É hora de fazer as pazes com o espelho

Com o mundo digital, no século XXI, nos deparamos, a todo momento, com milhares de notícias. Por meio de diversas tecnologias, como celulares, tablets e computadores, somos expostos a uma enxurrada de informações e, por isso, acabamos por ficar sobrecarregados de conteúdos desenfreados que nos são repassados através dos veículos de comunicação, como televisões e jornais, e agora também através das redes sociais.



Com a 4ª Revolução Industrial, hoje vivemos a era da informação. Tudo é facilmente repercutido, de modo que uma foto de uma pessoa aqui no Brasil pode chegar em segundos a uma pessoa no Japão, por exemplo. Essa facilidade de se comunicar nos trouxe um desejo de continuamente mostrar. Acontece a era das casas de vidro.

Por meio das redes sociais como o Instagram e o Facebook, essas informações são passadas de modo rápido e fácil. Mesmo que chamadas de informações, esse compartilhamento de dados está mais voltado à questões pessoais como postagens de fotos, selfies, etc. A grande necessidade que hoje temos de mostrar a nossa vida a todos advém do desejo de ser querido por outras pessoas.



Segundo Alline Moltocaro, fotógrafa e sócia da empresa QA Sisters, “de fato, conseguir likes e curtidas nas redes sociais é muito legal. Isso mostra que as pessoas gostam do que você faz, te acham bonita ou te consideram engraçada. Entretanto, essa busca pela aprovação do outro pode e gerou diversos problemas na vida de muitas pessoas”.

Por querer sempre ter mais e mais curtidas e ser cada vez mais apreciado por outras pessoas, mesmo sem conhecê-las, iniciou-se uma corrida invisível que muitas pessoas participam, em especial as mulheres, em busca da perfeição. Para Quenia Moltocaro, irmã de Alline, fotógrafa e sócia da mesma empresa, “ser mais bonita, mais magra, mais interessante, ter o melhor ângulo, tirar fotos no melhor lugar, ter o melhor carro, o melhor emprego… são coisas que, mesmo sem querê-las de fato, muitas pessoas buscam apenas para conquistarem aprovação de pessoas desconhecidas ou ainda não importantes”.



Não por maldade, muitas mulheres estão inseridas nessa busca incessante da perfeição para conseguirem se enquadrar nos padrões de beleza que foram, com o decorrer do tempo, definidos para o sexo feminino. Alta, magra, com cabelo liso e peitos e coxas fartas, as mulheres se deparam com essa corrida interminável por algo que não tem fim. Mesmo que consigam, por algum tempo, o corpo desejado, o carro desejado ou coisas do tipo, poucas semanas depois já estarão se desdobrando para conseguir algo melhor.

Essa rivalidade que os compartilhamentos de fotos permitiu sobre quem tem o corpo melhor e o rosto mais bonito, fez com que mulheres lindas, inteligentes e engraçadas, tivessem as suas saúdes mentais totalmente deturpadas. “Agora, com tanta competição, a autoestima de mulheres que antes eram confiantes e despreocupadas, está destruída”, afirma Alline.



“Por trabalhar diariamente com clientes que buscam registrar momentos felizes das suas vidas por meio da fotografia, vejo sempre mulheres lindas que têm vergonha de fazer um ensaio fotográfico porque estão acima do peso e querem esperar emagrecer para poder registrar momentos únicos das suas vidas”, explica Quenia.

Desse modo, desprender-se de tal padrão de beleza e de conduta, é conseguir ter a liberdade de escolher sentir-se bem com o próprio corpo e com a própria vida. Se olhar no espelho e fazer as pazes com ele é um dever que temos que ter para não só ter o prazer de se sentir bonita, mas também para a manutenção e o cuidado da nossa saúde mental.



“Sentir-se bem com o próprio corpo é amar tudo aquilo que você tem de mais precioso no mundo. O seu corpo é o seu templo. Ele é a sua vida e você deve tratá-lo com muito amor e carinho”, afirma Alline. Fazer as pazes com o espelho é uma tarefa difícil, mas que deve ser um exercício diário. Permita-se ser feliz e ser amada como é. Não fuja de câmeras com medo de mostrar a si mesma. Lembre-se: a confiança de que é linda é o que tem de mais belo em você.



Gostou do conteúdo? Então não esquece de ativar as notificações no sininho, no canto inferior da tela do desktop!

Aproveita e segue a gente no nosso Instagram e Facebook para ver o conteúdo que postamos por lá! <3

Bruna Caram de volta à TV como júri do programa Canta Comigo

Bruna Caram, cantora e atriz que estreou na tv na Minissérie Dois Irmãos, da Rede Globo, em 2017, volta à tv aberta, dessa vez como jurada de um reality show de música.



O programa Canta Comigo, da Record (vai ao ar aos domingos como quadro da Hora do Faro), estreia sua terceira temporada este semestre, tendo Bruna como um dos 100 jurados que escolhem os cantores que mais emocionam – e fazem coro acompanhando sua apresentação. Ou seja, poderemos ouvir a voz da cantora vez em quando na telinha.

“Fiquei muito honrada com o convite, já que trabalho também como preparadora vocal, e tenho paixão por ouvir, analisar, desenvolver vozes e me emocionar com a evolução delas. Quando ouço, e quando ensino, evoluo eu também como artista”, diz Bruna.



Ela, que é fundadora da escola de canto e preparação artística Cor e Voz, grava o programa até o fim de março, enquanto já está em estúdio gravando seu sexto álbum: Afeto e Luta, disco e show em homenagem a Gonzaguinha, já que agora em 2021 completam-se 30 anos desde sua morte.

“É lindo participar como jurada de um programa de cantores enquanto gravo meu disco. Cada artista que ouço no palco do Canta Comigo me inspira e transforma minha visão da missão de cantar. Depois de tanto tempo em isolamento, sem shows presenciais, lembrar a potência que existe em cantar é fabuloso e encoraja”, completa a cantora.



Bruna estreou ano passado o projeto que intitula o novo álbum: Afeto e Luta – Bruna Caram Canta Gonzaguinha. Mais que uma homenagem, a artista escolheu privilegiar as canções do filho do rei do baião que tratassem de sentimentos profundos e de luta por dignidade e igualdade. Justamente este ano em que enfrentamos o agravamento da pandemia e em que completamos 30 anos da morte de Gonzaguinha.

“As canções de Gonzaguinha são atualíssimas, trazem coragem para o descaso que vivemos no Brasil. E o que mais me atrai é que são canções com uma alegria pulsante, amor puro, e ao mesmo tempo um grito por libertação, um cunho político forte, muito lúcido. Suas canções falam de política sem ódio, com a alegria de quem luta pelo que acha mais justo! O que mais nos falta hoje”, finaliza Bruna Caram.



A pesquisa de repertório do disco é de Jean Wyllys, ex-deputado federal, professor, reconhecido internacionalmente pela sua luta por diversidade e pelos direitos humanos. A produção do disco é de Norberto Vinhas. E para o show, quando a pandemia acabar, Bruna já se prepara, estudando danças e ritmos brasileiros que quer incluir fortemente pela primeira vez.



Gostou do conteúdo? Então não esquece de ativar as notificações no sininho, no canto inferior da tela do desktop!

Aproveita e segue a gente no nosso Instagram e Facebook para ver o conteúdo que postamos por lá! <3

festival “Cultura de Todos os Cantos” exalta a diversidade cultural paulista

Viajar pela história das principais culturas paulistas sem sair de casa: este é o convite do festival “Cultura de Todos os Cantos”, que inicia-se nesta sexta-feira, dia 05/03 e segue até domingo, dia 07/03, com transmissão gratuita on-line transmitido pelo portal ACidade ON.



Com cinco horas e meia de programação diária, sempre das 12h30 às 18h, a proposta é apresentar ao público, durante o fim de semana, três das culturas que ajudam a compor a identidade das cidades do interior paulista: a nipo-brasileira, a afro-brasileira e a nordestina.

O festival dará espaço para apresentações diversas das três culturas, com muita música, dança, gastronomia, literatura, artesanato e esporte. No total, estão programadas mais de 30 apresentações distribuídas entre os três dias de evento: sexta-feira (05/03) é o dia da cultura nipo-brasileira, sábado (06/03) é a vez da cultura afro-brasileira e, no domingo (07/03), a cultura nordestina encerra a programação.



A programação tem como objetivo principal dar força e reconhecimento às diferentes comunidades culturais que se instalaram nas cidades paulistas ao longo dos anos, garantindo espaço de apresentação para os grupos e artistas participantes, e também difundindo a importância destas comunidades culturais para a construção do Estado de São Paulo. Paulo Blisa, produtor executivo do festival “Cultura de Todos os Cantos”, destaca o evento democrático e de grande importância no cenário cultural das cidades, diante de tantas dificuldades que o setor vem enfrentando devido à pandemia. “Estamos movimentando essa cadeia do setor de eventos, que foi e ainda está sendo muito prejudicada por causa da pandemia”. Além disso, ele acrescenta que o festival dá visibilidade às principais expressões artísticas e culturais das comunidades que retratam uma composição rica e diversa das identidades e povos que ganharam espaço no cenário paulista. “A miscigenação de culturas contempla muito mais que a música sertaneja. O interior do Estado de São Paulo é formado por diferentes culturas e o projeto valoriza esta diversidade”, diz.

Por ser inteiramente on-line e gratuito, o alcance do festival é amplo e irrestrito. Além disso, as apresentações ficarão disponíveis posteriormente nas plataformas, ajudando na disseminação das culturas que compõem o cenário. O evento mostra as diferentes faces dos universos afro-brasileiro, nipo-brasileiro e nordestino, ampliando o espaço de fala e o acesso e difusão da informação.

O festival “Cultura de Todos os Cantos” é realizado pela OA Eventos e tem o objetivo de fortalecer e mostrar a importância das comunidades na história das cidades e na construção deste país tão diverso que é o Brasil. Nos últimos meses, a OA Eventos promoveu eventos musicais e também com o intuito de divulgar informações sobre empreendedorismo e o oferecimento de soluções para os setores mais prejudicados na pandemia, como o de eventos e turismo.

Confira programação completa do festival “Cultura de Todos os Cantos”



Gostou do conteúdo? Então não esquece de ativar as notificações no sininho, no canto inferior da tela do desktop!

Aproveita e segue a gente no nosso Instagram e Facebook para ver o conteúdo que postamos por lá! <3

Assim como as mulheres, homens têm queda na produção hormonal

Assim como as mulheres passam pela menopausa, os homens também têm uma queda na produção hormonal. Ter uma alimentação saudável e praticar atividades físicas ajudam a prevenir e a adiar os sinais da andropausa, mas quando há o diagnóstico, o tratamento é realizado com reposição hormonal, que deve ser acompanhada por um profissional especialista.



O endocrinologista e metabologista Fellipe Menezes, médico cooperado da Unimed João Pessoa, aponta que hábitos saudáveis auxiliam a combater os sinais da andropausa. Segundo ele, a nutrição adequada e exercícios regulares ajudam a evitar obesidade e sobrepeso, uma das consequências da queda hormonal. “Esses fatores estão associados à hipertensão arterial, ao diabetes e ao colesterol alto, contribuem para a conversão de testosterona em estrogênio e levam à não formação adequada de hormônios sexuais”, explica o endocrinologista.

De acordo com a Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia (SBEM), a estimativa é que a produção de testosterona tenha queda de 1% ao ano, a partir dos 40 anos. Após os 60 anos, os sintomas ficam mais evidentes, o que caracteriza, de fato, a andropausa.



O especialista lembra que a reposição é indicada quando o homem apresenta redução na qualidade de vida relacionada à sua atividade sexual e alerta em relação ao uso indevido para fins estéticos e sem orientação de um médico. “A manutenção dos níveis normais de testosterona contribui para o bem-estar dos homens, mas o uso incorreto pode ocasionar problemas de saúde. Os mais comuns são a queda de cabelos, atrofiamento dos testículos, infertilidade e crescimento da próstata”, comenta Fellipe.

Segundo o médico, o uso de anabolizantes, por exemplo, pode gerar a diminuição da geração do hormônio folículo estimulante (FSH), que está diretamente relacionado à formação dos espermatozoides”, diz.



Diagnóstico — Os principais sintomas, de acordo com o médico, são a diminuição da libido, disfunção erétil, redução das ereções espontâneas, encolhimento dos testículos, perda da massa óssea e muscular, carência de energia, alteração no campo visual e galactorreia, que é a produção de leite nas mamas.

A associação dos sintomas clínicos com exames laboratoriais, de forma individual, é a melhor maneira de detectar o problema. “A vida sexual é importante para a saúde física e mental. A manutenção dos níveis normais de testosterona ajuda no ganho de massa óssea e muscular e melhora da libido”, afirma Felipe Menezes.



Gostou do conteúdo? Então não esquece de ativar as notificações no sininho, no canto inferior da tela do desktop!

Aproveita e segue a gente no nosso Instagram e Facebook para ver o conteúdo que postamos por lá! <3

5 livros para ler sobre o carnaval

O Carnaval passou e este ano a programação foi bem diferente dos anteriores. Sem poder cair na folia dos bloquinhos de rua nem dos desfiles das escolas de samba, o jeito foi curtir a data dentro de casa. Mas para aqueles que amam essa festa, por que não aproveitar e poder viver o carnaval por meio de histórias e recordações? Pensando nisso, especialistas do Clube de Autores, maior plataforma de autopublicação da América Latina, separaram alguns títulos sobre o tema.



Confira:

  1. Carnaval de Niterói, por João Perigo

O livro é um resgate das memórias dos carnavais em Niterói (RJ) e traz um profundo estudo sobre a história da cidade que sempre foi conhecida por sua irreverência e alegria durante o período de folia.

  1. Os maiores carnavais de todos os tempos, por Jorge Renato Ramos

As histórias das escolas de samba, seus heróis, personagens, sambas antológicos, curiosidades e apurações. O livro retrata todos os detalhes para os apaixonados que querem saber mais sobre os desfiles das escolas de samba.

  1. Carnaval – Deus salve o Juri, por Thiago Quintanilha

O texto conta como é difícil e complicado o trabalho dos julgadores de Carnaval, como são e quais critérios para serem escolhidos e quais regras devem seguir.

  1. Tributo ao Samba, por Carlos Alberto Souza

Trata-se de uma obra poética para homenagear os sambistas e as escolas de samba do Rio de Janeiro.

  1. O Carnaval de Micaela, por Marcelo de Oliveira Ribeiro

A obra conta uma história fictícia de ação e aventura que acontece durante a busca de uma temática para a festa surpresa de Micaela, que está prestes a completar 18 anos.

Sobre o Clube de Autores

O Clube de Autores é a maior plataforma de autopublicação da América Latina. Hoje, a plataforma on demand, representa cerca de 27% de todos os livros publicados no Brasil. Além disso, oferece uma gama de serviços profissionais para os autores independentes que pretendem crescer e se desenvolver no mercado de literatura. A empresa, comandada por Ricardo Almeida, fechou o primeiro semestre de 2020 com uma rentabilidade 35% maior que no mesmo período do ano anterior. Além disso, registrou aumento de 40% em suas vendas.

 

Imagem de <a href=”https://pixabay.com/pt/users/atelierlouisecostume-13259362/?utm_source=link-attribution&amp;utm_medium=referral&amp;utm_campaign=image&amp;utm_content=4393614″>atelierlouisecostume</a> por <a href=”https://pixabay.com/pt/?utm_source=link-attribution&amp;utm_medium=referral&amp;utm_campaign=image&amp;utm_content=4393614″>Pixabay</a>

 



Gostou do conteúdo? Então não esquece de ativar as notificações no sininho, no canto inferior da tela do desktop!

Aproveita e segue a gente no nosso Instagram e Facebook para ver o conteúdo que postamos por lá! <3

Dicas: Cuidados com as crianças durante a estação mais quente do ano

Com as altas temperaturas no verão, os pais e responsáveis devem estar ainda mais atentos aos cuidados com a alimentação e a pele das crianças. A recomendação do Ministério da Saúde é que haja a ingestão de muita água, que as refeições sejam ricas em frutas, verduras e que sejam utilizadas roupas leves e claras para reduzir o risco de desidratação.



A pediatra Alexandrina Lopes, diretora Clínica e Técnica do Hospital Pediátrico Unimed, recurso próprio da Unimed João Pessoa, diz que, além do cuidado com a hidratação, a pele da criança também requer atenção, com o uso de protetor solar sempre que se exponha ao sol, principalmente quando se vai à praia ou à piscina. A especialista recomenda também a ingestão de muitas frutas, que são refrescantes e nutritivas. “O ideal é que o líquido oferecido seja água e que as frutas sejam ingeridas in natura, para que seja feita a absorção total no organismo. Hoje, os sucos devem ser deixados em segundo plano. Nas refeições, as crianças devem comer verduras e hortaliças, além de peixes, principalmente os que são ricos em ômega”, aconselha. Os alimentos mais ricos em ômega 3 são os peixes de águas profundas, como salmão, arenque, atum, sardinha, truta e cavala.



Confira algumas dicas que são importantes para cuidar bem das crianças na estação mais quente do ano:

· Sol é importante pela vitamina D, principalmente pelo sistema imunológico, mas é preciso lembrar que o banho de sol deve ser no início da manhã e no final da tarde (antes das 10h e após as 16h)
· Não economize no protetor solar. Leia bem o que diz a indicação do produto escolhido para saber o tempo de reaplicação.
· Use um chapéu de abas largas para proteger completamente a região delicada das orelhas e da nuca.
· Lave as mãos da criança constantemente.
· Priorize refeições leves, com verduras e frutas.
· Escolha sempre roupas leves e claras. Assim, não há transpiração excessiva e o risco de desidratação diminui bastante
· Oferece água a criança regularmente, não espere ela pedir.

Por Kamyla Mesquita Imagem de StockSnap por Pixabay



Gostou do conteúdo? Então não esquece de ativar as notificações no sininho, no canto inferior da tela do desktop!

Aproveita e segue a gente no nosso Instagram e Facebook para ver o conteúdo que postamos por lá! <3

Maratona: Universidade Americana aguça alunos brasileiros

A criatividade de uma criança é a esperança do mundo e, também, o recurso mais valioso para a sociedade. Ela é a força que impulsiona o progresso, a expressão e a descoberta. A Full Sail University é uma comunidade que respeita e capacita o pensamento criativo. Por isso, a maratona da criatividade está de volt. Trata-se de uma competição internacional de cinema, que celebra as soluções criativas e a esperança de um futuro melhor em todo o mundo.



Mas os estudantes não estarão sozinhos. Eles receberão mentoria online com profissionais especializados em audiovisual e edição, tudo com o intuito de auxiliar os grupos na concepção de seus vídeos.

A equipe deve ter de três a cinco alunos e um patrocinador adulto. É necessário, no mínimo, três minutos de vídeo com uma solução clara e criativa para as Metas de Desenvolvimento Sustentável, não precisa ser todas as 17 metas, pode ser somente uma. A entrega deve ser feita dia 17 de abril de 2021.



Para Carol Olival, diretora de extensão comunitária, a Maratona da Criatividade vai ensinar o aluno, a partir do 9º ano, a produzir vídeos de até três minutos em inglês. E como o tema é focado nos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS) será, acima de tudo, uma oportunidade que as escolas brasileiras estão recebendo de agir como agentes promotores de sustentabilidade, enquanto desenvolvem habilidades importantes para o aluno.

“Nesse desafio global, o participante vai aprender a ter uma postura empreendedora, trabalhar bem em equipe e ser um bom comunicador”, comenta Carol.



Atividade:

Maratona da criatividade

Cronograma:

6 de março: prazo final para a inscrição dos patrocinadores

13 de março: prazo final para os alunos se inscreverem

23 de março: anúncio de abertura

24 de março a 16 de abril: lições de sustentabilidade sob demanda, pré-produção, produção e pós-produção

17 de abril: prazo para envio do vídeo

1 de maio: cerimônia de premiação

Para mais informações sobre os programas, os cursos, os estúdios da Full Sail University e, também, as bolsas de estudo e desenvolvimento de carreiras, visite o site http://www.fullsail.edu.



Gostou do conteúdo? Então não esquece de ativar as notificações no sininho, no canto inferior da tela do desktop!

Aproveita e segue a gente no nosso Instagram e Facebook para ver o conteúdo que postamos por lá! <3

Lícia Manzo e Jayme Monjardim comemoram edição especial da novela

“Difícil para mim separar o que escrevo do que sou. A essência de ‘A Vida da Gente’ permanece para mim atual na medida que são assuntos que ainda me mobilizam e me fazem pensar”. A reflexão é da autora da novela, Lícia Manzo, que será reexibida na TV Globo a partir de 1º de março. Jayme Monjardim, diretor da obra, faz coro à fala da companheira de trabalho: “Este é um dos projetos mais importantes que fiz. É uma novela que tem uma relação com a vida e com as emoções muito forte e consistente. É um presente a volta de ‘A Vida da Gente’, reforça.



Felizes com a edição especial da novela, a autora e o diretor falam, na entrevista abaixo, sobre as lembranças que ainda guardam do período em que a obra foi feita, há cerca de 10 anos, e da expectativa para o retorno do trabalho.

Entrevista com Lícia Manzo e Jayme Monjardim

‘A Vida da Gente’ foi escolhida para ser exibida em edição especial e, desde o anúncio, a receptividade do público tem sido muito boa. Como você recebeu a notícia da volta da novela? E esperava que as reações seriam tão positivas?

Lícia Manzo: Fiquei muito feliz que ‘A Vida da Gente’ estará de volta. Quando uma novela termina, vivemos um luto, e é difícil dizer adeus aos personagens. A reprise agora, para mim, é uma chance de reencontrá-los.

Jayme Monjardim: Para mim, este é um dos projetos mais importantes que já fiz. Primeiro pelo texto primoroso da Lícia Manzo. Ela tem uma capacidade impressionante de contar histórias, diálogos. É uma novela muito boa, que tem uma relação com a vida e com as emoções muito forte, muito consistente. Para mim é um presente a volta da novela.



A Vida da Gente fala sobre relações – familiares e humanas. E é um trabalho escrito por você há 10 anos. Você acredita que rever um trabalho é também uma oportunidade de se rever? Acha que se tivesse escrevendo essa história hoje, seria muito diferente?

Lícia Manzo: Muito do que penso, sou, acredito está espelhado em ‘A Vida da Gente’. Difícil para mim, para não dizer impossível, separar o que escrevo do que sou. Hoje, talvez tecnicamente, mudasse alguma coisa na novela em termos de estrutura, quem sabe… Mas a essência da novela ou o que está dito permanece para mim atual na medida em que são assuntos que ainda me mobilizam e me fazem pensar.



Você se lembra / guarda alguma memória especial daquele período? Ou se recorda de alguma curiosidade das gravações, das viagens?

Jayme Monjardim: Tenho grandes lembranças, maravilhosas. Foram grandes viagens emocionais, grandes cenas gravadas, cenas muito consistentes. Fizemos uma linda viagem para Ushuaia, também para o Sul do Brasil, com cenas lindas. Mas eu acho que ‘A Vida da Gente’ é uma novela que tem, mais do que as viagens que fizemos, uma viagem pelo sentimento das pessoas e, para mim, isso importa muito, me marca.



A obra foi lançada com muitos atores jovens, começando suas carreiras, que despontaram. Na época do lançamento, em 2011, você chegou a falar que achava muito importante revelar novos nomes para o grande público. Você já conseguia enxergar naquela época a grande potência daqueles artistas?

Jayme Monjardim: Essa relação com os atores novos me acompanha em toda a minha carreira. Meu sonho sempre foi lançar pessoas, novos atores. Isso é parte de uma relação muito intensa que tive com Maneco (o autor Manoel Carlos), que também sempre teve esse desejo. E é algo que vem comigo desde ‘Pantanal’, posso dizer que é um pouquinho a minha marca registrada. Acho muito importante a força emocional de cada obra. E trabalhar com atores novos, que nunca foram vistos pelo público, faz com que as pessoas sintam muita verdade. Isso faz muita diferença.



Vocês vão tentar rever a novela também? O que esperam que o público sinta com essa edição especial?

Lícia Manzo: É claro que vou rever! Novela é um filho e de filho a gente não se cansa. Verei como uma espectadora, favorecida pela distância, e, nesse sentido, podendo me surpreender também.

Jayme Monjardim: Todas as minhas reexibições eu vejo, sem exceção. Estou aqui cravado em ‘Flor do Caribe’ (novela das seis que está no ar atualmente). Para mim é uma emoção muito grande rever meu trabalho. Vivo muito intensamente todas as novelas, é uma dedicação muito grande. Acredito que não existem grandes resultados sem grande dedicação, é impossível. Rever é uma forma de reestudar o que fiz, me reavaliar. Isso para mim é muito importante.

‘A Vida da Gente’ estreia em 1º de março, na faixa das seis. A novela é escrita por Lícia Manzo, com direção de núcleo e geral de Jayme Monjardim, e direção geral de Fabrício Mamberti.



Gostou do conteúdo? Então não esquece de ativar as notificações no sininho, no canto inferior da tela do desktop!

Aproveita e segue a gente no nosso Instagram e Facebook para ver o conteúdo que postamos por lá! <3

Confira dicas de penteados para todos os tipos de cabelo

Sejam cachos supermodelados, tranças, rabo de cavalo, coque sofisticado sempre é possível brincar e modelar os cabelos da forma que quiser com os acessórios de Match Tropa de Estilo. A linha do Boticário facilita e simplifica a sua rotina. Com seis opções exclusivas de escovas de cabelo com funcionalidades que atendem diversos tipos de fios e necessidades, a linha conta também com um prático estojo de acessórios. Os modelos são: Escova de Alisar e Modelar, Pente para Cachos, Pente para Volume, Escova 3D, Escova de Acabamento e Escova de Desembaraço. Já no kit estão os itens que faltavam na sua necessaire: grampos, elásticos, enchimento para coque e roscas para prender coques.



“Os consumidores estão cada vez mais antenados, buscando novidades, mas ao mesmo tempo prezam por produtos que sejam práticos. E é exatamente isso que Match Tropa de Estilo traz. Os acessórios proporcionam a elaboração de visuais incríveis sem precisar ir ao salão, basta colocar o seu lado hairstylist para funcionar. É tudo uma questão de prática, porque as possibilidades são infinitas. Aposte e surpreenda-se”, explica Ricardo dos Anjos, consultor expert de Match.

Dicas valiosas

Para o coque supertrend, a Escova de Acabamento é perfeita. Ela alinha os fios, proporcionando acabamento de salão. Se a escolha for o rabo de cavalo com volume, o par perfeito é o Pente de Volume. Separe a franja com o auxílio do cabo que tem a ponta extrafina e desfie a raiz do cabelo próximo à franja. Se a escolha for um volumão, a dica é utilizar o Pente para Cachos com os cabelos quase secos. Se preferir um volume e cachos definidos, utilize o Pente para Cachos apenas na raiz, fazendo movimentos de baixo para cima com as mãos, apertando e soltando as mechas.



A escova Match Desembaraço é muito versátil, pode ser usada com os cabelos secos ou úmidos e até mesmo durante o banho. Para desembaraçar os fios, evitando a quebra, comece pelas pontas. Após a extensão das pontas estarem desembaraçadas, é a vez da parte do meio e, em seguida, das raízes. Uma superdica é desembaraçar os cabelos antes de entrar no banho, pois quando os fios estão molhados, eles ficam mais elásticos e propensos à quebra.

A Escova 3D é ideal para fazer cachos de forma rápida e descomplicada. Com ajuda do secador, separe o cabelo em mechas e passe a escova desde a raiz, descendo devagar e girando-a até a ponta da mecha. Sem soltar a escova, passe o secador da raiz às pontas na mecha torcida, criando cachos lindos.

Na hora de modelar o cabelo, a Escova para Alisar e Modelar é a indicada. Lembre-se desta dica: virar as pontas para dentro: mais volume; virar as pontas para fora: mais liso.

A linha Match Tropa de Estilo está disponível em todas as lojas do Brasil e no e-commerce da marca, no link https://www.boticario.com.br/, pelo app do Boticário, disponível para as versões Android e iOS. Também é possível fazer pedidos pelo WhatsApp através do número 0800 744 0010 – número oficial e seguro – diretamente na plataforma do dispositivo. Basta o cliente contatar a marca por esse número para verificar a disponibilidade na sua região. Há ainda a opção de contatar um revendedor da marca pelo endereço boticario.com.br/encontre.

Conheça mais sobre o portfólio de produtos e outras dicas no blog Dicas de Beleza, no site do Boticário.

Imagem de TréVoy Kelly por Pixabay



Gostou do conteúdo? Então não esquece de ativar as notificações no sininho, no canto inferior da tela do desktop!

Aproveita e segue a gente no nosso Instagram e Facebook para ver o conteúdo que postamos por lá! <3

Podcast: Brasileira e sua vida cuidando de bebês de Hollywood

Quem houve o papo simpático e o riso solto de Andreza Cooper nem imagina por onde ela trabalhou como especialista em cuidados com recém-nascidos para a elite de famosos hollywoodianos. Ela é a convidada do próximo episódio do podcast “De Carona na Carreira” da administradora Thais Roque e não faltaram boas histórias para contar, mesmo excluindo aquelas que são proibidas.



Andreza revelou à Thais que todos os seus trabalhos foram por indicação e, ao que tudo indica, é uma das profissionais mais requisitadas em sua área. Atualmente, trabalha ao mesmo tempo para duas casas, porém somente um dos chefes ela pode contar.

“Um deles é o Kevin Hart, um comediante supergrande aqui nos Estados Unidos. E também trabalhei para a atriz Jordana Brewster. A mãe dela cresceu no Brasil, elas falam português, são muito divertidas. Eu amo aquela família”, conta.



Andreza e Jordana são realmente muito próximas. “Ela contratou uma babysitter para que eu pudesse ir na premier de um filme dela”, revela destacando que é um exemplo da diferença de seu trabalho como o de uma babá tradicional, que as pessoas costumam confundir.

O trabalho do especialista em recém-nascidos, além dos cuidados com o bebê também envolve a orientação aos pais e o preparo da casa para o novo filho. Nos Estados Unidos existe a até a Newborne Care Specialist Association (NCSA) que ministra cursos e certifica essas profissionais.



De Barack Obama a The Rock

Devido aos contratos de confidencialidade que são bem tradicionais em sua área e com o perfil de público que trabalha, Andreza não pode citar nomes de outros clientes, no entanto, a profissão possibilitou conhecer muitos famosos que, estes sim, ela contou tudo e em detalhes.

“Eu já conheci tanta gente legal. Uma que eu posso dizer que só por tê-los conhecido aquele trabalho valeu à pena foi Barack e Michelle Obama. Fui com a pessoa para quem eu trabalhava para a Casa Branca, ela ainda estava amamentando e eu achava que eu ia ficar num hotel com a criança”, conta.

No entanto, foi um dia de grandes surpresas para Andreza. “Fizemos um tour pela Casa Branca, sem o Obama ou a Michelle, e ficamos esperando a pessoa com quem eu trabalhava ser chamada para a salão oval. Eu achei que não entraria, mas a minha cliente na época me chamou para entrar também. Sabe quando você fica tão empolgada, mas tão empolgada, que você precisa fazer muito esforço para ficar com aquela cara de que você vê todo mundo todo dia, que você é uma pessoa normal. Mas a sua vontade é de pular, fazer festinha, soltar confete. Mas eu passava os olhos em absolutamente tudo, no tapete, nos lustres, nos livros, no sofá.”

A lista de celebridades que Andreza já conheceu é grande, como revelou à Thais. “Eu conheci do The Rock. Ele é um amorzinho, ele é um fofo. E conheci a Shonda Rhimes porque ela e a minha cliente na época dividiram um jatinho para ir para uma festa e fomos apresentadas. Eu fui apresentada para muita gente, o Justin Bieber, a Fergie, a Sia…”



Recebidos das celebridades

Thais Roque lembrou que, no Brasil, as personalidades já ganham muitos presentes, os chamados “recebidos”, e perguntou a Andreza como funciona essa prática com as estrelas de Hollywood. E ela contou que, sim, os presentes chegam aos montes na casa dos famosos, tantos que é impossível que eles usem ou guardem tudo.

“Eu trabalhei com uma atriz que ela não tinha gente em casa, ela não gostava de gente em casa, então, eu era a supersortuda. O que cabia em mim eu levava, o que ela não queria ela me dava. Acho que eu não comprei roupa por dois anos. A pena era que a gente não tinha o mesmo número de pé”, diverte-se.

Mas em outras casas a sorte já não era tão grande, apesar de nunca ficar com as mãos vazias. “Eu trabalhei em outra atriz que tinha muita gente na casa, ela tinha várias assistentes, muita gente. Então, cada uma escolhia um número e fazíamos um sorteio. Eles colocavam todas as roupas numa arara, todos os sapatos. Se eu fosse sorteada, na minha vez eu poderia tirar o que eu quisesse dos sapatos, das maquiagens. Teve também uma outra que colocava tudo numa cesta bem grande no escritório e quem pegasse, pegou. Quem chegasse primeiro, pegava.”



Relação das famosas com a maternidade

Thais pediu que Andreza contasse sobre o lado das famosas como mães que as pessoas muitas vezes podem até se surpreender em saber. “Uma coisa que as mães pensam que estão muito sozinhas é no sentimento de culpa em trabalhar. Culpa em deixar os filhos com a avó ou com a babá até para sair para jantar com o marido. Uma culpa de não deixar sua vida girar em torno da criança”.

Durante o bate papo, a especialista lembrou que a fama é uma escolha para os pais, mas não para os filhos. “Quando uma pessoa é famosa, ela aceitou isso, ela aceitou ser atriz, ser uma personalidade, uma modelo. Eles aceitaram o destino de ser famoso, de ser reconhecido pelo público. Mas, os filhos, não. Os filhos nascem completamente inocentes sem terem feito essas escolhas e, nisso, cai a ficha para os famosos e muitas vezes eles querem dar a chance do filho escolher”.



E fala sobre a falta da privacidade nas relações entre pais e filhos. “Muitas vezes eles querem ter só um momento na praia com o filho, aí chegam três pessoas para tirar foto ou tem paparazzi. E você não pode fazer cara feia ou cara triste, dependendo das fofocas do dia, porque eles pegam aquela foto específica que você está, sei lá, espirrando. Aí já aparece ‘fulano está chorando na praia sozinho com o filho’. E envolver os filhos eu acho que é o pior para eles”.

Em cerca de uma hora de entrevista, Andreza ainda conta sobre algumas regras impostas pela casa, os pedidos malucos que recebe por mensagens no Instagram e que não fica mais deslumbrada com todo aquele luxo.

Para ouvir o bate-papo na integra acesse: https://open.spotify.com/episode/1wU8L0Klgyb8I77ZvBlrzb?si=lpmeZNUfQxW4pmb4w3CBLw



Gostou do conteúdo? Então não esquece de ativar as notificações no sininho, no canto inferior da tela do desktop!

Aproveita e segue a gente no nosso Instagram e Facebook para ver o conteúdo que postamos por lá! <3