Orquestra Sinfônica Municipal faz concerto gratuito neste sábado em João Pessoa

A Orquestra Sinfônica Municipal de João Pessoa (OSMJP) se apresenta neste sábado (1º), às 18h, no Auditório Celso Furtado do Centro Cultural Ariano Suassuna, no IV Concerto Oficial da Temporada. A apresentação é fruto de uma parceria entre a Fundação Cultural de João Pessoa (Funjope) e o Tribunal de Contas do Estado da Paraíba (TCE-PB), através do Centro Cultural Ariano Suassuna. A entrada é gratuita.

A Orquestra Sinfônica Municipal será regida pelo maestro Laércio Diniz, seu regente titular, que vai executar obras de Alexandre Guerra (1971), compositor residente convidado para esta temporada, do italiano Niccolò Paganini (1782-1840) e do tcheco Antonín Dvorák (1841-1904) e terá como solista Raul Victor Martins, violista da OSMJP.

A primeira obra da noite será “Bugigangue no Espaço”, de Alexandre Guerra, escrita para o filme homônimo de ficção científica, escrito e dirigido por Ale McHaddo, que conta a história de aliens que fogem para a Terra e junto com terráqueos tentam resgatar o planeta deles. Trechos do longa-metragem serão exibidos durante a execução da obra.

Em seguida, a OSMJP executa a “Sonata per La Grand Viola e Orquestra op. 35”, de Niccolò Paganini, uma peça virtuosística escrita em um único movimento, que mostra toda a potencialidade técnica e sonora da viola como instrumento solista, e terá a participação do violista Raul Victor Martins como solista.

Para encerrar o programa da noite, a OSMJP executa a “Sinfonia nº 9 em Mi menor, Op. 95”, de Antonín Dvorák, conhecida como “Sinfonia do Novo Mundo”. A obra foi composta em 1893, quando Dvorak estava nos Estados Unidos. É a sinfonia mais conhecida do autor tcheco. A obra estreou em dezembro de 1893,



 O regente – Maestro e diretor artístico da Orquestra Sinfônica Municipal de João Pessoa (OSMJP) e da Orquestra Filarmônica do Brasil (Fibra), Laércio Sinhorelli Diniz estudou violino na Escola Superior de Música de Colônia (Alemanha). No Brasil teve como mestres de regência Roberto Tibiriçá e Isaak Karabchewsky. Gravou com a New Netherlands Orchestra, com a orquestra Alemã “Das Freie Orchestra Berlin” e com a “Lithuanian National Symphony Orchestra (LNSO)”. É diretor artístico do Festival Internacional de Música Clássica de João Pessoa.

 

Os convidados – Alexandre Guerra é compositor, membro da WSA (World Soundtrack Academy), formou-se bacharel em composição para cinema na faculdade Berklee College of Music. No Brasil, estudou harmonia e composição com Hans Koelheuter – nome importante da vida musical brasileira durante o século XX. Suas composições vêm sendo executadas por importantes orquestras e intérpretes dentro e fora do Brasil. Lançou mais de dez discos e em 2018 foi comissionado para compor a peça que celebra os 30 anos da Orquestra Sinfônica de Santo André.

Raul Victor Martins – Natural de Recife, Raul Victor Martins começou os estudos musicais aos dez anos no projeto social Orquestra Criança Cidadã, com o qual fez uma turnê na Europa e em outros estados do Brasil. É professor de viola e violino no Projeto de Ação Social pela Música de João Pessoa (ASMJP), integra a Orquestra Sinfônica da Paraíba (OSPB), Orquestra Sinfônica Municipal de João Pessoa (OSMJP) e cursa o bacharelado em viola na Universidade Federal da Paraíba (UFPB), sob orientação do professor Ulisses Carvalho.

Juneldo Moraes / Secom-JP

 

Gostou do conteúdo? Então não esquece de ativar as notificações no sininho, no canto inferior da tela do desktop!

Aproveita e segue a gente no nosso Instagram e Facebook para ver o conteúdo que postamos por lá! <3

 

‘Os filhos de Jackson’ se apresentam na Feirinha de Tambaú neste sábado

A banda alagoa-grandense ‘Os filhos de Jackson’ será a atração deste sábado (1º) do projeto Forró na Feira, que acontece na Feirinha de Tambaú a partir das 19h30. O projeto é realizado pela Fundação Cultural de João Pessoa (Funjope) e Secretaria de Desenvolvimento Urbano (Sedurb), em parceria com o Fórum Forró de Raiz. A entrada e gratuita.

‘Os filhos de Jackson’  irá se apresentar pela primeira vez no projeto e promete animar a Feirinha de Tambaú. No repertório trarão músicas do renomado cantor Jackson do Pandeiro e de alguns dos seus seguidores, como Elba Ramalho, Chico César, Santana, Dominguinhos, entre outros. “É um repertório preparado para levar o público ao delírio musical, convencendo a todos de que o São João na Capital e na Paraíba é a melhor festa do mundo”, afirma entusiasmado o vocalista Anderson Mendes.

O grupo musical nasceu em 2011 e é formado pelos experientes músicos Júnior Sanfoneiro (sanfona), Anderson Mendes (triângulo e voz) e Antônio Caé (zabumba). Em cerca de duas horas de apresentação, o grupo trará músicas consagradas, sobretudo da MPB nordestina.



Forró na Feira – O projeto foi lançado no final de 2017 e leva atrações gratuitas para a população na Feirinha de Tambaú, incentivando o trabalho de artistas locais e fomentando a cultura regional. Além disso, é uma atração a mais para turistas que visitam a Capital.

Dayana Nóbrega / Secom-JP

 

Gostou do conteúdo? Então não esquece de ativar as notificações no sininho, no canto inferior da tela do desktop!

Aproveita e segue a gente no nosso Instagram e Facebook para ver o conteúdo que postamos por lá! <3

 

Sabadinho Bom terá forró em homenagem a Jackson do Pandeiro

O forró toma conta da Praça Rio Branco neste sábado (1º), com show da banda Forró de Cabo a Rabo, a partir das 12h30, abrindo o Sabadinho Bom especial de junho, que integra a programação do “São João do Jeito do Gente”. O Sabadinho Bom é realizado pela Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) por meio de sua Fundação Cultural (Funjope) e faz parte do AnimaCentro. O show é gratuito.

No show deste sábado, a banda inicia sua turnê junina, com uma homenagem a Jackson do Pandeiro, pelo centenário do músico paraibano, e aos 3 do Nordeste pelos 50 anos de música. No repertório, canções como ‘Cumadre Sebastiana’ (Jackson do Pandeiro), ‘Amor com café’ (Os 3 do Nordeste) e ‘Lápis de cor’ (Santanna) dentre outras, além de recitação de versos e poemas populares.

Fundada há 12 anos, influenciada por Luiz Gonzaga, Dominguinhos, Flavio José e outros nomes da música nordestina, a banda também resgata canções da MPB e do pop colocando-as no ritmo do forro pé de serra. A formação atual conta com Tony Souza (violão e voz), Alexandre Magno (bateria), Cacau (Acordeom), Jô Bezerra (guitarra), Wanderley (baixo) e Claudênio Freires (zabumba).

A banda Forró de Cabo a Rabo tem um disco gravado, “Pé de Serra e Poesia”. Esse trabalho, disponibilizado apenas nas plataformas digitais, traz com uma música autoral ‘Coração teimoso’ e releituras de clássicos do forró de raiz. O grupo está preparando um trabalho autoral que será lançado no próximo ano.



São João do Jeito da Gente – Este ano o São João da Capital homenageia o Centenário de Jackson do Pandeiro e conta com uma programação diversificada, com o Festival de Quadrilha Juninas, shows na Praça Rio Branco (Sabadinho Bom), Feirinha de Tambaú (Forró na Feira), Centro Cultural Casa da Pólvora (Pólvora Cultural), Arraiá da Economia Criativa (Cecaf) e no Ponto de Cem Réis, que receberá Assisão, Dejinha de Monteiro, Kátia Cilene, Waldonys e Jorge de Altinho, entre outros artistas, nos dias 22, 23 e 24 de junho.

 

O projeto – O Sabadinho Bom faz parte do AnimaCentro, que tem como objetivo ocupar os espaços históricos revitalizados pela atual gestão com uma programação cultural diversificada no Parque da Lagoa, Praça da Independência, Hotel Globo, Praça Rio Branco, Pavilhão do Chá, Centro Cultural Casa da Pólvora, Villa Sanhauá, Galeria Casarão 34 e Praça Antenor Navarro.

Juneldo Moraes /Secom-JP

 

Gostou do conteúdo? Então não esquece de ativar as notificações no sininho, no canto inferior da tela do desktop!

Aproveita e segue a gente no nosso Instagram e Facebook para ver o conteúdo que postamos por lá! <3

 

Cinépolis do Manaíra Shopping exibirá final da Champions League 2019

Prepare-se para um roteiro digno dos melhores estúdios de cinema do mundo. É que no dia 01 de junho, às 15h15, acontece um dos jogos mais esperados do ano: a final da UEFA Champions League 2019. A Cinépolis Brasil, maior operadora de cinemas da América Latina e segunda maior do mundo em ingressos vendidos, não poderia ficar de fora dessa; e vai exibir ao vivo a final em 34 complexos de sua rede e o Manaíra Shopping está entre eles.

Com transmissão produzida especialmente para os cinemas, o público poderá acompanhar o espetáculo em uma tela gigante com alta definição e narração e comentários exclusivos para esta plataforma. Junte-se ao resto do mundo e venha ver os melhores em campo!

Os ingressos já podem ser adquiridos na pré-venda nas bilheterias da rede Cinépolis, onde o jogo será exibido, ou pelo link. Os valores variam de R$ 80,00 para a Sala VIP (R$ 40,00 meia-entrada) e R$ 60,00 para Sala Tradicional (R$ 30,00 meia-entrada). A sessão ocorrerá no Cinépólis do Manaíra Shopping, na sala 8.

Os ingressos podem ser adquiridos aqui!

 



*TZM Entretenimento assessoria de imprensa

Foto destaque: Pixabay

 

Leia mais: Crítica: Vingadores Ultimato traz um desfecho mediano para a obra final

 

Gostou do conteúdo? Então não esquece de ativar as notificações no sininho, no canto inferior da tela do desktop!

Aproveita e segue a gente no nosso Instagram e Facebook para ver o conteúdo que postamos por lá! <3

 

Mistura de rock e viola caipira é atração no Hotel Globo nesta sexta

A mistura do rock, da viola caipira e do som instrumental brasileiro chega à programação do AnimaCentro nesta sexta-feira (31). A partir das 16h30, durante o pôr do Sol no Hotel Globo, no Centro Histórico da capital, o grupo ‘Moda de Rock’ traz músicas de qualidade gratuitamente. A iniciativa é da Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP), por meio de sua Fundação Cultural (Funjope).

O grupo, que é formado pelos violeiros Ricardo Vignini e Zé Helder, faz uma mistura dos ritmos, trazendo o rock para o ambiente da música caipira, alinhando ao som instrumental brasileiro, gerando uma parceria harmoniosa entre o metal e o acústico. “Estamos muito felizes de poder levar pela primeira vez a João Pessoa o show da ‘Moda de Rock’, um espetáculo de sucesso que já passou por diversas regiões do Brasil, México, EUA, Canadá e Argentina, mostrando o potencial da viola caipira”, disse o músico Ricardo Vignini.

A dupla traz para o show as músicas dos três álbuns do grupo, entre elas Master of Puppets, Kashmir e Aces High. Durante a carreira da ‘Moda de Rock’, foram lançados três álbuns e foi gravado um DVD, que contou com participações dos guitarristas Pepeu Gomes, Kiko Loureiro e do grupo ‘Os Favoritos da Catira’.

O projeto ‘Moda de Rock’ nasceu quase como uma brincadeira. Em 2007, os dois violeiros, também professores, resolveram mostrar o potencial do instrumento para os alunos e ao mesmo tempo reviver a trilha sonora da sua adolescência.

Rômulo Teodorico / Secom-JP



Gostou do conteúdo? Então não esquece de ativar as notificações no sininho, no canto inferior da tela do desktop!

Aproveita e segue a gente no nosso Instagram e Facebook para ver o conteúdo que postamos por lá! <3

 

Cine Banguê exibe ‘A sombra do pai’ e ‘A parte do mundo que me pertence’

A nova programação do Cine Banguê da Fundação Espaço Cultural da Paraíba (Funesc), em João Pessoa, estreia nesta quinta-feira (30), com destaque para dois filmes nacionais: ‘A sombra do pai’ e ‘A parte do mundo que me pertence’. Permanece em cartaz outro longa-metragem brasileiro: ‘Mormaço’. Os ingressos custam R$ 10 (inteira) e R$ 5 (meia).

 

‘A sombra do pai’ é um longa de ficção, com direção de Gabriela Amaral Almeida. Com 89 minutos de duração, elenco conta com Nina Medeiros, Julio Machado, Luciana Paes e Rafael Raposo. Classificação indicativa: 16 anos.

Sinopse – O filme conta a história de um pai e uma filha que não conseguem se comunicar. Órfã de mãe, Dalva (9 anos) vê o seu pai, o pedreiro Jorge, ser consumido pela tristeza após perder o melhor amigo. Dalva acredita ter poderes sobrenaturais e ser capaz de trazer a mãe de volta à vida.

À medida que Jorge se torna mais ausente – e eventualmente perigoso –, resta a Dalva a esperança de que sim, sua mãe há de voltar. O drama se desenvolve em torno dessa ausência, desta dor e desta expectativa.

Já ‘A parte do mundo que me pertence’ é um documentário com 84 minutos de duração, sob direção de Marcos Pimentel. Pelas ruas de Belo Horizonte, o cineasta mineiro Marcos Pimentel só tem um objetivo: descobrir quais são os sonhos das pessoas que passam por ele.

Entre uma menina com síndrome de Down que deseja se tornar bailarina e um trabalhador que quer reformar a própria casa, o diretor revela o quanto um sonho é importante para a vida das pessoas. Classificação indicativa: 14 anos.

 

Permanece em cartaz o filme ‘Mormaço’, de Marina Meliande. Estão no elenco desse drama nacional Marina Provenzzano, Pedro Gracindo, Diego de Abreu, Analu Prestes, Igor Angelkorte, Sandra Souza e Jéssica Barbosa. Duração é de 94 minutos. Já a classificação indicativa, 14 anos.

A sinopse é a seguinte: Rio de Janeiro, 2016. O verão mais quente da história. A cidade está se preparando para os Jogos Olímpicos. Ana, uma defensora pública de 32 anos, trabalha na defesa de uma comunidade ameaçada de remoção pelas obras do Parque Olímpico.

Enquanto isso, misteriosas manchas roxas, similares a fungos, aparecem em seu corpo. Coisas estranhas começam a acontecer na cidade e no corpo de Ana. A temperatura sobe, criando uma atmosfera úmida e sufocante. O mormaço acumula, abrindo caminho para uma forte chuva.



capas-filmes

Festival do Minuto – Entre os dias 6 e 9 de junho, a programação exibirá filmes do Festival do Minuto, com entrada é gratuita. No dia 6, a partir das 19h, poderão ser vistos trabalhos do Melhores Minutos 2017 e 2018.

Já no sábado, dia 8, as exibições serão às 16h, com entrada gratuita. Fechando o Festival, filmes terão exibição no domingo, dia 9, a partir das 16h. Nos três dias, as sessões terão 30 minutos (Mostra Melhores Minutos 2018) e 49 minutos (Mostra Melhores Minutos 2017). Classificação indicativa é de 10 anos.

 

Programação

30/05 (Quinta-feira)

19h: A sombra do pai

 

01/06 (Sábado)

16h: A parte do mundo que me pertence

18h: Mormaço

02/06 (Domingo)

16h: Mormaço

18h: A sombra do pai

 

03/06 (Segunda-feira)

19h: A parte do mundo que me pertence

 

04/06 (Terça-feira)

19h: Mormaço

 

05/06 (Quarta-feira)

19h: A sombra do pai

 

06/06 (Quinta-feira)

19h: Festival do Minuto – Melhores Minutos 2017 e 2018 (Gratuito)

 

08/06 (Sábado)

16h: Festival do Minuto – Melhores Minutos 2017 e 2018 (Gratuito)

18h: A sombra do pai

 

09/06 (Domingo)

16h: Festival do Minuto – Melhores Minutos 2017 e 2018 (Gratuito)

18h: Mormaço

 

10/06 (Segunda-feira)

19h: A sombra do pai

 

11/06 (Terça-feira)

19h: A parte do mundo que me pertence

 

12/06 (Quarta-feira)

19h: Mormaço



Gostou do conteúdo? Então não esquece de ativar as notificações no sininho, no canto inferior da tela do desktop!

Aproveita e segue a gente no nosso Instagram e Facebook para ver o conteúdo que postamos por lá! <3

 

 

Espaço Mundo tem jazz nesta quinta e público decide quanto pagar pelo show

Para fechar o mês de maio com chave de outro, nesta quinta (30), a partir das 20h, o Centro Cultural Espaço Mundo convida para curtir um super show de jazz com o grupo Freetozz 4tet, formado por músicos experientes, tocando um repertório incrível e realizando jams sessions com improvisações memoráveis. A apresentação acontece pelo projeto “Quanto Vale o Show?”, no qual o público decide de forma livre e consciente quanto pagar.

Freetozz 4tet é um quarteto criado no ano de 2017 voltado para o instrumental híbrido, misturando elementos da música universal e psicodelia, tendo o Jazz como tempero para as mais diversas experimentações. O grupo é formado por Rodrigo Marques (Sax Tenor, Sax Alto e Flauta), Uirá Garcia (Guitarra/synth), Max Mozart (Baixo) e Rodrigo Amaral (Bateria).

O Centro Cultural Espaço Mundo abre de quinta a sábado a partir das 17h sempre com promoções de bebidas e petiscos para um happy hour perfeito. Confira a programação de eventos que acontecem toda semana através do perfil da casa nas redes sociais facebook e instagram @espacomundo.

Foto destaque: Kant Rafael



Gostou do conteúdo? Então não esquece de ativar as notificações no sininho, no canto inferior da tela do desktop!

Aproveita e segue a gente no nosso Instagram e Facebook para ver o conteúdo que postamos por lá! <3

 

Lançamento de livro nesta quinta terá participação do compositor Jarbas Mariz

O escritor Bento Araujo lança, nesta quinta-feira (30), às 19h, os livros ‘Lindo Sonho Delirante’, vol. 1 e 2. A obra fala sobre a música psicodélica e audaciosa do Brasil. O evento, que acontece na Sala de Concertos Maestro José Siqueira, do Espaço Cultural José Lins do Rego, em João Pessoa, tem participação especial do compositor Jarbas Mariz. O acesso é gratuito.

O período de 1968 a 1985 foi um dos mais incríveis e inspirados da música psicodélica e audaciosa brasileira. Bento Araujo, autor dos livros Lindo Sonho Delirante: 100 discos psicodélicos do Brasil (1968-1975) e Lindo Sonho Delirante vol. 2: 100 discos audaciosos do Brasil (1976-1985), vai apresentar as origens deste gênero musical no país, suas obras fonográficas fundamentais e as trajetórias de artistas e bandas que expandiram a mente em nome da arte, em plena repressão militar e de extremo preconceito social. Na ocasião, o autor irá celebrar e relembrar curiosidades sobre discos icônicos de artistas paraibanos como Zé Ramalho, Jarbas Mariz, Cátia de França, Hugo Filho e Fernando Falcão.



lançamento-de-livro-2

O autor – Bento Araújo é escritor, jornalista, pesquisador e colecionador de discos. Começou tocando em bandas e trabalhando em lojas de discos, até fundar a Poeira Zine, uma publicação impressa e independente sobre música, dedicada especialmente aos colecionadores de discos.

Seus textos, ensaios e entrevistas foram publicados nos jornais O Estado de São Paulo e Folha de São Paulo, e nas revistas Bizz, Rolling Stone, Record Collector (UK) e Shindig! (UK) entre outras. Como palestrante, mediador e curador, participa de eventos pelo Brasil e pelo mundo.

Seu livro Lindo Sonho Delirante: 100 discos psicodélicos do Brasil (1968-1975), publicado em português e em inglês, foi vendido em mais de 40 países. Em 2018, foi convidado pelas embaixadas do Brasil em Londres e Paris para lançar seu livro nessas cidades. Ele nasceu, cresceu e continua vivendo em São Paulo.

Fonte: Secom-PB

 

Gostou do conteúdo? Então não esquece de ativar as notificações no sininho, no canto inferior da tela do desktop!

Aproveita e segue a gente no nosso Instagram e Facebook para ver o conteúdo que postamos por lá! <3

 

 

Centro Turístico de Tambaú terá arraial para lançamento das festas juninas

Prefeituras de 27 cidades paraibanas transformarão o Centro Turístico de Tambaú, em João Pessoa, em um verdadeiro arraial junino nesta quinta-feira (30) para o lançamento da programação dos festejos de São João. O evento será promovido pela nona vez consecutiva pela Empresa Paraibana de Turismo (PBTur) como forma de ampliar a divulgação dos principais festejos do período. A partir das 16h, as pessoas já podem começar a ouvir o som de trios tocando o genuíno forró pé de serra.

Esse ano, quando está sendo comemorado o centenário de nascimento de Jackson do Pandeiro, com justiça, a maioria das festas irá prestar homenagens a um ícone da música popular brasileira, a exemplo de Cabaceiras, que terá um pandeiro com couro de bode na entrada da festa, assim como realizará recitais em homenagem ao artista, com o lançamento de um selo postal e um cordel que contará a sua história.

Durante o lançamento, haverá uma série de apresentações culturais, que reunirão quadrilhas juninas, coco de roda e trio pé de serra. O evento será em formato de uma quermesse, com cada município ocupando uma barraquinha com todo o material institucional de divulgação, com exposição de produtos de artesanato e degustação de comidas e bebidas típicas.



