Sábado de pizzas e cervejas na Woodpecker

A noite de sábado foi marcada por animação, pizzas e cervejas artesanais na Woodpecker Pizza & Beer, em Manaíra. Marcamos presença por lá para registrar quem compareceu à casa. Confere as fotos:

 

Woodpecker Pizza & Beer inova com harmonização de cervejas artesanais, pizzas e azeites

Érica Rodrigues

 

Com a proposta de harmonização de sabores, a Woodpecker Pizza & Beer, na orla de Manaíra, leva o cliente a uma experiência única com cervejas, azeites e, claro, pizzas. Aberta desde janeiro em João Pessoa, a casa é comandada por Marcelo Dornellas e Daniela Weber, um casal mineiro que escolheu a capital paraibana como moradia e local para abrir o que eles chamam de “negócio das suas vidas”.

De fato, é fácil notar que tudo é pensado minunciosamente para garantir a qualidade do atendimento e dos produtos. Desde a produção das pizzas, que é feita em uma cozinha aberta, onde o cliente pode acompanhar a abertura da massa, montagem e finalização. Até os ingredientes de alta qualidade, alguns feitos artesanalmente na casa, como o tomate seco e os azeites aromatizados.

1

Outro diferencial são as cervejas artesanais. A pizzaria oferece quatro rótulos da bebida (Premium, Red Ale, Weiss e Imperial Stout), produzida no próprio estabelecimento, pelas mãos cuidadosas da proprietária. O cardápio oferece opções de harmonização entre pizzas, azeites e cervejas, garantindo uma explosão de sabores.

Mesmo com pouco tempo no mercado, a Woodpecker já vem conquistando um lugar cativo no coração dos pessoenses. De fato, é difícil não ser cativado pela orquestra de gostos e aromas do lugar.

 

Av. João Maurício, 675, Manaíra, João Pessoa-PB | Ter. a dom. 18h às 23h

pizza2

6

pizza3

 

Visitamos o restaurante e filmamos tudo. Confere o vídeo:

 

Empório Gourmet serve prato inspirado em jardim de vegetais

Érica Rodrigues

 

Com a proposta de trazer uma culinária de alto padrão à capital paraibana, o Empório Gourmet aposta em ingredientes de qualidade, aliados à técnica e à vontade de explorar o novo, sem deixar de lado os clássicos.

Uma das estrelas da casa é a Truta com Passas, um prato desenvolvido pelo restaurateur e gourmet Bernardo Smith, que pesquisa constantemente e se inspira nas experiências que vive, no que prova, lê e testa.

“Nós quisemos trazer itens diferenciados e leves em um mesmo prato. Usamos mandioquinha, usamos a truta, e como estamos puxando aos poucos para os vegetais, completamos com um jardim de legumes. Colocamos também a terra comestível e a pazinha, transmitindo a ideia de saúde e frescor”, explica.

Ele conta que a equipe busca levar o cliente a apurar seus sabores de forma natural e tranquila. “Muitos clientes são avessos a mudanças drásticas e nós temos que, respeitando-os, caminhar com eles nesta jornada de sabores”, comenta.

E o um dos segredos para garantir a qualidade dos pratos é certamente uma equipe em harmonia. “Eu conto também com o apoio e a garra da equipe da cozinha, jovens que não querem se acomodar e que quando trago novidades ao cardápio, não se intimidam diante do novo”, pontua.

Para nos deixar com ainda mais vontade de comparecer ao Empório Gourmet e provar essa iguaria, filmamos a finalização do prato, na cozinha do restaurante.

 

Nobles’s Café, em Tambaú, reabre sob nova administração

 

Logo ali em Tambaú, bem por traz da feirinha, há um novo lugar para tomar aquele cafezinho da tarde. O Nobles’s Café acaba de reabrir com nova administração e um toque a mais de charme e aconchego.

O cardápio do lugar varia entre bolos, salgados, cafés, drinques e petiscos. Vale a pena provar o escondidinho de camarão, feito com purê de abóbora e gratinado (R$ 30). A porção serve duas pessoas e é possível harmonizá-la com cerveja, vinho ou uísque. Ainda podemos degustar as versões do prato de frango (R$ 23), carne de sol (R$25) e bacalhau (R$30). Ideal para petiscar ouvindo MPB nas apresentações de música ao vivo que animam a noite de sexta no local.

IMG_0222

Com uma carta variada de cervejas especiais, destilados e drinques, é um deleite aos que desejam um espaço para petiscar e beber algo no fim do dia.

Os amantes de doces não podem deixar de provar o brigadeiro de café, servido com grãos torrados da fruta. Outra opção ideal para o clima da cidade são os cafés gelados. A casa oferece três diferentes tipos da bebida, para agradar a todos os gostos, além de seis opções de chás gelados. Também é difícil evitar de comer a torta alemã e os bolos de tapioca e café.

IMG_0152

Nos dias em que buscamos um ambiente aconchegante para relaxar, nada melhor do que sentar e degustar as delícias dessa charmosa cafeteria.

End: Empresarial Olinda Center, esquina da Av. Olinda com a Av. Antônio Lira | Ter. a dom. das 16h às 22h

 

IMG_0133

IMG_0162

IMG_0153

IMG_0166

The W serve massa preparada dentro do queijo Grana Padano na frente do cliente

Os olhares se voltam para a estrela das noites de terça, quarta e quinta no The W Restaurante: o Gran Formaggio. O prato (R$ 78), massa preparada dentro do Queijo Grana e acompanhada de filé ou camarão, é feito no salão, na frente dos clientes, em um espetáculo de dar água na boca.

O processo, que parece simples, resulta numa explosão de sabores sutis, que combinam perfeitamente entre si. O preparo é um espetáculo: a massa é misturada a um molho branco fumegante e colocada dentro de uma peça de queijo Grana Padano, que é raspado para acrescentar profundidade ao sabor e garantir a perfeita cremosidade do prato. Fica a critério do cliente a escolha do acompanhamento: filé ou camarão.

gran_formaggio2

A versão paraibana do prato, que ficou conhecido nacionalmente graças ao restaurante Tatini, em São Paulo, utiliza o queijo nacional Gran Formaggio, que é um pouco mais barato (apesar da peça custar cerca de R$ 3 mil reais) do que o usado na versão original italiana do prato, o Parmigiano Reggiano. Porém, nada deixa a desejar em qualidade, sabor e renome internacional, além de se alinhar ao conceito de valorização dos ingredientes locais seguido pelo restaurante.

Para aplacar a curiosidade dos que ainda não conhecem o espetáculo de preparo do prato, visitamos o The W Restaurante e filmamos todo o processo. Agora nada nos resta além de comparecer à casa e provar essa maravilha gastronômica.



Av. João Maurício, 451 – Manaíra, João Pessoa – PB. Ter. a sex.: 12h às 23h. Sex. e sáb.: 12h à 0h. Dom.: 12h às 15h30.

 

*Por Érica Rodrigues

 

Salvar

Gostou do conteúdo? Então não esquece de ativar as notificações no sininho, no canto inferior da tela do desktop!

Aproveita e segue a gente no nosso Instagram e Facebook para ver o conteúdo que postamos por lá! <3

 

Quer receber mais conteúdo legal gratuitamente no seu e-mail? Assine a nossa Newsletter!

Guia: onde comer hambúrgueres artesanais (e deliciosos) em João Pessoa

Quem não ama um bom hambúrguer artesanal? O mercado dos sanduíches cresceu bastante na cidade com a chegada das hamburguerias artesanais, que trazem uma nova pegada mais saudável ao prato que todo mundo já conhece e ama. Nós, como bons amantes dessa maravilha gastronômica, resolvemos selecionar cinco lugares onde comer hambúrguer em João Pessoa (talvez os melhores?) . Então prepara o estômago e vem com a gente, pois vai dar fome!

 

Pão com Gergelim

@paocomgergelim_

Talvez o mais tradicional endereço queridinho dos amantes de hambúrguer pessoenses. A hamburgueria artesanal foi a primeira a chegar na cidade, em eventos e festivais, em novembro de 2013. Desde então já passou pela área da piscina da casa dos sócios, que posteriormente foi reformada e se transformou na unidade do Altiplano, e agora conta com uma filial em Intermares. Os burguers mais pedidos do momento são o “Slash” (R$24): blend da casa, queijo, maionese de cebola caramelizada e farofa de bacon com banana! E o “Élvis lado B” (R$24): blend da casa recheado de cheddar envolto por bacon, com maionese artesanal de alho assado e bacon crocante! A casa ainda conta com duas opções de menu degustação e um menu de corte de carnes especiais.

12-31-2016

Endereço: R. Artur Enedino dos Anjos, 78 – Conj. Altiplano Cabo Branco, João Pessoa – PB, 58046-180 | TER a DOM das 18 às 23h | (83) 3034.1597

Iggy-do-Pão-com-Gergelim

 

Mar’Oja Burguers

@marojaburguers

Aberto desde maio de 2015, o Mar’Oja inaugurou a febre dos foodtrucks na cidade. A ideia veio após a formação em gastronomia da chef Hannah Maroja, quando ainda não haviam muitas hamburguerias por aqui. Com inovações de sabores e burguers para todos os gostos, desde o “Amsterdam”(R$22), com ovo pochê e molho holandês, até o “Nordestino” (R$22), com queijo coalho e couve, o foodtruck firmou presença no mercado paraibano como referência de qualidade e sabor. Mas a estrela da casa é mesmo o “New York” (R$22): burguer 100% costela bovina, cheddar inglês, bacon e molho barbecue artesanal no pão de macaxeira, acompanhado de chips de batata doce.

FullSizeRender-3

IMG_5100-2



The Garage Burguer

@thegarage.burger

Dois amigos apaixonados por comida. Hambúrguers. Uma garagem. A junção de tudo isso levou os sócios Carlos e Rafael a abrirem o The Garage Burguer, em outubro de 2016. Com uma pegada inédita na cidade, a hamburgueria funciona na garagem da casa de Rafael, em eventos limitados, nos quais você entra em contato, escolhe o que vai querer e compra antecipadamente. No dia do evento, são vendidas apenas entradas (Batata-frita, Dadinho de Tapioca), sobremesas (Cheesecake de Goiabada Cascão, Gelato Artesanal de Morango) ou bebidas extras. A casa tem duas estrelas: o “V8” (combo com refrigerante a R$22), um burger de 180g do blend especial de 3 cortes bovinos, farofa de bacon, maionese artesanal de alho assado, cebola caramelizada e queijo prato, dentro de um pão de hambúrguer bem fofinho, e o “Bacon, Please!” (combo com refrigerante a R$28), um hambúrguer bem diferente, totalmente envelopado no bacon, que vem sendo o maior sucesso.

garageburger-1-1

Endereço: Rua Gilberto Stuckert, 147 – Jardim Oceania, João Pessoa

untitled-28-1

 

Sonho Doce Sobre Rodas

@sdsobrerodas

O foodtruck da tradicional doceria paraibana também guarda excelentes opções para os amantes de hambúrgueres artesanais. Fruto de uma parceria entre marido e mulher, ela nutricionista e ele formado em gastronomia, o SD Sobre Rodas conta com ingredientes de altíssima procedência e qualidade, além de todas etapas, desde o pão até a carne, de fabricação própria. Os burguers do momento são o “Churrascada” (R$20), com pão de alho (pasta de alho gratinada), 180g de burguer picanha, farofa de bacon, vinagrete e barbecue artesanal, e o “Super Jack” (R$20), com pão de brioche, burguer 180g de picanha, torresmo de bacon, relish de cebola roxa, queijo suíço emental e molhos a escolher (Pepper Jack ou Gorgonzola).

