ele descobre ter quando entra em contato com uma força extraterrestre.

 

Confere mais filmes que vão bombar nas premiações aqui. 

 

Para mais informações sobre sessões e horários, acesse:

João Pessoa

http://manairashopping.com/cinema/

http://www.cinepolis.com.br/programacao/cinema.php?cc=51

http://www.magshopping.com.br/cinema

Campina Grande

http://partagecampina.com.br/site/cinema/

Patos

http://www.guedesshopping.com.br/entretenimento/cinema

Guarabira

https://www.facebook.com/cinemaxxicidadeluz/

(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

Salvar

Filmes para assistir no cinema e ficar por dentro das premiações

Flávia Lucena

 

É tempo de premiações no cinema americano! O Globo de Ouro, premiação que a imprensa internacional concede aos filmes e séries que elegem os melhores de 2016 foi nesse 8 de outubro, o Oscar vem aí, no finzinho de fevereiro, e nesse meio tempo todos os sindicatos americanos das categorias (produtores, atores, roteiristas, etc) vão ter as suas próprias cerimônias de premiação.

Nessa época do ano então, quem gosta de cinema quer ficar por dentro desses filmes, que apesar de serem do ano passado, muitos acabam estreando no Brasil entre janeiro e março, porque as distribuidoras nacionais acham mais interessante justamente pelo buzz causado pelas premiações e também por conta do período de férias. Por isso, listamos abaixo alguns filmes imperdíveis pra você aproveitar o ar-condicionado do cinema nesse verão e ainda ficar por dentro dos filmes mais comentados, assistindo eles na tela grande – como eles merecem ser vistos.

 

Moana: Um Mar de Aventuras (05/01) – A nova animação da Disney já estreou nos cinemas do país e é um deleite tanto para crianças como para os adultos – especialmente aqueles que cresceram assistindo as animações do estúdio. Moana já nasceu com cara de clássico do estúdio, ao mesmo tempo que nos traz mais uma heroína forte para as animações (considero-a tão incrível quanto Mulan). As canções do filme, que são lindíssimas e emocionam o público, foram compostas por Lin-Manuel Miranda, um novo fenômeno em Hollywood graças ao seu musical Hamilton, e são fortes concorrentes para os prêmios de melhor canção original. E as versões brasileiras das músicas não deixam nada a desejar! Assista ao trailer: https://youtu.be/yvaCwzVOjlA

homepage_trailerthumbnail_moana_720_f3266261-1

 

 

O apartamento (05/01) – Para quem gosta de fugir um pouco do cinemão americano, está em cartaz também desde quinta-feira o filme iraniano O Apartamento, que deve concorrer a prêmios de melhor filme estrangeiro. Conta a história de um casal de atores que um dia são surpreendidos com o alerta para que todos os moradores do seu prédio deixem o local imediatamente por conta de risco de desabamento. O casal então passa a morar em um apartamento emprestado onde acontece um trauma que afeta as suas vidas. O filme é do diretor Asghar Farhadi, que em 2012 lançou aqui o filme A Separação, que também foi um sucesso em premiações e com o público naquele ano. Assista o trailer: https://www.youtube.com/watch?v=fkV4GQVOE14

 

Manchester à Beira-Mar (19/01) – com a elogiada atuação de Casey Affleck, que levou ontem o Globo de Ouro, esse filme tem sido muito comentado como um dos melhores do ano passado.  Depois da morte de seu irmão mais velho, Lee Chandler é forçado a voltar para casa para cuidar do seu sobrinho de 16 anos. Lá ele é obrigado a lidar com um passado trágico que o separou de sua família e do lugar onde nasceu e foi criado. Críticos e público tem recomendado esse filme não só pelas atuações mas também pelo roteiro, que parece ser mais o recorte de um momento da vida de alguém do que uma grande jornada de um personagem. Assista ao trailer: https://www.youtube.com/watch?v=i8FCcIMtSAw

 

La La Land: Cantando Estações (19/01) – dia 19 também é a estreia de mais um filme aguardadíssimo do ano passado por aqui. Todo mundo que tem assistido esse filme tem recomendado, a crítica o ama desde sua estreia no circuito de festivais e ontem ele levou absolutamente todos os Globos de Ouro ao qual concorreu – virando recordista da premiação. Aparentemente é um filme bem diferente do anterior do diretor Damien Chazelle, Whiplash, mas deve ser tão bom quanto. Uma ode à cidade de Los Angeles, La La Land é um musical que lembra filmes do passado, focado no romance entre uma aspirante a atriz (Emma Stone) e um pianista (Ryan Gosling). O trailer já nos mostra que é um filme muito bonito, com um uso de cor e luz deslumbrante. Veja o trailer e para os mais curiosos e ansiosos, o álbum já está disponível no spotify.

Trailer: https://www.youtube.com/watch?v=uGOaZezEi4Q

Álbum: https://play.spotify.com/album/5p0H50uFCdWTpLY640HoPc

 

Silêncio (02/02) – Do diretor Martin Scorcese, esse filme tem dividido as críticas por conta de seu ritmo. Bem diferente do filme anterior do diretor, O Lobo de Wall Street, Silêncio é baseado no romance do escritor japonês Shusaku Endo e é sobre missionários jesuítas portugueses no século XVI que viajam ao Japão em sua missão. Um filme sobre fé, esse é um projeto que o diretor vem trabalhando por décadas e só o trabalho de reconstrução do período parece valer o ingresso. Com Andrew Garfield, Adam Driver e Liam Neeson. Assista ao trailerhttps://www.youtube.com/watch?v=n6hjJ9xNFs4

 

Moonlight: Sob a Luz do Luar (23/02) – Ganhador no Globo de Ouro de melhor filme de drama, Moonlight conta a vida de um jovem negro, da infância até a idade adulta, e suas dificuldades para encontrar seu lugar no mundo. Amplamente elogiado, a crítica diz que é um filme que toca nos temas de raça, sexualidade e isolamento de formas que dificilmente são retratados no cinema. Assista ao trailer: https://www.youtube.com/watch?v=I9Si4dQw9-E

 

Jackie (02/03) – muita gente gosta de filmes biográficos, e parece que quem concede premiações no cinema americano também. Essa cinebiografia de Jacqueline Kennedy, no entanto, parece ser um pouco diferente. O diretor chileno Pablo Larraín já declarou que não é muito fã desse tipo de filme porque eles parecem correr muito para contar a vida toda de uma pessoa. O seu filme sobre a adorada primeira-dama dos Estados Unidos vai, portanto, em outra direção. Ele é um recorte do período de 4 dias após o assassinato de seu marido e de como ela lida com os traumas. Jackie é interpretada por Natalie Portman, que dizem que entregou uma atuação muito poderosa. Assista ao trailerhttps://www.youtube.com/watch?v=e_zmuGOB0Hs

HT_jackie-movie-cf-161201_12x5_1600

Além desses, muitos outros filmes que estarão presentes nas premiações ainda vão estrear no cinema, muitos ainda sem data de estreia.