Programação cultural

Município                              Atração

 

Belém                         –         Forrozão Xanegar (Trio pé de serra e dança)

Mamanguape              –         Quadrilha Jóia Rara

Queimadas                  –         Coco de roda Mestre Zé Zuca

Bananeiras                  –          Serras de Bananeiras

Cacimba de Dentro    –          Junina Filhos do Sertão

Araruna                      –          Tradição da terra

Soledade                    –           Grupo Nordestino Dance’art

Duas Estradas            –           Grupo folclórico

 

Cidades confirmadas: Araruna, Cabedelo, Bananeiras, Belém, Borborema, Cabaceiras, Caiçara, Cacimba de Dentro, Conde (virá com quatro comunidades de artesanato e culinária), Duas Estradas (virá em conjunto com Serra da Raiz, Lagoa de Dentro, Pedro Régis e Jacarú), Gurjão, João Pessoa, Lucena, Mamanguape, Queimadas, Serraria, Solânea, Soledade e Sousa.

Fonte: Secom/PB

 

Gostou do conteúdo? Então não esquece de ativar as notificações no sininho, no canto inferior da tela do desktop!

Aproveita e segue a gente no nosso Instagram e Facebook para ver o conteúdo que postamos por lá! <3

 

Ian Abé e Mariah Benaglia debatem produção audiovisual no Hotel Globo

Mais uma rodada de conversa sobre a produção audiovisual da capital acontece neste sábado (25), às 15h30, no Hotel Globo, desta vez com o diretor Ian Abé e a produtora criativa Mariah Benaglia. O bate-papo é parte do projeto “Encontros com o Cinema Paraibano”, realizado pela Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) por meio de sua Fundação Cultural (Funjope). O evento é gratuito e integra a programação do AnimaCentro.

O projeto “Encontros com o Cinema Paraibano” reúne os realizadores selecionados na última edição do Edital Walfredo Rodriguez de fomento ao audiovisual pessoense para falar sobre a produção cinematográfica, seus projetos e processos criativos, abrindo espaço para o diálogo entre os realizadores do município de João Pessoa com a sua população.

Os “Encontros com o Cinema Paraibano” acontecem sempre nas tardes de sábado, no Hotel Globo, e têm atraído um bom público. Segundo o chefe da Divisão de Audiovisual da Funjope, Paulo Roberto, muita gente tem comparecido aos eventos para dialogar com os realizadores sobre a produção audiovisual local.

“Além de promover esse diálogo com os selecionados no edital Walfredo Rodriguez, um dos nossos objetivos era trazer pessoas que não necessariamente são do movimento audiovisual para trocar ideias sobre nossa produção e é muito bom ver que o público tem correspondido às nossas expectativas”, disse Paulo Roberto.



Os convidados – Ian Abé é formado em Arte e Mídia pela Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), com especialização na área de Cinema e Vídeo. Desenvolveu o curta-metragem de ficção “Cova Aberta” como projeto final do curso. Foi membro dos cineclubes Machado Bittencourt e Mário Peixoto. Trabalhou como editor de Imagens e articulista do Jornal A Margem, da UEPB. É sócio fundador da empresa Vermelho Profundo. Foi selecionado no edital Walfredo Rodriguez com o longa-metragem “O braço”.

Mariah Benaglia é formada em Comunicação Social, com habilitação em Relações Públicas, pela Universidade Federal Paraíba (UFPB). Trabalha nas áreas de produção e gestão de projetos culturais desde 2006. Participou como produtora, diretora e atriz em dezenas de produções audiovisuais paraibanas. Integra a equipe de produção e curadoria do Tintin Cineclube e a Associação Brasileira de Documentaristas – Secção Paraíba (ABD-PB).

 

O projeto – O AnimaCentro tem como objetivo ocupar os espaços históricos revitalizados pela atual gestão com uma programação cultural diversificada no Parque da Lagoa, Praça da Independência, Hotel Globo, Praça Rio Branco, Pavilhão do Chá, Centro Cultural Casa da Pólvora, Villa Sanhauá, Galeria Casarão 34 e Praça Antenor Navarro.

Juneldo Moraes/Secom-JP

Foto: divulgação

 

Gostou do conteúdo? Então não esquece de ativar as notificações no sininho, no canto inferior da tela do desktop!

Aproveita e segue a gente no nosso Instagram e Facebook para ver o conteúdo que postamos por lá! <3