Procura por destinos brasileiros cresce 30% no 1º semestre

Os turistas nacionais e internacionais buscaram mais os destinos brasileiros durante o primeiro semestre deste ano. É o que aponta levantamento realizado pela agência de viagens online, Expedia. De acordo com o estudo, entre janeiro e junho, a procura pelo Brasil cresceu 30%, sendo o mercado doméstico o que mais demandou viagens dentro do país, correspondendo a 77% da busca no período. Os outros 23% foram preenchidos principalmente por visitantes oriundos de países como Estados Unidos, Argentina, Chile, Reino Unido e México.



Entre os destinos mais demandados estão São Paulo (SP), Rio de Janeiro (RJ), Brasília (DF), Curitiba (PR), Salvador (BA) e Fortaleza (CE). A capital cearense foi a que mais cresceu em buscas no mesmo período e teve a maior duração média de permanência: 3 dias. O mês com maior demanda do exterior no país foi fevereiro.

fortaleza-1
Fortaleza (CE)

De acordo com o levantamento, se observado o segundo trimestre de 2019 a procura foi ainda maior. O índice cresceu 35%, comparado com o mesmo período do ano passado. Os brasileiros seguem como os que mais buscaram viagens nacionais: 8 em cada 10 foram para algum destino do país. As capitais paulista, carioca, paranaense e brasileira também foram as mais demandadas em abril, maio e junho.



AÇÕES DE DESENVOLVIMENTO

O Ministério do Turismo tem trabalhado para tornar o setor de Viagens uma das principais molas propulsoras da economia. Em pouco mais de sete meses de governo, a atual gestão já investiu R$ 233 milhões em 410 obras de infraestrutura turística que levarão mais qualidade para os serviços turísticos dos destinos brasileiros.

Por Victor Alves / Imagem de Free-Photos por Pixabay

Gostou do conteúdo? Então não esquece de ativar as notificações no sininho, no canto inferior da tela do desktop!

Aproveita e segue a gente no nosso Instagram e Facebook para ver o conteúdo que postamos por lá! <3

Atividade turística cresce em 2,6% em junho, aponta IBGE

Dados da Pesquisa Mensal de Serviços (PMS), realizada pelo IBGE, reafirmaram o otimismo com o turismo e apontaram aumento do volume de atividades turísticas no Brasil. O índice de junho de 2019 cresceu 2,6% em relação ao mesmo período do ano passado, influenciado pelas empresas de hotéis, de locação de automóveis e de restaurantes.



Três estados da região Nordeste registraram as maiores altas: Ceará (10,9%), Bahia (6,9%) e Pernambuco (6,5%). Minas Gerais também registrou crescimento expressivo: 5,2% em relação a junho do ano passado.

Com relação ao semestre, as atividades turísticas no país registraram um aumento ainda maior: 3,1% em relação aos primeiros seis meses de 2018. As atividades que mais impulsionaram o setor foram, novamente, os hotéis, locação de automóveis, além dos serviços de catering, bufê e outros serviços de comida preparada. O Ceará foi a unidade federativa que teve o melhor desempenho: aumento de 9,9%.



DESTINOS BRASILEIROS
Outros números divulgados nesta semana também ratificaram o atual otimismo com o setor turístico. De acordo com levantamento realizado pela agência de viagens online Expedia, entre janeiro e junho, a procura de turistas nacionais e internacionais por destinos brasileiros cresceu 30%, sendo o mercado doméstico o que mais demandou viagens dentro do país, correspondendo a 77% da busca no período. Os outros 23% foram preenchidos principalmente por visitantes oriundos de países como Estados Unidos, Argentina, Chile, Reino Unido e México.

Por Rafael Brais Imagem de Free-Photos por Pixabay



Gostou do conteúdo? Então não esquece de ativar as notificações no sininho, no canto inferior da tela do desktop!

Aproveita e segue a gente no nosso Instagram e Facebook para ver o conteúdo que postamos por lá! <3

Quer deixar o país? Conheça o processo de expatriação

Vários são os motivos que nos levam a pensar na possibilidade de viver em outro país. Busca por melhor qualidade de vida, ampliação da carreira profissional, acesso à educação e culturas diferentes são exemplos dessa mola propulsora.

No entanto, o acesso a um novo estilo de vida e rotina de um lugar totalmente diferente do Brasil requer muito planejamento e organização. Afinal de contas, estamos falando de uma mudança complexa e radical.

Para te ajudar a tomar a melhor decisão e promover ações eficazes para que o processo seja tranquilo e eficiente, preparamos um artigo com as melhores dicas para que o caminho da expatriação seja traçado sem maiores dificuldades.



O que é expatriação

O termo diz respeito à transferência de um profissional e sua família para uma nova empresa ou sede da organização em que ele já trabalha que está alocada em outro país.

Esse movimento ganhou muito mais força na era da globalização, uma vez que promover intercâmbios culturais é importante para as empresas multinacionais. Esse contexto dá ao colaborador a oportunidade de se aprofundar melhor em todos os processos que estão relacionados à área em que ele trabalha.

travel-2650303_1280

Além da simples mudança de território

Quando alguém decide pela expatriação, deve ter em mente que não se trata apenas de um deslocamento geográfico. É muito mais intenso que isso porque tudo muda: valores, hábitos, costumes, formas de expressão e comportamento.

Por isso, o resultado positivo dessa mudança depende da capacidade que cada um tem em estar disposto a transitar pelo novo território e ser capaz de analisar e gerenciar da melhor forma a diversidade cultural e a apropriação de espaços de forma democrática.

airport-2373727_1280

Dando início à nova vida

Dadas as devidas definições iniciais, agora é hora de ir para a parte mais prática do processo de expatriação. Lembre-se de que cada passo deve ser dado com planejamento e sem atropelos para que não surjam dificuldades a médio e longo prazo.

japan-2014617_1280

Viagem exploratória

Nessa etapa, você irá até o país de destino para conhecer o local, estar próximo da dinâmica do ambiente e buscar por informações relevantes acerca de custo de vida, costumes locais, moradias, escolas entre outros.

Geralmente, a duração dessa viagem inicial é de, aproximadamente, 5 dias. Você receberá instruções acerca do trabalho na nova empresa e terá o contato inicial com os modelos de sua nova rotina.



Início do processo de transferência

Após esse primeiro contato, se você aceitar o desafio de se mudar para outro país, é hora providenciar elementos burocráticos, como visto de trabalho, trâmites de deslocamento dos familiares, pedido de transferência de escola entre outras coisas.



Hora da mudança

Ao longo da vida, adquirimos muitos objetos de valor afetivo que não podem ser levados para outro país por conta do volume. No entanto, é importante selecionar algumas peças que não ocupam muito espaço, mas que servirão de fontes de aconchego e autoidentificação.

Cada membro da família pode levar consigo algo pelo qual sente mais apego. Os itens que ficarão não precisam ser doados ou vendidos. Caso vocês decidam retornar ou quando vierem a passeio para Brasil, é possível selecionar mais objetos e ir levando aos poucos.

Nesse caso, a melhor solução é contratar um self storage. Trata-se de uma empresa altamente segura e versátil que disponibiliza boxes de diversos tamanhos que servem para abrigar móveis, objetos, documentos, brinquedos e outros objetos.

A grande vantagem desse tipo de atividade é a segurança 24h, seguro contra roubo, incêndios e enchentes e a possibilidade de ter acesso aos seus pertences sempre que você desejar.

estrangeiro-divulgacao-1-1-1

 

Esteja disponível para a nova vida

Não podemos dizer que a adaptação é fácil, mas você não precisa dificultá-la ainda mais. A melhor coisa é se permitir aprender o novo idioma, frequentar locais diversificados para o aprendizado cultural e investir em relações interpessoais.



Aproveite o tempo da melhor maneira

Geralmente, o profissional expatriado recebe um visto que dura dois anos. Depois que você passar por esse período, poderá receber um visto permanente, de acordo com a função que você ocupa na empresa.

Além da sua vida como profissional, é preciso garantir que sua família também tenha possibilidade de alçar voo no novo país. Cursos, escolas, orientação cultural e profissional, bem-estar, lazer e saúde devem fazer parte da rotina de todos.

holidays-1283014_1280

Aprender nunca é demais

Na maioria das vezes, é preciso desconstruir tudo o que aprendemos sobre modelos, rotinas de trabalho e níveis hierárquicos. Isso abre um grande leque de novas possibilidades de aprendizado que devem ser agarradas com força.

Todas essas ações farão com que você conheça a fundo os valores da companhia e estabeleça uma relação com base na confiança, coerência e incentivo de troca de conhecimentos.

christ-2209290_1280

Organizando a vida que ficará no Brasil

É preciso dar atenção especial a todos os ciclos que deverão ser fechados no país de origem. Contratos de aluguel devem ser encerrados, contas devem ser quitadas, devolução de serviços de telefonia entre outros.

Caso seu imóvel seja próprio, veja qual é a melhor atitude a ser tomada. Uma dica e colocá-lo para locação por meio de uma imobiliária de confiança. Talvez seja melhor não vendê-lo pelo, menos nesse início da mudança.

Assim, caso você decida retornar, não terá maiores problemas em relação à residência. Vamos supor que ocorreu algum imprevisto ou você recebeu uma proposta melhor de trabalho e deseja retornar ao Brasil.

Para não ter que começar a vida do zero e providenciar imóvel, móveis, objetos e tudo o que é necessário para que exista um lar bem estruturado, o melhor caminho e contratar um guarda móveis.

A versatilidade desse nicho de mercado te dá maior flexibilidade e praticidade para se deslocar sem precisar se preocupar com o destino de seus bens pessoais.

Agora que você já sabe quais são os processos para uma expatriação de sucesso, desejamos boa sorte nessa jornada e que você amplie cada vez mais sua visão e ações enquanto profissional e pessoa.

Texto de Maria Gabriela, estudante de Jornalismo e amante de Marketing Digital, atualmente exercendo a função na área, como Link Builder na agência SEO Marketing. (Imagens de Free-Photos por Pixabay)



Leia também: Brasil ganha novo destino de ecoturismo

Gostou do conteúdo? Então não esquece de ativar as notificações no sininho, no canto inferior da tela do desktop!

Aproveita e segue a gente no nosso Instagram e Facebook para ver o conteúdo que postamos por lá! <3

Brasil ganha novo destino de ecoturismo

Os turistas nacionais e internacionais ganharam mais uma opção de ecoturismo no país. A Rota da Baleia Franca, situada em três municípios catarinenses, é a nova alternativa para quem busca observar a natureza de perto. O destino oferta uma experiência única de admirar, por terra, as baleias que passam pelo local.



A novidade foi apresentada, neste mês, na 23ᵃ Feira de Turismo Avirrp, em Ribeirão Preto, que teve a participação de representantes do Ministério do Turismo, além de companhias aéreas nacionais e internacionais, operadoras de turismo, redes hoteleiras, companhias marítimas, órgãos públicos de turismo e locadoras de veículos.

Baleia_Franca_e_filhote_creditos_Carolina_Bezamat_SC_Par_-_Porto_de_Imbituba-_
Baleia Franca e filhote, no litoral catarinense. Créditos: Carolina Bezamat/SC Par – Porto de Imbituba

Contemplando as cidades de Laguna, Imbituba e Garopaba, a Rota da Baleia Franca se consolida no estado como uma das opções do destino Encantos do Sul. Além da observação de baleias, estes municípios também somam outros atrativos turísticos, como as 37 praias, centro histórico com mais de 600 edificações tombadas pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), observação de botos pescadores, cultura e boa gastronomia.



O coordenador da rota, Felipe Uzascki, prevê a geração de mais emprego e renda na região. “Realizamos ótimas parcerias com uma das maiores operadoras de turismo do interior de São Paulo e estamos em negociação para a próxima temporada. Além disso, tivemos uma capacitação para 300 agentes de viagem na abertura do evento (em Ribeirão Preto), que renderá bons frutos”, comemorou.

A ROTA DA BALEIA FRANCA

A rota é fruto de um projeto do Sebrae e do Governo no Estado de Santa Catarina, com apoio da Encantos do Sul, dos municípios de Laguna, Imbituba e Garopaba e do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio). Saiba mais: ttp://rotabaleiafranca.com.br/

Por Kiara Mila Goulart / Imagem destaque de Free-Photos por Pixabay

Leia também: Avaliação dos aeroportos brasileiros é a melhor desde 2013

Gostou do conteúdo? Então não esquece de ativar as notificações no sininho, no canto inferior da tela do desktop!

Aproveita e segue a gente no nosso Instagram e Facebook para ver o conteúdo que postamos por lá! <3

Turismo aproxima pais e filhos e vira ferramenta de aprendizado

“Pai, você foi meu herói…”. O trecho da letra interpretada pelo cantor Fábio Júnior pode servir de inspiração aos mais diferentes estilos de pais que ultrapassam fronteiras e repassam seus conhecimentos e vivências aos filhos. Neste Dia dos Pais, o Ministério do Turismo entrevistou alguns papais que aproveitam o turismo para viver experiências e passar conhecimento a seus pequenos.



É o caso do professor de geografia Welber Santos, 43 anos, que não preenche o estilo do pai aventureiro ao ponto de encarar as chapadas brasileiras com suas trilhas e esportes radicais, mas é assumidamente apaixonado pela história do nosso país. Assim, faz questão de mostrar a importância da cultura do país aos filhos Melissa e Arthur (de sete e 15 anos, respectivamente) nas viagens que realiza com a família.



Antes mesmo de botar o pé na estrada, Welber procura saber se o destino proporcionará algum evento cultural no período e coloca tudo na programação familiar. “Quando fomos a Santa Catarina, em 2016, aluguei um carro e partimos para Blumenau. Lá, visitamos a Vila Germânica e admiramos o estilo alemão da cidade, experimentamos as comidas e percebemos que as pessoas de lá também falam em alemão. Curtimos muito”, recorda. O local é um grande complexo de entretenimento e palco da famosa Oktoberfest.



Em outra viagem, desta vez a Recife, em 2014, ele e a família foram ao Centro de Artesanato Pernambucano. O espaço fica em frente à Praça do Marco Zero, no Centro Histórico da capital, ocupa mais de 2,5 mil metros quadrados de área e oferece ao turista peças nas mais diversas matérias-primas, como cerâmica, madeira, vidro, metal, renda e têxtil. “O objetivo era mostrar a rica arte regional e foi muito divertido conhecer tudo aquilo ao lado deles”, conta.

ministerio
O jornalista Rafael Brais com as filhas Olívia e Linda em Cruzeiro (SP): encontro com a natureza e novas experiências. Crédito: Arquivo pessoal

O jornalista Rafael Brais, que preenche o estilo do campo e é pai da Olívia e da Linda (seis e 11 anos), lembra que a viagem recente a Cruzeiro, cidade turística do interior de São Paulo, marcou a vida dos três principalmente pelo contato com a natureza. “Fomos à chácara do meu pai e pela primeira vez elas aproveitaram a experiência como um todo. Tiramos frutas do pé e acompanhamos o comportamento dos animais da roça. Isso tudo ali, em meio às belezas da Serra da Mantiqueira. Foi muito especial e acho que o papel do pai também é proporcionar vivências como essa”, acrescenta.



LEGADO

Viajar pelo Brasil, inclusive, é um desejo da pequena Linda, que já se interessa por geografia e incentiva o pai a programar as próximas aventuras em família a partir dos destinos que descobre nas aulas. “Sempre digo que o nosso país é a junção de vários países porque aqui a gente encontra muito do que tem lá fora e espero que elas entendam isso. A Linda mesmo aprendeu sobre Jalapão (TO) na escola e manifestou a curiosidade em conhecer”, afirma.



De acordo com Welber, não há como obter uma certeza se esse incentivo surtirá algum efeito nos filhos, mas espera que contribua para o futuro de alguma maneira. “Penso que se eles têm o hábito de pegar tintas para brincar de pintura em casa, por exemplo, ou de ouvir o pai lendo histórias ou compartilhando conhecimento, formarei futuros leitores e admiradores de arte. E se isso não fizer nenhuma diferença lá na frente, espero que as experiências tragam, pelo menos, alegria, diversão e aprendizado para aquele momento específico”, finaliza.

Por Kiara Goulart / Imagem destaque de Free-Photos por Pixabay

Leia também: Parque da Bica apresenta aos visitantes show de mágica no Dia dos Pais

Gostou do conteúdo? Então não esquece de ativar as notificações no sininho, no canto inferior da tela do desktop!

Aproveita e segue a gente no nosso Instagram e Facebook para ver o conteúdo que postamos por lá! <3

Avaliação dos aeroportos brasileiros é a melhor desde 2013

Pela primeira vez nos últimos seis anos, os 20 principais aeroportos brasileiros receberam, entre os meses de abril e junho, notas acima de 4 (bom) pelos passageiros, em uma escala de avaliação que vai até 5 (muito bom).



Os dados fazem parte da Pesquisa de Satisfação do Passageiro e de Desempenho Aeroportuário, realizada pelo Ministério da Infraestrutura. O resultado também pode ser visto em estudo realizado anualmente pelo Ministério do Turismo.

Na escala geral, os aeródromos aparecem entre as cinco melhores avaliações feitas pelos visitantes internacionais no ano passado. Hospitalidade ocupa o primeiro lugar com 97,9%, seguido dos alojamentos (96,7%), da gastronomia (95,9%) e dos restaurantes com 95,8%. Entre os piores resultados na satisfação dos estrangeiros ficaram as rodovias brasileiras com 71,7%, a telefonia e internet (74%) e os preços (77,1%). Acesse aqui a pesquisa do MTur.



Segundo o Ministério da Infraestrutura, o percentual de satisfação dos passageiros vem aumentando desde 2013, quando teve início a série histórica. No primeiro trimestre daquele ano, 69% dos viajantes avaliavam os aeroportos como bons ou muito bons. Hoje, 90% dos usuários estão satisfeitos ou muito satisfeitos. Além disso, dos 38 indicadores avaliados, 82% (31) obtiveram, de forma geral, média superior a 4 (bom).

Por Cecília Melo-Mtur / Foto destaque: Divulgação Infraero

Leia também: Turismo cultural é destaque no calendário nacional de eventos

Gostou do conteúdo? Então não esquece de ativar as notificações no sininho, no canto inferior da tela do desktop!

Aproveita e segue a gente no nosso Instagram e Facebook para ver o conteúdo que postamos por lá! <3

Turismo cultural é destaque no calendário nacional de eventos

Com 250 opções registradas para o mês de agosto, o Calendário Nacional de Eventos do Ministério do Turismo é marcado por festivais que fortalecem o turismo local por meio da gastronomia, da cultura e dos negócios.

ilha-de-marajo Ilha de Marajó / Imagem de Free-Photos por Pixabay

No Norte do país, o 9º Festival do Folclore e do Carimbó, na Ilha de Marajó (PA), nos dias 24 e 25 deste mês, é uma das celebrações em homenagem ao Dia do Folclore Brasileiro, comemorado em 22 de agosto em todas as regiões do país. Em Minas Gerais, a Rota do Café realiza o São Lourenço Coffee Music, de 16 a 18 de agosto, com extenso cardápio gastronômico e shows de blues, jazz, moda de viola e MPB.



A Praia do Rosa, em Santa Catarina, será mais uma vez cenário do Del Vino. O evento reúne diferentes tipos de vinhos, música e pratos com pacotes especiais de hospedagem durante o período. Em Paraty (RJ), de 15 a 18 de agosto, tem o 37ª Festival da Cachaça, Cultura e Sabores de Paraty e na cidade de Tiradentes (MG), entre os dias 24 de agosto e 1 de setembro, acontece o 22º Festival de Cultura e Gastronomia de Tiradentes. Os chefs mineiros serão as estrelas do evento.

rio-tocantins rio Tocantins / Imagem de Free-Photos por Pixabay

Em Icapuí, litoral leste cearense, o 13º Festival da Lagosta, que ocorrerá entre os dias 16 a 18 de agosto, se consolidou como um dos principais eventos do calendário cultural e turístico do Ceará. Nos estados do Norte, é o verão amazônico que chega com a estação da seca e o surgimento das praias fluviais. Até 4 de agosto, Itupiranga (PA) é um dos destinos que celebram a temporada das águas baixas (vazante) em seu 71ª Veraneio da Praia do Macaco. Turistas do Suriname e Guiana Francesa, além de brasileiros, estão entre os frequentadores do balneário nas margens do rio Tocantins.



Já o inverno continua sendo motivo de festivais neste mês de agosto nas regiões mais frias do país e até no Agreste Potiguar, que deverá atrair 50 mil visitantes de sexta a domingo para a 9ª edição do Festival de Inverno de Serra de São Bento (RN). O evento agrega cultura, gastronomia e artesanato num projeto de turismo sustentável e regionalização da atividade turística. Em Brasília (DF), por exemplo, ainda tem festa junina, de 9 a 11 de agosto. O Maior São João do Cerrado é uma celebração da cultura nordestina em pleno Planalto Central com a presença de grande público, além de comidas típicas, artesanato e música regional.

Por Geraldo Gurgel – Mtur / Imagem de Free-Photos por Pixabay

Leia também: Trem turístico de Brumadinho pretende retomar crescimento na região

Gostou do conteúdo? Então não esquece de ativar as notificações no sininho, no canto inferior da tela do desktop!

Aproveita e segue a gente no nosso Instagram e Facebook para ver o conteúdo que postamos por lá! <3

Trem turístico de Brumadinho pretende retomar crescimento na região

O ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, apresentou na última quinta-feira (1) aos diretores de Relações Governamentais e Internacionais da mineradora Vale, Luiz Ricardo Medeiros e Antônio Lannes, o projeto de um trem turístico entre a capital mineira, Belo Horizonte, e a cidade de Brumadinho.



O titular da Pasta destacou que o turismo é uma alternativa rápida e segura para o desenvolvimento de Brumadinho e região. “Esse trem poderá transportar até 1.400 passageiros por viagem, desenvolvendo o setor e a economia local com o surgimento de novos serviços e demais atividades ligadas ao turismo”, afirmou Marcelo Álvaro Antônio.

Na ocasião, os representantes da Vale reforçaram o apoio e a parceria com o Ministério para a execução de projetos que ajudem a reestruturar a cidade. Para eles, a implementação do turismo na região terá um papel estratégico neste processo. No caso do trem turístico, a parceria será coordenada pelo MTur e apresentada aos demais envolvidos no projeto, que é originário da ONG Apito e foi incorporado pelo Ministério.



O destino turístico abriga, entre atrativos naturais e culturais, o Museu Inhotim. O espaço cultural fica inserido em um jardim botânico e é considerado a maior exposição de arte moderna e contemporânea a céu aberto do mundo. O local chegou a receber até três mil visitantes por dia e ainda não recuperou o público desde o rompimento de uma barragem de rejeitos de minérios há seis meses.

Fonte: Mtur / Foto destaque: Imagem de Free-Photos por Pixabay

Leia também: Últimos dias da João Pessoa Restaurant Week
Gostou do conteúdo? Então não esquece de ativar as notificações no sininho, no canto inferior da tela do desktop!

Aproveita e segue a gente no nosso Instagram e Facebook para ver o conteúdo que postamos por lá! <3

Nação 4×4 chega a João Pessoa para mais uma etapa divertida e emocionante

Dia 27 de julho a cidade de João Pessoa (PB) receberá famílias e amigos apaixonados por off-road para mais uma etapa Nordeste do rali de regularidade Mitsubishi Motorsports. “É o melhor rali regional, um dos melhores nacionais e por isso a gente prioriza: faz nossa agenda baseada no calendário das etapas do Nordeste”, conta o navegador Marcus Vinicius Chagas da Silva.

365210_894910_gerais_ms19_santparn_tompapp_1089

Conheça: https://youtu.be/FPigTO34msY

O rali terá largada e chegada à beira-mar, na barraca Lovina, e um percurso seguindo para o norte da cidade. “Os competidores entrarão em trilhas em meio a canaviais e coqueiros, passando por estradas vicinais e caminhos margeando matas com belo visual”, adianta Lourival Roldan, diretor de prova. Serão cerca de 180km para as categorias mais experientes (Master, Graduado e Turismo), e 130km para a Turismo Light, voltada para os iniciantes. Na volta, todos pegarão uma travessia de balsa de 30 minutos, da praia de Costinha para Cabedelo.

365210_894900_trilha_ms19_salvador_tompapp_1458  A temporada 2019 é ainda mais especial, porque o evento celebra seus 25 anos. “Este é nosso evento mais antigo e o criamos para proporcionar uma experiência off-road para amigos, casais, famílias. Queremos que todos se divirtam, conheçam novos caminhos e curtam o off-road como estilo de vida”, ressalta Fernando Julianelli, diretor de marketing da Mitsubishi Motors.

365210_894901_trilha_ms19_salvador_tompapp_1501

Como participar:

As inscrições para o rali de regularidade Mitsubishi Motorsports estão abertas e devem ser feitas pelo site: www.mitsubishimotors.com.br. Não há taxa: cada carro faz a doação de uma cesta básica e seis produtos de higiene pessoal, que são destinados a instituições assistenciais da região onde a prova é realizada.



Podem participar veículos Mitsubishi com tração 4×4 das linhas Pajero, L200, ASX e Eclipse Cross. Além de piloto e navegador, podem ir também no carro os “zequinhas”, acompanhantes de no mínimo oito anos de idade. As duplas mais regulares perdem menos pontos, e competem pelo pódio – a cada etapa os melhores são premiados. Quem participa de várias etapas concorre aos prêmios da temporada, que são viagens oferecidas pelo Circuito Elegante.

Não é necessário ter experiência nem carros preparados para participar do Mitsubishi Motorsports. O objetivo é manter-se dentro do tempo e da velocidade estipulados pela organização, e há quatro categorias: Turismo Light, Turismo, Graduados e Master, de acordo com o nível de experiência. Também podem ir no carro crianças acima de 8 anos.

Acompanhe as novidades dos ralis Mitsubishi através das redes sociais:
+ Facebook – www.facebook.com/Mundomit
+ Youtube – www.youtube.com/MitsubishiMotors
+ Twitter – www.twitter.com/nacaomitsubishi
+ Instagram – www.instagram.com/mundomit



Programação – Mitsubishi Motorsports João Pessoa (PB)

Sexta, 26 de julho

13h – Briefing Online – será feita uma transmissão ao vivo no Facebook. Para assistir, não é necessário ter uma conta. Acesse: www.facebook.com/MundoMit
Caso você não consiga assistir ao vivo, o link com o conteúdo gravado ficará disponível em nossa página.16h às 20h – Retirada de adesivos e Plantão de Dúvidas para todas as categorias
18h às 20h30 – Secretaria das categorias Master e Graduados.
Local: Nova Concessionária Mitsubishi Miwah – R. Hortênsia Helena de Amorim Brito, 517 – Cabedelo, via lateral da BR 320 – após a loja Casa Tudo.

Sábado, 27 de julho

Local: Barraca Lovina. Rua Vitorino Cardoso, 908 – Ponta de Campina, Cabedelo (PB)
6h30 – Abertura da secretaria de prova, entrega das doações, adesivagem e vistoria
7h – Abertura da secretaria das categorias Turismo e Turismo Light
8h01 – Início da largada
10h30 – Término da largada
12h30 – Início do almoço. Local: Barraca Lovina. Rua Vitorino Cardoso, 908 – Ponta de Campina, Cabedelo (PB)
16h – Previsão de início da premiação



Calendário Mitsubishi Motorsports – 2019*

5ª etapa – 27 de julho – João Pessoa (PB)
6ª etapa – 14 de setembro – Catalão (GO)
7ª etapa – 05 de outubro – Campos do Jordão (SP)
8ª etapa – 26 de outubro – Fortaleza (CE)
9ª etapa – 23 de novembro – Mogi Guaçu (SP)
*Datas e locais sujeitos a alterações.

Fonte e fotos: Assessoria de Imprensa

Leia também: Caminhos do Frio: rota cultural chega ao município de Solânea

Gostou do conteúdo? Então não esquece de ativar as notificações no sininho, no canto inferior da tela do desktop!

Aproveita e segue a gente no nosso Instagram e Facebook para ver o conteúdo que postamos por lá! <3

Caminhos do Frio: rota cultural chega ao município de Solânea

Após passar por Areia, Pilões e Matinhas, a Rota Cultural Caminhos do Frio começa a movimentar a cena cultural de Solânea, na região do Brejo paraibano. Durante uma semana, Solânea vai respirar muita cultura, por meio de shows, feiras, debates, palestras e diversas atividades esportivas, todas voltadas para mostrar o potencial que a cidade tem na atividade turística com base na economia criativa. Estão previstas apresentação de teatro de bonecos, oficinas e mostras de danças, e ainda feirinhas de artesanato e gastronomia, tudo buscando valorizar os artistas locais e gerar renda e empregos temporários.



A principal atração musical da rota na cidade será a apresentação da cantora Luciene Melo, que sobe ao palco na noite do sábado (27).

Como já está sendo tradicional, durante a semana, também haverá homenagens ao centenário de Jackson do Pandeiro. Uma das atividades será a apresentação do espetáculo “O sapo que queria ser cantor”, prevista para acontecer na quinta-feira (25) com o Grupo Mangaí de Teatro, no Teatro Municipal da cidade.

A Rota Cultural Caminhos do Frio é uma realização do Fórum Turístico do Brejo. O projeto inclui os municípios de Areia, Pilões, Remígio, Solânea, Serraria, Bananeiras, Matinhas, Alagoa Nova e Alagoa Grande. Durante os meses de julho a setembro, o clima nesta região fica em média 12 graus.



Fonte: Secom PB / Foto destaque: solaneafotos.blogspot.com

 

Leia também: Curta seis viagens pelo Brasil com ônibus panorâmicos

Gostou do conteúdo? Então não esquece de ativar as notificações no sininho, no canto inferior da tela do desktop!

Aproveita e segue a gente no nosso Instagram e Facebook para ver o conteúdo que postamos por lá! <3