Cinépolis: Cinemas fechados em João Pessoa, setor será comprometido

A Cinépolis, maior operadora de cinemas da América Latina e segunda maior do mundo em ingressos vendidos, comunica que suas salas em João Pessoa, Paraíba, estão há mais de sete meses fechadas e que a Prefeitura ainda não sinalizou para a reabertura dos cinemas, mesmo outras atividades semelhantes tendo sido autorizadas a reabrir como academias e eventos sociais. Essa incerteza prejudica o setor cultural na região e traz prejuízos irreparáveis.



A Cinépolis já reabriu 21 complexos desde o início do mês passado, de norte a sul do Brasil, e outros 22 entram em operação esta semana, quando o funcionamento dos cinemas em quase todo o Brasil estará normalizado, incluindo Rio de Janeiro e São Paulo, principais parques de exibição do País, que estão operando com ocupação de 50% ou mais e com as bombonieres abertas. Além disso, todas as medidas de segurança foram adotadas rigidamente, fazendo com que as operações se mantenham sem riscos aos seus clientes.



Caso os cinemas se mantenham fechados e nada aconteça, além do enorme risco econômico para as empresas cinematográficas locais, o público de João Pessoa ainda ficará sem os grandes lançamentos previstos para esse período, como por exemplo, “Novos Mutantes”, super produção da Disney sobre Jovens Mutantes que relata em detalhes a sua origem e superpoderes, sendo o primeiro grande lançamento após a reabertura dos cinemas, “TENET”, maior lançamento do ano e maior bilheteria nos mercados europeu e americano em 2020, do premiado diretor Christopher Nolan (“A Origem”, “Dunkirk”, “Batman: O Cavalheiro das Trevas”) e que traz Robert Pattinson no papel principal, “BTS”, documentário sobre o sucesso mundial da banda coreana de K-Pop com detalhes inéditos de seu dia-a-dia, ensaios e contato com os fãs, “Bill & Ted 2”, sequência do filme de extremo sucesso do ator Keanu Reeves da década de 90, “Eu Ainda Acredito”, emocionante longa sobre a jornada de fé e superação do cantor Jeremy Camp. Ainda haverá “Capital Humano” e “Buffaload”, títulos do projeto +QueCine, marca global da rede Cinépolis exibidos com exclusividade no Brasil.



“A não abertura dos cinemas em João Pessoa auxilia a morte das salas de exibição e prejudica um setor que fechou suas portas antes mesmo de ser decretado o estado de calamidade, por uma questão de segurança de seu público, mas permanece fechado há mais de sete meses e sem previsão de retomada. A Paraíba que culturalmente é uma região rica, está provocando a extinção do hábito coletivo de cultura”, afirma Luiz Gonzaga de Luca, presidente da Cinépolis Brasil.



Gostou do conteúdo? Então não esquece de ativar as notificações no sininho, no canto inferior da tela do desktop!

Aproveita e segue a gente no nosso Instagram e Facebook para ver o conteúdo que postamos por lá! <3

%d blogueiros gostam disto: