Saiba o que rola na sua cidade!

Beto Brito leva seu Imbolê para o pôr-do-sol da Casa da Pólvora neste domingo

Beto Brito

O projeto Pólvora Cultural apresenta o show de Beto Brito, artista nascido no Piauí e radicado na Paraíba, neste domingo, dia 25 de novembro, a partir das 16h30, com entrada gratuita, no Parque Cultural Casa da Pólvora, localizado na Ladeira de São Francisco, no belíssimo Centro Histórico da capital paraibana. Uma tarde imperdível com música de qualidade, em um de nossos maiores patrimônios históricos e durante um belo espetáculo da natureza.

Beto Brito é um multiartista: cantor, compositor, rabequeiro, violeiro e cordelista, autor do maior cordel do mundo – Bazófias de um Cantador Pai D’Égua – entre outros mais de quarenta cordéis, nove livros paradidáticos (tendo o Cordel como base), uma discografia de nove álbuns e um DVD realizado pela Globo Nordeste chamado Beto Brito De Viola e Rabeca. Há mais de 20 anos na estrada, sua história e sua obra estão diretamente ligadas às manifestações culturais nordestinas, que deram origem ao que ele chama de “Imbolê”, um neologismo para definir seu trabalho artístico e também título de um discos mais importantes de sua carreira.

Entre as principais parcerias musicais de Beto Brito estão grandes artistas como Zé Ramalho, Geraldo Azevedo, Caju e Castanha, Silvério Pessoa, Genival Lacerda, Antônio Barros e Cecéu, Chico César e Santana. O cantor tem músicas espalhadas por várias partes do mundo em coletâneas na Alemanha, Japão, Portugal e Espanha. No Brasil, já teve participações em importantes veículos de comunicação de massa como Jô Soares, Faustão, Fantástico, Vídeo Show, Raul Gil, Globo Rural, Jornal do Brasil, Correio Braziliense, O Globo, entre outros.



Beto Brito lançou seu último disco “Correio da Noite” em 2013 e recentemente voltou a lançar material musical inédito, partindo de um single com videoclipe da música “Louquinha Demais”.  Beto Brito voltou esse ano aos palcos após pouco mais de um ano sem fazer shows e aos estúdios após cinco anos sem lançar nenhuma novidade. Porém, segundo o artista, o intervalo foi produtivo em outros campos relacionados à música. “Desde o meu último álbum, apesar de não estar gravando música nova, pude aproveitar o tempo de intervalo entre os shows para escrever um livro, o ‘Cordel Sonoro’, e também reeditar o primeiro volume do ‘Maior Cordel do Mundo’. Além disso, também pude repensar minha carreira, estudar os instrumentos que toco e, inclusive, compor, fiz quase 50 músicas nesse período”, comenta Beto Brito.

Para falar desse show não poderia ser diferente, Beto Brito afiado como é, mandou o recado rimando:

Vai ter show nesse domingo

Eu prometo incendiar

Com martelos e galopes

Na ciranda escancarar

Já tem pólvora queimando

Vou chegar incendiando

Em um coco a beira mar

De Pandeiro Sideral

Ao Bazófias vai caber

Muito xote com baião

A caldeira vai ferver

Vai ser curto esse pavio

Vou tocar fogo no rio

Quando o sol esmorecer

A viagem vai ser boa…

Ninguém vai ficar parado

Eu garanto ter xamego

Num toré rabequiado.

O pipoco é diferente

Meu forró chega mais quente

Do que trem esmerilado

Vou levar todos os discos

Para o palco nesse dia

O Cordel e meus poemas,

Leve amor e alegria

Chegue cedo e tome conta

Lá no palco a gente apronta

Vai ter fogo a luz do dia…

 

Ouça Beto Brito

Youtube

Spotify

Deezer

iTunes

 

Redes Sociais

Facebook

Instagram

Twitter

 

Serviço

Pólvora Cultural apresenta Beto Brito

25/11 (domingo), às 16h

Entrada Gratuita

Parque Cultural Casa da Pólvora – Ladeira São Francisco, Centro Histórico

 

*Acessoria Toroh Música & Cultura

Foto destaque: Rafael Passos

 

Leia também: Banda curitibana Trombone de Frutas faz show nesta sexta no Espaço Mundo

 

Gostou do conteúdo? Então não esquece de ativar as notificações no sininho, no canto inferior da tela do desktop!

Aproveita e segue a gente no nosso Instagram e Facebook para ver o conteúdo que postamos por lá! <3

 

%d blogueiros gostam disto: