Seriado Love, da Netflix, e a idealização da vida adulta

seriado love

Érica Rodrigues

 

Comecei a ver o seriado Love, original da Netflix, por indicação de Karol Pinheiro em seu canal de Youtube. A história é bem “normal”: Mickey, uma garota descolada, acaba se envolvendo com Gus, um cara nerd e caretão.

Mas o que me chamou atenção nessa série de verdade foi forma como a vida dos personagens é mostrada. Cheia de altos e baixos, com dias super legais e dias muito merda. Com escolhas boas e escolhas muito idiotas que acabam gerando um monte de problemas chatíssimos. Afinal, a vida adulta é bem isso, né?




Não há idealizações. Mickey, apesar de descolada e legal, é cheia de inseguranças e problemas. Mas quem não é? Gus, apesar de um cara ser um cara bacana, acaba pisando na bola. Isso gera uma empatia muito legal com as situações da trama.

love

Para quem gosta de moda, também vale a pena ficar de olho no figurino de Mickey, que é simplesmente incrível. A série é atual e explora muito bem as referências de moda e tecnologia. Inclusive achei maravilhosas as cenas com mensagens no celular. Quem não se identifica com passar o dia inteiro reescrevendo uma mensagem com medo de enviar? Atire a primeira pedra se você nunca fez isso!

Apesar de ser uma série de comédia bem leve, vale muito a pena ver e se identificar com esse casal super normal e muito legal.

 

Leia mais: A sensacional “Atypical”, da Netflix, aborda o autismo com delicadeza e um toque de humor




Gostou do conteúdo? Então não esquece de ativar as notificações no sininho, no canto inferior da tela do desktop!

Aproveita e segue a gente no nosso Instagram e Facebook para ver o conteúdo que postamos por lá! <3

 

Quer receber mais conteúdo legal gratuitamente no seu e-mail? Assine a nossa Newsletter!

%d blogueiros gostam disto: