UNIVERSO MARVEL: A Bíblia e a Marvel

As histórias de heróis e vilões e seus superpoderes já existiam há mais de três mil anos no decorrer da evolução humana. Atualmente tanto os ateístas como religiosos que seguem alguns desses segmentos de contos que foram descritos em pedras e papiros costumam denominar todas ou quase todas estas história de mitologia. A questão é que ainda nos tempos atuais todas estas ditas mitologias são reverenciadas como doutrinas religiosas em alguma parte do planeta:

• Eslava – russos e eslavos;
• Celta – pelos celtas;
• Egípcia – Oriente Médio;
• Grega – gregos e romanos;
• Nórdica – pelos noruegueses;
• Hindu – pelos indianos;
• Cristã – aqui nos países ocidentais.



Pois bem, a Marvel fez adaptações de vários personagens dos livros considerados sagrados, destas mitologias para uns e religiões para outros, acomodando-os em seu próprio universo, somando assim a aproximadamente a 10% da totalidade de todos os personagens existentes. Porém, estas sete versões históricas, cada uma contando de sua forma a nossa possível origem, falando de civilizações e aventuras fabulosas, por incrível que pareça, não totaliza nem de perto todos os livros sagrados e reverenciados da humanidade, mas estes foram os que a Marvel se identificou.



Hoje falaremos dos personagens cristãos, começando por Yahweh, o Deus da Bíblia. Esta entidade cósmica é a fusão dos 15 Deuses Anciãos: Arquiteto, Astrônomo, Campeão, Colecionador, Contemplador, Comerciante, Corredor, Cuidadora, Ego, Explorador, Grão Mestre, Jardineiro, Magistrado, Obliterador e Professor.

EMJBSzzU4AAtf8Z.jpg-large
Yahweh (Deus da Bíblia)

Yahweh, além de criar a Terra-616, criou também a Terra-47.920 e a Terra-791.021, terras estas habitadas por aves aquáticas chamadas Duckworldians, mundo natal de Howard, o pato, criou também as primeiras pessoas do próprio pó da terra, mas muitas vezes eram tentadas e levadas ao pecado por seres que afirmam ser Satanás, que podem ou não ser Mefhisto, ou qualquer outro número de Lordes do inferno.



A cronologia dos acontecimentos entre o céu e a terra faz com que vários personagens bíblicos apareçam nas adaptações “marvianas”, como a guerra celestial: o anjo e arcanjo Zadkiel, o anjo decaído Lúcifer, entre outros. Maria de Nazaré e o menino Jesus também se misturam a vários outros personagens “marvianos”, a exemplo de Varnae, o primeiro vampiro, que se passa por um dos três reis magos, que teve como finalidade testemunhar o nascimento do menino Jesus.

f24fbf5480f05a095a1eb3f212ac2166
Zadkiel

Mas nem só de adaptações resume-se a transposição dos integrantes bíblicos para o universo da Marvel, vários outros personagens serviram de inspiração, exemplos disso são: o gigante Golias, Golias Negro e Sansão, cuja força sobre humana e seu longo cabelo diferenciado nos faz lembrar do personagem bíblico.

deus
Jesus e Thanos

Todas as fabulosas histórias tipo o dilúvio e a crucificação de Jesus de Nazaré foram recontadas pela Marvel para o público infantil a partir do início da década de 50. Sempre com a intenção de ficarmos o mais próximo da imaginação de uma criança, com o intuito de: engrandecer, imortalizar, admirar o encantador, e nunca com intenção de menosprezar ou diminuir o sagrado!

Professor Marvel



Gostou do conteúdo? Então não esquece de ativar as notificações no sininho, no canto inferior da tela do desktop!

Aproveita e segue a gente no nosso Instagram e Facebook para ver o conteúdo que postamos por lá! <3

UNIVERSO MARVEL: A Origem de tudo

Toda e qualquer existência teve ou tem uma origem, algumas mais simples outras mais complexas, e o universo da Marvel não poderia ser diferente, muito menos simples. O criador de tudo e de todos chama-se: Um Acima de Tudo. Este personagem “marviano” é simplesmente o deus da Marvel: unisciente, unipotente e unipresente, o maior, o pai, o criador de todas as Terras, planetas, sistemas, enfim todos os cosmos existentes do maior multiverso dos quadrinhos do planeta. Nada existe ou deixa de existir sem sua permissão, é disparado a maior entidade cósmica deste multiverso. Sua primeira aparição foi em 1976 em uma revista que historiou uma aventura do Doutor Estranho.

marvel-1
Um Acima de Tudo

Uma das primeiras criações de Um Acima de Tudo foi o Primeiro Firmamento: considerado como o primeiro cosmo a ser criado, esta entidade cósmica assume a responsabilidade de criar outros cosmos e raças alienígenas como seus auxiliadores, exemplo disso foram as raças dos Aspirantes e dos Celestiais. Daí, podemos afirmar que com exceção a sua própria existência, a de todos os outros cosmos e vidas existentes deste multiverso temos que agradecer ao Primeiro Firmamento.

marvel-3
Primeiro Firmamento

 



Paralelamente a esta vasta construção de tudo e de todos, Um Acima de Tudo cria a Rainha Nunca: esta entidade cósmica é a responsável direta pelo tempo e realidade, fazendo assim existir a todas as Terras relacionadas no artigo anterior, a física quântica dos gibis!

Ainda nesta empeleitada construtiva, Um Acima de Tudo dá vida a um planeta e intitula-o de Além: esta entidade assume os poderes de todo um multiverso, assumindo assim a responsabilidade de criar outros planetas com vidas e supervisioná-los, porém com as aquisições de inteligência, sensibilidades e curiosidade, passa a desviar-se da finalidade para que este fora criado.



E com a preocupação de que as coisas pudessem sair de seu controle, Um Acima de Tudo cria então sua maior entidade denominada Tribunal Vivo: um ser gigantesco de três cabeças que está sempre ciente de tudo que acontece em cada parte do multiverso, porém ele só intervém quando há um forte desequilíbrio cósmico, assumindo assim a função de juiz deste universo. Com poderes incomensuráveis, o Tribunal Vivo é capaz de mudar a realidade e a natureza dos fatos com o pensamento, não importando o local ou a época em que ele esteja ou queira mudar, estando sempre ciente do que alguém queira fazer.

marvel-2
Tribunal Vivo

 

Estas e muitas outras entidades cósmicas, abstratas e as várias raças alienígenas que aparecem nas histórias “marvianas”, bem antes da existência da formação da Terra-0 e bem antes ainda da grande explosão causada por Um Acima de Tudo que deu origem ao universo Marvel, será assunto para uma próxima aula.

Professor Marvel



Gostou do conteúdo? Então não esquece de ativar as notificações no sininho, no canto inferior da tela do desktop!

Aproveita e segue a gente no nosso Instagram e Facebook para ver o conteúdo que postamos por lá! <3

UNIVERSO MARVEL: Quadrinhos x Cinema

A Psicologia grita que o novo desperta-nos a curiosidade, porém na mesma proporção o contraditório tende a afastar-nos. A mesma coisa acontece com o estúdio Marvel e as produtoras cinematográficas que simplesmente despejam histórias de personagens “marvianos” sem nenhuma didática, explicação e satisfação! Atualmente, quatro dos dez maiores filmes de arrecadação da história são da Marvel, mas quem sabe este número pudesse atingir sete dos dez maiores filmes? Como assim? Ora, eliminando tudo aquilo que aparenta não ter nexo, pois a grande maioria dos admiradores da sétima arte não são verdadeiramente “marvetes”, logo para estes o cinema não mostra tamanha contradição, pelo vasto conhecimento da complexidade dos quadrinhos.



Vocês que tentam tornar-se fãs da Marvel, mas veem o desconhecido como barreira, preparem-se, atenham-se a este artigo, que iremos desmistificar toda esta ossatura! Vejamos, em 2006 as telonas lançam X-Men 3, onde o professor Charles Xavier é assassinado pela Fênix Negra na mesma época, já em 2017, no filme Logan, o clone de Wolverine cessa a vida do mesmo professor no ano de 2032. Cousa parecida acontece com Mística, onde até 2006 a heroína vive no mesmo longa X-Men 3, no entanto, em Fênix Negra, em uma outra história cinematográfica de 2019, a mesma morre em 1975 pelas mãos da Fênix. Incoerência? Não nos quadrinhos, o que existe neste multiverso é denominado pelos seus criadores por Espaço Temporal, é basicamente a Física Quântica dos gibis: onde todas as histórias estão inseridas em diversas Terras espalhadas em realidades paralelas, sejam estas em tempos e/ou espaços; as Terras têm nomenclaturas de intervalos que vão da Terra-0 à Terra-199.999, no entanto, todas elas têm espaços de tempo de tamanhos distintos, mas muitas com algumas distintas intersecções de tempo, diferenciando em qual das Terras aconteceu determinada história apenas pelo estilo do roteiro; a Terra mais popular dos cinemas é a Terra-616, onde, por exemplo, acontece o início das formações dos dois maiores grupos deste universo, os Vingadores e os X-Homens, este último mais popularmente conhecido na língua inglesa como X-Men, que nos quadrinhos este intervalo de tempo começa em 1961, ano em que a palavra Marvel começou a ser usada e vai até antes do início da Terceira Guerra Mundial! Pois é, aqui neste universo, a Terceira Guerra Mundial já aconteceu!

