Inspiração: 5 filmes girl power que todos precisam assistir!

Que lindo dia para incentivar o amor próprio a uma mulher, não é mesmo? Combater o machismo não significa odiar os homens, mas promover a igualdade entre homens e mulheres. Tratá-los como dois seres humanos que são. Focar na sua condição humana, onde todos são iguais. Definitivamente, não é um plano maligno para destruir o mundo, é só a luta de mulheres para decidir sobre suas vidas. Queremos seguir nossos sonhos sem culpa e sem julgamento social. Por exemplo, se não queremos casar e ter filhos, as pessoas ficam falando que não seremos felizes e completas. Mesmo que esse sentimento seja muito claro dentro de nós, sempre ficamos com aquela sensação de “será que eles têm razão?”. É muito incômodo.

Quando recebemos uma cantada numa festa, dizemos “eu tenho namorado”. Apesar de muitas de nós não percebermos o porquê de respondermos assim, respondemos por dois motivos: 1) demonstrar para aquele homem que há outro homem cuidando de nós, porque os homens respeitam o nosso namorado, mas não nossa vontade; e 2) para não ferir o ego do cara. Já perceberam que essa frase soa como “nossa, que pena, é uma ótima oportunidade, já que você parece um homem maravilhoso, mas infelizmente já estou namorando”. Se você acha que estou exagerando, pense: já experimentou dizer não? Há grandes chances dele ficar muito irritado e dizer que estamos “nos achando”, numa postura tipo “nem queria mesmo…”.

mulher-maravilha
Imagem do filme Mulher Maravilha (2017)

Felizmente o cinema tem contribuído com esse debate, trazendo filmes com a temática para as salas de cinema. É uma forma bem bacana de mostrar a homens e mulheres que dá pra conviver em paz respeitando a liberdade do coleguinha. Estamos numa era de lançamento de muitos filmes girl power. Escolhemos algumas sugestões para ver neste fim de semana!



Leia mais – Porque toda mulher precisa assistir à série “Anne With an E”, da Netflix

 

“Pedra da paciência” (2012)

Uma mulher, diante do marido em estado vegetativo, desabafa sobre tudo o que sentiu em todos os anos de casamento. É um mergulho dentro de si. Uma viagem na auto descoberta de uma mulher no contexto de opressão feminina do Afeganistão.

 

“Valente” (2012)

A Princesa Merida é uma menina corajosa que luta para proteger seu povo. Usando seu arco e flecha, ela combate uma maldição derramada sobre seu reino. Nada de glamour e passividade. É um dos melhores filmes girl power infantis!



“Frida” (2002)

O filme conta a história de Frida Kahlo, uma artista plástica mexicana. Estrelado pela atriz Salma Hayek, o filme mostra como a pintora viveu um casamento aberto conturbado com Diego Rivera (Alfred Molina), e seu caso com o político Leon Trostky (Geoffrey Rush), além de algumas mulheres. Frida era intensa e criativa. Uma personalidade indomada. Tornou-se um dos filmes girl power mais famosos, incentivando debates até hoje.

 

“A hora mais escura” (2013)

Maya (Jessica Chastain) é uma agente da agência de inteligência norte americana CIA. Participou ativamente dos planos de capturar Bin Laden no Paquistão. Sua participação ficou à margem dos holofotes. O filme faz jus ao seu protagonismo.

 

“Mulher Maravilha” (2017)

A menina criada desde criança para ser uma guerreira, Diana Prince (Gal Gadot) se lança no “mundo dos homens” para combater o mal que está se espalhando pelo mundo. O protagonismo feminino é bem ressaltado no roteiro.

Por Larissa Rodrigues: desenhista do @be.my.type, internacionalista e mestranda de Relações Internacionais da UEPB. Adora falar de política, espiritualidade e coisinhas que amenizam nossa experiência de vida: filmes, moda, viagens e comida!!!



Gostou do conteúdo? Então não esquece de ativar as notificações no sininho, no canto inferior da tela do desktop!

Aproveita e segue a gente no nosso Instagram e Facebook para ver o conteúdo que postamos por lá! <3

 

Quer receber mais conteúdo legal gratuitamente no seu e-mail? Assine a nossa Newsletter!