WhatsApp-Image-2017-01-18-at-13.03.21

 

WhatsApp-Image-2017-01-18-at-13.04.31-1

 

Hambúrguer de Origem

@hamburguerdeorigem

O HDO surgiu da vontade dos dois sócios de trazer para o mercado paraibano uma forma mais original, artesanal e gostosa de servir hambúrgueres. O lugar conta com produtos completamente artesanais, do pão ao ketchup, maioneses, molhos, carnes, todos feitos diariamente. O queridinho da casa, claro, é o “HDO” (R$24), 200g do blend de carnes da casa, mix de queijos, tiras de bacon, picles da casa e molho aioli com mostarda francesa, alface americano e tomates, servido no pão de brioche com gergelim.

IMG_3664-1

Endereço: Av. Guarabira, 645, Manaíra – João Pessoa | Seg a Qui e Dom: 18 às 23h, Sex e Sáb: 18 às 0h | (83) 3576-5755

 

IMG_3793-1



Salvar

Salvar

Gostou do conteúdo? Então não esquece de ativar as notificações no sininho, no canto inferior da tela do desktop!

Aproveita e segue a gente no nosso Instagram e Facebook para ver o conteúdo que postamos por lá! <3

 

Quer receber mais conteúdo legal gratuitamente no seu e-mail? Assine a nossa Newsletter!

Bate-papo da esquina: cozinha portuguesa muito além do bacalhau

Érica Rodrigues

O chef Vitor Sobral coleciona esquinas em três continentes. Com restaurantes em Lisboa, Luanda, São Paulo e João Pessoa, o português vem mostrando, com sucesso, a sua forma de ver a cozinha lusitana. E não por acaso, foi na esquina onde tudo começou que nos encontramos. A Tasca de Lisboa, para quem conhece a filial de João Pessoa, parece estranhamente pequena, mas aconchegante. Sentamo-nos numa mesa e a conversa rolou solta.

A ideia de abrir a primeira Tasca da Esquina veio depois de muitos anos trabalhando em restaurantes sofisticados, quando o chef sentiu a necessidade de ter um lugar onde as pessoas se sentissem em casa. “Eu sou cozinheiro há 31 anos e sempre fizemos restaurantes sofisticados. Cerca de dez anos pra cá pensamos “não, chega!”, vamos fazer restaurantes em que as pessoas se sintam à vontade. E aí que surge esta casa, que foi a primeira de todas as outras e na verdade todos os conceitos que vieram na seguinte esquina, a ideia era que fossem restaurantes em que as pessoas se sentissem à vontade, que nada os intimidasse, nem a decoração, nem o serviço e nem a cozinha”, conta.

E depois chegar com sucesso ao mercado de São Paulo –  a Tasca de lá foi eleita o Melhor Português da cidade pelo jornal Folha de São Paulo e as revistas Veja e Prazeres da Mesa – foi a vez de tentar a sorte no Nordeste. A ideia inicial era ir para Recife, e depois de muita procura por um local, foi numa viagem a passeio para João Pessoa, a convite do sócio Pedro Graça, que o chef encantou-se pelo mar da cidade. “A dúvida era se faríamos em João Pessoa ou em Recife, e eu desempatei porque gostei muito da cidade de João Pessoa”, explica.

VSPERFIL Porém, abrir espaço no mercado paraibano não tem sido tarefa fácil. A equipe vem tentando se alinhar ao perfil do público na cidade, que busca algo diferente do que é apresentado em São Paulo, Lisboa ou Luanda. Uma das características da casa, em Lisboa, são os petiscos, que não foram bem aceitos pelo público da Paraíba. “Hoje as confecções de qualquer das Tascas não têm mais que cinco ou seis preparações, são pratos simples. Em João Pessoa, associa-se muito o nome do restaurante português a bacalhau, e em São Paulo ainda é pior. Mas petiscar, as pessoas não fazem. Temos muito mais camarão no restaurante de João Pessoa do que temos em qualquer outra das Tascas, mas porque o pessoal solicita bastante. Na verdade, aquilo que mais sai na Tasca de João Pessoa é bacalhau, peixe e cordeiro. E petiscar, nada”, conta, entre risos.