interno
Clone de Wolverine mata Charles Xavier / Filme Fênix Negra 2019 / Deadpool nos videogames

Calma, pois nem todas as Terras da Marvel são cenários de realidades paralelas, existem as chamadas Terras arquivos, exemplo disso é a Terra 13.625, onde estão reunidos todos os jogos de vídeo game do anti-herói Deadpool. As Terras servem de ambientes que abrigam 60% de todos os acontecimentos “marvianos”. Onde acontecem os 40% restantes das mais fantásticas histórias e quais os personagens responsáveis por fazerem existir todas as Terras deste imenso Espaço Temporal, será assunto para uma próxima aula.

Professor Marvel

 

Gostou do conteúdo? Então não esquece de ativar as notificações no sininho, no canto inferior da tela do desktop!

Aproveita e segue a gente no nosso Instagram e Facebook para ver o conteúdo que postamos por lá! <3

UNIVERSO MARVEL: Dos quadrinhos para a telona

Olá, caro internauta! começamos no Rota Principal, um projeto para quem é alucinado e apaixonado pelo mundo da Marvel, aqui vamos relembrar toda a trajetória da marca e personagens que marcaram nossa infância e adolescência. Iremos abordar conteúdos que fazem parte dessa franquia magnífica, aqui no ‘Universo Marvel’! E para começar, vamos voltar ao tempo, recordando de como tudo começou…



UNIVERSO MARVEL

Há pouco mais de 80 anos, especificamente em outubro de 1939, seis jovens estadunidenses reúnem-se com a finalidade de lançar a primeira revista em quadrinhos com investimento próprio e personagens criados pelos mesmos. Encabeçados pelo editor idealizador Martin Goodman, este foi seguido por outros três editores: John Leonard Goldwater, Louis Horace Silberkleit e Maurice Coyne, este último teve maior participação na parte contábil da empresa. Além de dois desenhistas criadores de heróis: Carl Burgos e Bill Everett. Começaram com dois heróis: um androide voador, conhecido por Tocha Humana, e um príncipe híbrido, denominado Namor.

universo-marvel-1
Martin Goodman – Foto: 1941 / Tocha Humana (Jim Hammond) Criador: Carl Burgos / Namor (Namor McKenzie) Criador: Bill Everett



Estamos falando da franquia Marvel, que, indubitavelmente tornou-se a mais rentável do planeta nos dias atuais.
A palavra Marvel é uma marca de dupla nacionalidade: francesa e inglesa, tendo assim o mesmo significado, em nossa língua quer dizer maravilha. Onde maravilha mesmo são todas as criações fictícias inseridas neste multiverso, sejam elas: heróis, vilões e anti-heróis. Já são mais de 5.000 criaturas que habitam esta franquia (Marvel), através de: criações, licenciamentos e adaptações.
Basicamente, a Marvel espalhou-se assustadoramente nos mais diversos mercados e segmentos da sociedade, confundindo-se com religiões, pela forma comportamental de milhões de seus seguidores. Esta franquia está distribuída da seguinte forma:

• Selos de multimídia editoriais;
• Selos gráficos;
• TV, através de contratos com emissoras, sejam estes sobre filmes, desenhos e séries;
• Cinema, utilizando inclusive vários atores consagrados de Hollywood, alavancando ainda mais os seus produtos para todo o planeta;
• Mercado de jogos eletrônicos;
• Mercado de brinquedos;
• Mercado de utensílios;
• Mercado de vestuário.



Atualmente, o complexo Marvel ficou tão gigantesco que seus idealizadores não puderam mais associar seu crescimento com a evolução dos mercados, fazendo assim a terem que redistribuir tamanha “constelação” de heróis e acompanhantes para diversos proprietários, incluindo as três maiores indústrias cinematográficas do mundo: Sony, Universal e Disney, respectivamente.
Em uma sociedade contemporânea, onde as especulações fictícias midiáticas, popularmente conhecidas como fake news, praticamente determinam os nossos representantes governamentais, acompanhar as histórias “marvianas” parece nos dar muito mais confiabilidade que estes demais universos paralelos.

Professor Marvel



Gostou do conteúdo? Então não esquece de ativar as notificações no sininho, no canto inferior da tela do desktop!

Aproveita e segue a gente no nosso Instagram e Facebook para ver o conteúdo que postamos por lá! <3

Somebody Feed Phil: a série perfeita para os amantes de gastronomia

Já pensou viajar o mundo provando comidas de vários países? E se você ainda recebesse dicas de pessoas locais dos melhores lugares e pratos? Seria um sonho, hein? Pois é assim que Phil Rosenthal viaja e compartilha experiências em sua série da Netflix, Somebody Feed Phil.

Ele é um escritor e produtor americano, que ficou conhecido pela série do começo dos anos 2000 ‘Everybody Loves Raymond‘. Na série da Netflix, que já está na segunda temporada, ele viaja o mundo provando a gastronomia local, seguindo dicas de moradores das cidades.

Muito além de apenas mostrar a gastronomia de cada destino, Phil consegue passar um pouco da atmosfera local. Muitas vezes ele também compartilha informações turísticas, sociais, arquitetônicas e históricas sobre as cidades que visita.


Captura-de-Tela-2018-07-16-às-11.18

Em suas incursões gastronômicas, ele visita os melhores e mais famosos restaurantes da cidade, mas também a barraquinha de rua com o melhor noodle de Chang Mai. Passam pela tela nomes famosos como chef Massimo Bottura, em Módena, ou o restaurante Noma, em Copenhagen, como também locais e chefs totalmente anônimos, conhecidos apenas pelos moradores das redondezas.

Outro grande atrativo da série é o próprio Phil, que é extremante simpático e distribui inúmeros sorrisos a cada episódio. Ele de fato embarca na experiência, como em Dublin, quando nada no mar gelado com um grupo que pratica o curioso esporte, ou em Buenos Aires, onde rola até aula de tango. Além da simpatia de Phil, ao final de cada episódio podemos apreciar um papo sobre a viagem via Skype dele com seus pais, que são um festival de fofura.

 

Gostou do conteúdo? Então não esquece de ativar as notificações no sininho, no canto inferior da tela do desktop!

Aproveita e segue a gente no nosso Instagram e Facebook para ver o conteúdo que postamos por lá! <3

Filmes de Harry Potter entram na Netflix após pedidos dos fãs

O ano de 2020 começou com um dos mais aguardados acontecimentos do mundo dos cinéfilos. A Netflix disponibilizou no catálogo os filmes Ordem da Fênix, Enigma do Príncipe e Relíquias da Morte partes 1 e 2, da saga Harry Potter.

Esse era um pedido antigo dos fãs, que até se tornou meme nas redes sociais. Sempre que a Netflix anunciava um lançamento, os fãs comentavam “e Harry Potter?”. O serviço de streaming sempre respondia explicando que o processo para inclusão é demorado.

Nas redes sociais, a Netflix anunciou: “um ano que começa com os 4 últimos filmes de Harry Potter disponíveis na Netflix tem tudo pra dar certo. Pode vir, 2020!”.

Mesmo após a inclusão dos filmes, ainda teve quem fosse às redes sociais reclamar da falta dos outros filmes da saga.



Olha só o que os internautas disseram:

 


 

Gostou do conteúdo? Então não esquece de ativar as notificações no sininho, no canto inferior da tela do desktop!

Aproveita e segue a gente no nosso Instagram e Facebook para ver o conteúdo que postamos por lá! <3

“A Noite Amarela” ganha prêmio de melhor diretor em festival de cinema

O filme paraibano “A Noite Amarela”, de Ramon Porto Mota, ganhou um prêmio de melhor diretor no Brooklyn Horror Film Festival, festival de cinema que aconteceu em Nova York, nos Estados Unidos. O longa estreou pela Sessão Vitrine no dia 10 de outubro e, na Paraíba, está em cartaz no Cine Bangüê, em João Pessoa. Assista aqui ao trailer.

O festival, específico para filmes do gênero horror, aconteceu entre os dias 17 e 24 de outubro, em cinemas do bairro do Brooklyn. “A Noite Amarela” foi exibido pela categoria “head trip”, para filmes que subvertem o gênero. A exibição foi no dia 20 de outubro, com a participação e debate com a produtora Mariah Benaglia e com o montador do filme Fábio Andrade. A lista dos premiados foi divulgada no sábado (26).



O filme pode ser assistido nas plataformas de vídeo sob demanda (TVOD) e, na capital paraibana, no Cine Bangüê. As sessões custam R$ 10 (inteira) e R$ 5 (meia), e acontecem nos dias 31/10 (quinta-feira), às 20h30; 6/11 (quarta-feira), às 20h30 e 10/11 (domingo), às 18h.

still-08-anoite

Estreia internacional

O filme teve sua estreia mundial no 48º Festival Internacional de Cinema de Roterdã e também foi exibido no 16º IndieLisboa, Olhar de Cinema ‘19, 14ª Mostra Cinema Conquista, 19º New Horizons IFF, 9º CineFantasy, CineBH – 13ª Mostra de Cinema de Belo Horizonte e 4º Brooklyn Horror Fest.



O filme começou como um projeto desenvolvido da primeira edição do “Núcleos Criativos” da Vermelho Profundo. Este núcleo é um edital do Fundo Setorial do Audiovisual (FSA), uma categoria específica do Fundo Nacional da Cultura destinada ao desenvolvimento da indústria audiovisual no Brasil. Para a execução do projeto, a equipe também captou recursos do Governo da Paraíba por meio do edital Linduarte Noronha, promovido pelo Fundo de Incentivo à Cultura (FIC) Augusto dos Anjos.

still-10-anoite

No elenco, estão Ana Rita Gurgel, Caio Richard, Clara de Oliveira, Felipe Espíndola, Marina Alencar, Matheus Martins e Rana Sui, com convidados como Fernando Teixeira, Cristian Verardi e Servilio de Holanda. Mais de 200 figurantes participaram do longa.

Fotos: Dvulgação



Gostou do conteúdo? Então não esquece de ativar as notificações no sininho, no canto inferior da tela do desktop!

Aproveita e segue a gente no nosso Instagram e Facebook para ver o conteúdo que postamos por lá! <3

‘Cadê Você, Bernadette?’, estreia nos cinemas em 7 de novembro

Quem nunca sentiu vontade de ligar o modo avião e dar uma pausa nas obrigações? Bernadette Fox levou essa ideia a sério e, quando sua vida começou a parecer sem rumo, ela desapareceu misteriosamente, deixando todos questionarem: ‘CADÊ VOCÊ, BERNADETTE?’.



Baseado no premiado best-seller de Maria Semple, que permaneceu na lista de mais vendidos do New York Times por quase um ano, o longa é dirigido por Richard Linklater (‘Boyhood: Da Infância à Juventude’) e estrelado pela vencedora do Oscar®, Cate Blanchett (‘Blue Jasmine’). ‘CADÊ VOCÊ, BERNADETTE?’ estreia nos cinemas brasileiros em 7 de novembro, com distribuição da Imagem Filmes.

Bernadette é uma mulher notável e uma mãe excepcional, que deixou de lado seu trabalho como arquiteta para se dedicar à vida em família. Com o passar do tempo, ela se reconhece cada vez menos como a profissional revolucionária que um dia já foi, e mais como uma dona de casa comum… tão comum, que ninguém esperava que ela jogasse tudo para o ar e desaparecesse misteriosamente de uma hora para outra.



Em entrevista ao Entertainment Weekly, Cate Blanchett explica que o filme “não é apenas sobre quão complexa e absurda a vida de Bernadette é, mas sobre a maneira frágil como ela se opõe ao mundo”. A atriz relacionou-se diretamente com a personagem desde o início e afirma que “muitas mulheres vão se identificar com a Bernadette, ela é uma pessoa que foi devorada pelo fracasso e acabou abrindo mão da sua identidade para se dedicar à educação dos filhos”.

‘CADÊ VOCÊ, BERNADETTE?’ conta ainda com Billy Crudup (‘Liga da Justiça’), Kristen Wiig (‘Mãe!’), Judy Greer (‘Homem-Formiga e a Vespa’), Laurence Fishburne (‘John Wick 3 – Parabellum’) e Troian Bellisario (‘Pretty Little Liars’) no elenco.

Por Imagem Filmes / Foto: Divulgação



Gostou do conteúdo? Então não esquece de ativar as notificações no sininho, no canto inferior da tela do desktop!

Aproveita e segue a gente no nosso Instagram e Facebook para ver o conteúdo que postamos por lá! <3

‘Invasão ao Serviço Secreto’ chega ao cinemas nacionais em novembro

Estrelado por Gerard Butler e Morgan Freeman, ‘Invasão ao Serviço Secreto’ chega com força total ao Brasil em 14 de novembro. Depois de ‘Invasão à Casa Branca’ e ‘Invasão a Londres’, que arrecadaram mais de 370 milhões de dólares, o terceiro filme da franquia já é um verdadeiro sucesso ao redor do mundo. O filme manteve-se na liderança das bilheterias dos Estados Unidos por duas semanas e, além disso, recebeu 93% de aprovação pela audiência no Rotten Tomatoes.

Procurado pelo FBI, o agente Mike Banning precisará fazer de tudo para provar a sua inocência. “Trata-se do mesmo homem, ocupando o mesmo cargo, porém a jornada desta vez é muito mais intensa e sombria”, afirma Gerard Butler. “Trabalhamos duro para não decepcionar os fãs dos dois primeiros filmes, agora você vai poder conhecer muito melhor esse personagem”. Animado com a produção, o ator ainda pontua que “assistir a este filme no cinema é uma experiência surpreendente […], toda a ação fica incrível na tela grande”. O longa é dirigido por Ric Roman Waugh (‘Sem Perdão’), e conta com roteiro assinado por Robert Mark Kamen (‘Carga Explosiva’, ‘Busca Implacável’).



‘Invasão ao Serviço Secreto’ conta ainda com Lance Reddick (‘John Wick 3: Parabellum’), Tim Blake Nelson (‘Quarteto Fantástico’), Piper Perabo (‘Se Joga, Charlie’), Nick Nolte (‘Noé’) e Danny Huston (‘Mulher-Maravilha’) no elenco.

Por Imagem Filmes / Fotos divulgação



Gostou do conteúdo? Então não esquece de ativar as notificações no sininho, no canto inferior da tela do desktop!

Aproveita e segue a gente no nosso Instagram e Facebook para ver o conteúdo que postamos por lá! <3

O Longa “Ambiente Familiar” estreia na Capital e outras 20 cidades

Após o anúncio de que o longa-metragem “Ambiente Familiar”, patrocinado pelo Edital Walfredo Rodriguez, da Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) por meio de sua Fundação Cultural (Funjope), estrearia em 20 cidades brasileiras, nesta quinta-feira (26), a produção do filme fechou uma parceria com um exibidor local e garantiu a exibição da película também em João Pessoa, em duas sessões diárias, às 17h e às 21h45, no Centerplex Mag Shopping.



O longa-metragem foi rodado nas cidades de João Pessoa, Cabedelo, Conde (Tambaba e Tabatinga), Guarabira e Bananeiras e será exibido no Rio de Janeiro, São Paulo, Brasília, Salvador, Porto Alegre, Recife, Fortaleza, Brasília, Belo Horizonte, Curitiba, Natal, Maceió, Aracaju, Campo Grande, Cuiabá, Londrina, Santos, São José dos Campos, Vitória e Ribeirão Preto.

foto-2

Primeiro longa-metragem de Torquato Joel, também autor do roteiro, “Ambiente Familiar” discute o conceito de família a partir da história de Alex, Fagnere Diógenes, três amigos que moram juntos, mas a relação entre eles vai muito além de uma mera divisão de despesas da casa. Eles forjam uma nova ordem familiar no esforço para superar os impactos vividos nas pobrezas afetivas e sociais de suas infâncias.



Com Alex Oliveira, Fagner Costa e Diógenes Duque como protagonistas, “Ambiente Familiar” tem ainda no elenco Marcélia Cartaxo, Matheus Henrique, Luiz Henrique Silva, Joaquim Lucena Viana, Zezita Matos, Kassandra Brandão, Verônica Cavalcante, Fernando Teixeira, Soia Lira e Cely Farias.

A produção executiva é Nina Rosa e Metilde Alves para a Extrato de Cinema. A direção de fotografia é de Beto Martins, a direção de som de Léo Bortolin, direção de arte, figurino e visagismo de Romero Sousa, direção de animação de João Mário T. Araújo e a montagem de Diego Benevides.

Por Juneldo Moraes / Fotos: Divulgação



Gostou do conteúdo? Então não esquece de ativar as notificações no sininho, no canto inferior da tela do desktop!

Aproveita e segue a gente no nosso Instagram e Facebook para ver o conteúdo que postamos por lá! <3