5 séries sobre crimes que vão desgraçar sua cabeça

séries sobre crimes

Sabe aquela ideia imbecil de assistir a um filme de terror à noite e depois não conseguir mais dormir? Ou ficar com as imagens na cabeça por dias? Pois bem, fizemos uma listinha pra te inspirar nesses momentos. São 5 séries sobre crimes perturbadores. Mas faça isso por sua conta e risco, e não diga que eu não avisei!



Caçador de mentes (2017)

Com o título original “Mindhunter”, Caçador de Mentes é uma série de TV norte-americana de drama policial. De autoria de Joe Penhall, a série é baseada no livro Mind Hunter: Inside the FBI’s Elite Serial Crime Unit, de John E. Douglas e Mark Olshaker. A história se passa em 1977, quando dois agentes do FBI resolvem entrevistar assassinos em série para compreender a mente desses criminosos e ajudar na resolução de outros casos.

 

Nurses who kill (2016)

Essa série documental mostra histórias reais, dramatizações e gravações policiais sobre casos de enfermeiras e enfermeiros que matam seus pacientes. Por que essas pessoas mataram quem elas deviam cuidar? Vai ser difícil se entregar aos cuidados de um enfermeiro(a) com tranquilidade por algum tempo depois de ver essa série.



Sou um assassino (2018)

A série da Netflix que estreou no início de agosto mostra depoimentos de assassinos condenados à morte nos Estados Unidos. O mais perturbador é ver a naturalidade com que os detentos falam sobre detalhes de seus crimes. Cada episódio conta a história de um detento e como o crime impactou não só a sua vida e da vítima, mas de suas famílias.

 

Real Detective (2017)

Dos criadores Scott Bailey, Petro Duszara e Alain Zaloum, a série conta a cada episódio a história de um crime e sua investigação. Os detetives que acompanharam os casos dão depoimentos sobre esses fatos que marcaram suas carreiras policiais.



Investigação Criminal (2012)

Para mim, a mais chocante de todas as séries listadas aqui. Isso porque a maioria dos casos foram acompanhados em rede nacional pela população brasileira atônita. Quem tem pelo menos vinte e poucos anos, lembra de boa parte deles. Rever os detalhes desses crimes brutais é muito chocante. Especialmente o caso do Maníaco do Parque, assassino em série que estuprava e matava mulheres em São Paulo. O crime deixou a população em pânico, enquanto a polícia não encontrava o autor dos assassinatos no Parque do Estado. Francisco de Assis foi condenado a 268 anos de prisão.

 

Leia mais –  O documentário Oceanos de Plástico vai abrir sua cabeça como um machado

 

Por Larissa Rodrigues: desenhista do @be.my.type, internacionalista e mestranda de Relações Internacionais da UEPB. Adora falar de política, espiritualidade e coisinhas que amenizam nossa experiência de vida: filmes, moda, viagens e comida!!!

 

Gostou do conteúdo? Então não esquece de ativar as notificações no sininho, no canto inferior da tela do desktop!

Aproveita e segue a gente no nosso Instagram e Facebook para ver o conteúdo que postamos por lá! <3

 

%d blogueiros gostam disto: