Estação Cabo Branco apresenta shows, filmes, teatro e exposições

Quem visitar a Estação Cabo Branco neste final de semana, poderá conferir diversas atrações culturais gratuitas e para todas as idades. Neste sábado (03), haverá estreia da mostra Alfred Hitchcok dentro do projeto “Estacine”. O primeiro filme a ser exibido será “Janela indiscreta”, de 1954. A classificação indicativa é de 14 anos. A exibição acontece no Mini auditório III da Estação das Artes, anexo da Estação Cabo Branco, a partir das 15h. A partir das 17h, a Banda Sinfônica da Secretaria de Educação de João Pessoa (Sedec) se apresenta no Anfiteatro da Estação Cabo Branco.



Ainda no sábado, a partir das 19h, no salão Expositivo da Estação das Artes, haverá o evento de lançamento oficial do projeto “Instale-se”, que reúne o trabalho de diversos artistas de dentro e fora da Paraíba. O público poderá ver uma série de técnicas como grafitagem, pintura craquelada, fotografias, escultura em papel machê, etc. Na ocasião, haverá apresentação do violinista Daniel Augusto Lira e do músico Michel Soares (voz e violão).

No domingo (4), no Anfiteatro da Estação Cabo Branco, haverá apresentação da peça “O livro e a lei”, apresentada pelos arte educadores da Estação Cabo Branco, José Carlos Souza e Wellandro Duarte. Baseada na obra “O livro do pode não pode”, a peça conta a história de uma cidade que vive sob as leis absurdas criadas por um coronel e comandadas pelo delegado “Jegue Brabo”. A apresentação acontece a partir das 17h.



No mesmo dia, a partir das 18h, haverá observações públicas com telescópio, ministradas pelo Astrônomo Marcos Jerônimo. Os visitantes poderão observar a lua crescente. A atividade depende totalmente das condições climáticas.

Tanto no sábado como no domingo, o público poderá participar do Planetário, cujas sessões acontecem às 10h30 e 11h30 (pela manhã) e às 15h e 16h (pela tarde), no hall da Estação das Artes.

Já na Sala de Práticas da Estação Cabo Branco acontecem as programações permanentes, como a Demonstração de Robótica, nos horários de 10h30 e 14h, além do projeto permanente de Troca de livros e Conhecimento, que acontece das 9h às 17h. No projeto, a criança leva sua literatura infantil e troca por outra disponível na biblioteca.



Com exceção do Estacine, cuja classificação indicativa depende do filme a ser exibido, todas as outras atividades são livres para todas as idades, e toda a programação é inteiramente gratuita.

Marília Mesquita – Secom JP / Foto destaque: Divulgação

Gostou do conteúdo? Então não esquece de ativar as notificações no sininho, no canto inferior da tela do desktop!

Aproveita e segue a gente no nosso Instagram e Facebook para ver o conteúdo que postamos por lá! <3

Estação Cabo Branco promove arte e educação no mês de agosto

Olímpiada de robótica, chá com artes, observação planetária e exposições de arte, entre outras atividades educativas estão programadas para acontecer neste mês de agosto na Estação Cabo Branco – Ciência, Cultura e Artes, no Altiplano. A casa funciona de terça à sexta-feira, das 9h às 18h, e aos sábados, domingos e feriados, das 10h até 19h, com entrada gratuita e classificação livre em todas as atividades.

Leia também: Pelo Brasil, imigrantes japoneses comemoram a florada das cerejeiras

Um dos destaques deste mês é a XII Olimpíada Brasileira de Robótica – Etapa Regional (OBR/PB/2018) nos dias 28, 29, 30 de agosto e 1º de setembro, no horário de 9h às 18h, na Estação das Artes, prédio do complexo da Estação Cabo Branco. A OBR é uma competição de robótica entre as escolas públicas e particulares de todo o Estado da Paraíba. A equipe vencedora participa da etapa nacional.



O coordenador da OBR na Paraíba, Fagner Ribeiro, comentou que estão inscritas 66 escolas privadas e 243 públicas. “Estamos muito entusiasmados com o crescimento da OBR e neste ano temos duas novidades: o aumento da categoria nível 0 para estudantes do primeiro ao terceiro ano do ensino fundamental, e a Mostra Brasileira de Robótica, que tem o objetivo de expor e divulgar trabalhos dos estudantes na área”, contou Fagner Ribeiro.

estacao-ciencia-1
Estação Ciência – Foto: Rota Principal

Outro destaque da programação de agosto é a Roda de Leitura, um projeto que visa incentivar a leitura e aproximar os escritores e literatos dos estudantes das escolas públicas e privadas de João Pessoa. As atividades acontecem com momentos descontraídos de leitura de narrativas, poemas, textos visuais e performances teatrais. Neste mês, o tema será “Contos Fantásticos”, que será ministrado pelas escritoras: Sofia Fidélis, Suelen Amaral, Yasmin de Andrade, na terça-feira (21), 14h30, na sala de convenções 1, do prédio administrativo.



Na sala de práticas educacionais estão programadas para acontecer esse mês oficinas educativas de violão, contação de história, leitura e produção textual de contos, e demonstração de robótica. As oficinas acontecem sempre aos finais de semana. Para participar, não é preciso fazer inscrição prévia, sendo necessário apenas chegar ao local, que fica do lado do estacionamento, e participar da atividade com o oficineiro do dia.

Clique AQUI e Confira a programação completa do mês de agosto da Estação Cabo Branco.

Por Adriana Crisanto/Secom-JP / Foto destaque: Rota Principal



Gostou do conteúdo? Então não esquece de ativar as notificações no sininho, no canto inferior da tela do desktop!
Aproveita e segue a gente no nosso Instagram e Facebook para ver o conteúdo que postamos por lá! <3

Quer receber mais conteúdo legal gratuitamente no seu e-mail? Assine a nossa Newsletter!

Estação Cabo Branco promove mais uma Roda de Leitura

A escritora Vânia Rocha é a atração do projeto Roda de Leitura nesta terça-feira (29), às 14h, na Sala de Convenções 1, localizada no prédio administrativo da Estação Cabo Branco – Ciência, Cultura e Artes, no Altiplano. A atividade tem entrada gratuita e recebe uma instituição escolar convidada para participar da atividade.

Leia também:
Resenha: Grande Magia, de Elizabeth Gilbert

A roda deste mês trabalhará com o capítulo do livro “A Fada de Luz” da obra literária “Meu livro de histórias preferidas”. O capítulo conta a história de Lua Maria, uma criança especial, que não fala, mas nasceu com o dom da luz. Ela é uma fada da luz que trazia em sua varinha de fada elementos como o amor, alegria, paz e respeito. Ela nasceu em uma noite linda de céu azul e estrelado, com uma lua prateada enorme, por isso lhe deram o nome de lua.



Francisca Vânia Rocha Nóbrega – É graduada e mestre em Letras pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB). Membro da União Brasileira de Escritores (UBE), da Academia Paraibana de Poesia (APP), da Associação Internacional de Escritores e Artistas (Literarte) e da Rede de Escritoras Brasileira (Rebra).

Tem quatro livros publicados: Das palavras à imagem fílmica; A cartomante pelo viés da psicanálise; Eu e as Borboletas nas Assas do Vento; Tecendo Poemas nos Ecos do Eu e Ponto e Contraponto: Releituras. Além de vários artigos, Vânia Rocha tem crônicas e contos publicados em coletânea. Hoje leciona na rede de ensino da Paraíba.

Roda de Leitura:

É um projeto criado pelo Setor de Gestão Educacional da Estação Cabo Branco, coordenado pela professora Denise Paz, e nasceu com o intuito de incentivar os estudantes que tenha prazer diário pela leitura.

A atividade é destinada ao público das escolas. Para participar basta entrar em contato com o setor, no horário comercial, e agendar sua visita com a turma. Os telefones de contato da Estação são: 3214-8270 ou 3214-8303.

Secom JP / Adriana Crisanto



Gostou do conteúdo? Então não esquece de ativar as notificações no sininho, no canto inferior da tela do desktop!
Aproveita e segue a gente no nosso Instagram e Facebook para ver o conteúdo que postamos por lá! <3

Quer receber mais conteúdo legal gratuitamente no seu e-mail? Assine a nossa Newsletter!

Paulo Rossi volta a expor “Em Trânsito” na Estação Cabo Branco

 

Adriana Crisanto

A exposição “Em Trânsito” do fotógrafo Paulo Rossi volta a ser exposta na Estação Cabo Branco – Ciência, Cultura e Artes, no Altiplano. O público poderá conferir a exposição, que se encontra no corredor de acesso ao planetário, no prédio administrativo.

A exposição é um transitar pelos aeroportos e por aviões, ou seja, é como transitar no vácuo. As fotografias expostas retratam lugares de passagem, lugares para não ficar transitados por muitos, são lugares que não pertencem a ninguém.

A exposição apresenta treze ampliações fotográficas grandes, expostas num enorme corredor com pé-direito alto que, de algum modo, remete aos espaços das viagens aéreas.

Paulo-Rossi-1

“São vazios preenchidos por gente de toda espécie, gente que não fica, apenas passa. Passa longas horas ou alguns minutos, de um avião para outro, de um saguão para outro ou de um aeroporto para outro, experimentando sempre a espera”, disse o fotografo Paulo Rossi.

O fotografo denota em suas obras que a massa de gente que vai e vem nos aeroportos passa despercebida entre si mesmo. O indivíduo poderá enxergar a multidão, mas a multidão não enxerga o indivíduo.

A visitação acontece de terça a sexta-feira de 9h às 18h. Sábado, domingo e feriado de 10h às 19h. A entrada é aberta ao público de todas as idades.

 

SERVIÇO:

Exposição “Em Trânsito”

Expositor: Paulo Rossi

Aberta

Horário de visitação: Terça a sexta-feira das 9h às 18h. Sábados, domingos e feriados de 10h às 19h.

Local: Corredor do prédio administrativo

Entrada gratuita.

Informações: 3214. 8303 – 3214.8270

 

 

Gostou do conteúdo? Então não esquece de ativar as notificações no sininho, no canto inferior da tela do desktop!
Aproveita e segue a gente no nosso Instagram e Facebook para ver o conteúdo que postamos por lá! <3