Com base nessas percepções, a equipe está lançando um novo cardápio, mais alinhado com o perfil do público local. “No novo cardápio nós vamos uma vez mais tentar ir ao encontro do gosto do paraibano. Como é lógico, as confecções vão ser com base na matriz da cozinha portuguesa, com base na cozinha que nós já fazemos. Vamos adaptar mais receitas com base nos produtos que mais saem na Tasca da Esquina”, aponta.

E com a promessa de novidades à vista, nos resta a curiosidade de provar os novos pratos da casa. Certamente serão deliciosos, como tudo o que o simpático chef de além-mar põe a mão.

Av. Pombal, 255 – Manaíra, João Pessoa, Paraíba, 58038-240 | Ter a sáb: 12h às 15h e 19h às 23h, dom: 12h3o às 16h

DSC_4872-4 DSC_4392-5

Gostou do conteúdo? Então não esquece de ativar as notificações no sininho, no canto inferior da tela do desktop!

Aproveita e segue a gente no nosso Instagram e Facebook para ver o conteúdo que postamos por lá! <3

 

Quer receber mais conteúdo legal gratuitamente no seu e-mail? Assine a nossa Newsletter!

The W Restaurante, na orla, alia ingredientes frescos e Comfort Food

Érica Rodrigues

 

A orla de Manaíra guarda uma grata surpresa aos amantes de boa comida. O The W Restaurante, inaugurado há um ano, nasceu do gosto em comum dos proprietários por comida de qualidade, bons vinhos e atendimento de primeira linha. Alinhado a isso, o restaurante oferece o Comfort Food, com pratos que valorizam os ingredientes frescos, a comida artesanal que prestigia acima de tudo os fornecedores locais.
“Na verdade, o Comfort Food como conceito nos pareceu a melhor forma de celebrar ao mesmo tempo a grandiosidade de nossos ingredientes com a pureza dos processos básicos e tradicionais da gastronomia. Ele agrega familiaridade do prato a quem o degusta, mantém vivo o legado de pratos ícones da cozinha internacional que muitas vezes remetem a memórias de sabores e sentimentos familiares que nos confortam”, explica o chef Vinnie de Souza.

the_w_fachada-2
E não é só a comida que conforta por lá, o ambiente agradável, pensado nos mínimos detalhes, desde as rolhas de vinho penduradas no teto à vista sensacional da orla de João Pessoa, nos faz sentir em casa.
O prato mais pedido é o The W Filet (R$ 62), carinhosamente apelidado de Filet W, para os íntimos. Feito no ponto desejado pelo cliente, é servido com cama de pesto paraibano e crispy de alho poró, acompanhado de talharim ao creme de queijo Gruyere.
O queridinho do momento, no entanto, é o Filet Spice (R$58), acompanhado com purê de Grana Padano, arroz dourado e molho apimentado hot meat.
Porém, indo de encontro às tendências, pedimos a indicação do chef para uma refeição completa. Salada W (R$23) de entrada, feita de rúculas, queijo Brie e seleta de tomates (italiano, cereja e sweet grape). O prato principal é o Camarão Amaro (R$59): coroa de camarões empanados em parmesão, torrada amanteigada e panko, com arroz a Piamontese de Shitake e Shimeji frescos. A sobremesa fica por conta do clássico pudim de leite (R$10).

the_w_camarão-2

E para os que buscam um bom programa nas tardes de quarta e quinta, a novidade é o recém-lançado happy hour. Com petiscos à vontade (R$49) e baldes de espumantes e cervejas com desconto, o programa certamente agrada aos que apreciam o combo boa comida, bebida de qualidade e uma vista estonteante da nova área externa do restaurante.

 

Av. João Maurício, 451 – Manaíra, João Pessoa – PB. Ter. a sex.: 12h às 23h. Sex. e sáb.: 12h à 0h. Dom.: 12h às 15h30.

the_w_salada-2

the_w-2