Com dólar e euro nas alturas, Budapeste é um ótimo destino!

budapeste

A Hungria é um país da Europa Central, com cerca de 10 milhões de habitantes. Sua capital é Budapeste, uma cidade com quase 2 milhões de habitantes. Apesar de ter entrado na União Europeia em 2004, não adotou o Euro como moeda. A moeda oficial permaneceu o Florim Húngaro. O país faz fronteira com a Eslováquia, Romênia, Sérvia, Croácia, Áustria e Ucrânia. Apesar de ser uma pequena nação, são muitos os idiomas falados por lá, além do húngaro: alemão, eslovaco, ucraniano, esloveno, sérvio, croata e hebraico. Outras cidades que valem a pena conhecer na Hungria são Debrecen, Szeged e Miskolc.

Budapeste é uma cidade de 1,8 milhões de habitantes com uma economia baseada serviços, comércio, indústrias e turismo. A capital é cortada pelo rio Danúbio, que marca a divisão da cidade em Buda e Peste. Buda é o lado onde moram as pessoas mais ricas e onde estão localizadas a maioria das construções antigas. Lá se encontram o Castelo de Buda, o Prédio do Parlamento, o Castelo Real, a Basílica de São Estevão, a Praça dos Heróis, o Castelo Real, o Museu de Belas Artes de Budapeste, a Igreja São Matias e a Museu Nacional da Hungria.



WhatsApp-Image-2018-08-13-at-17.20

Do outro lado do rio, Peste é mais agitada. As duas metades da cidade são ligadas por pontes sobre o rio. É aí que se localiza a Avenida Andrássy, a Champs-Élysées húngara. Assim como a avenida parisiense, construções históricas abrigam lojas de marcas de luxo conhecidas mundialmente. A rua é tombada como Patrimônio Mundial da Unesco desde 2002. É em Peste que fica o metrô subterrâneo mais antigo da Europa, construído no século 19. O maior edifício do país é o edifício do Parlamento Húngaro, em estilo gótico, também está deste lado do rio.

Não dá pra visitar a cidade sem fazer um passeio de barco pelo rio Danúbio. Existem jantares a bordo de pequenos cruzeiros, por volta de R$ 137,00. Mas também é possível jantar em terra firme num restaurante e apreciar um concerto nas casas de shows de Budapeste. Trata-se de uma das cidades mais animadas do leste europeu. A vida noturna é intensa e por isso atrai turistas nos meses de verão.



budapeste-2

Os pubs mais típicos de Budapeste são os Ruin Pubs (ou “bar em ruínas”). São nada menos que bares que funcionam em prédios destruídos na Segunda Guerra Mundial. Os prédios foram restaurados, mas mantiveram o aspecto decadente para lembrarem o período de guerra. Até para quem não é muito afeito a bares, é um passeio obrigatório. O Szimpla Kert é o ruin pub mais antigo. Tem um clima agradável que atrai até famílias. O Instant Pub é pra quem gosta de balada e o Fogas Hás mistura o conceito de bar e centro cultural, com exposições e apresentações artísticas. Outra opção são as casas de espetáculos com concertos de música clássica e ópera.

Falando de preços, para se hospedar em Budapeste, os preços mais baixos da diária de um albergue encontrados é de mais ou menos R$106,00. Para ficar em hotel, o viajante desembolsa pelo menos R$158,00. A alimentação pode variar entre R$85,00, se você tentar ser bem econômico, e R$265,00 para comer confortavelmente.

O Florim Húngaro está custando R$0,014, ou seja, pouco mais de um centavo de real. Mas a desvalorização de uma moeda nem sempre quer dizer que os gastos da viagem não serão altos. Muitas vezes a moeda é desvalorizada, mas os produtos e serviços são vendidos em centenas ou milhares. Por exemplo, um prato de comida pode custar mais de 7 mil florins. No entanto, a Hungria continua sendo um dos países mais baratos da Europa, se compararmos com os destinos mais tradicionais. É uma oportunidade de conhecer um destino bem diferente culturalmente do Brasil.

 

Leia mais Destinos pelo Brasil para serem apreciados em agosto



Por Larissa Rodrigues: desenhista do @be.my.type, internacionalista e mestranda de Relações Internacionais da UEPB. Adora falar de política, espiritualidade e coisinhas que amenizam nossa experiência de vida: filmes, moda, viagens e comida!!!

 

Gostou do conteúdo? Então não esquece de ativar as notificações no sininho, no canto inferior da tela do desktop!

Aproveita e segue a gente no nosso Instagram e Facebook para ver o conteúdo que postamos por lá! <3

 

%d blogueiros gostam disto: