5 motivos para você assistir ao filme Questão de Tempo

Questão de Tempo é uma comédia romântica que não segue exatamente as fórmulas que estamos acostumados a ver na maioria dos filmes deste gênero. Basicamente a história gira em torno de Tim, um jovem de vinte e um anos que descobre através do pai que assim como todos os homens da família, ele pode viajar no tempo. Após o fracasso da festa de réveillon catastrófica, ele resolve pôr em prática o recente segredo e é aconselhado pelo pai para fazer coisas que realmente tenham um real significado, e então ele resolve ir à procura de uma namorada.

Logo no começo do filme o protagonista nos apresenta a família, as características e quais são os costumes familiares, a paixão de verão malsucedida, sua ida a Londres para trabalhar em advocacia, indo morar com um dramaturgo amigo de seu pai e continuando na busca de encontrar alguém. Até que numa noite em um encontro às cegas ele encontra Mary, que aparenta ser perfeita, mas ao mesmo tempo vai ser difícil conseguir fazer dar certo. Se você ainda não se deu por convencido (a) em assistir ao filme através desta pequena sinopse, iremos te dar cinco motivos para lhe convencer do contrário.



Roteiro

Um dos pontos principais para um filme ser considerado bom é através do roteiro. Esse é um dos principais fatores para ele ser bem-sucedido como um todo. Por se passar na Inglaterra, e não ter situações clássicas de romances americanos, isso contribui muito para o bom funcionamento dos diálogos entre os personagens presentes no longa. Categoriza-lo como uma comédia romântica pode parecer que a história que seria abordada seguiria um caminho previsível e sem camadas, mas é exatamente aí que o filme tem o diferencial. Sim, ele é um romance, porém não brinca com o espectador colocando os personagens em situações clichês ou óbvias demais, ou colocando em dúvida se eles vão ficar juntos no final ou não. Aqui temos um romance da vida real sem grandes dramas melosos que estamos acostumados em ver na maioria das vezes. É apresentada a evolução de um relacionamento com duas pessoas que se amam, colocadas em situações um pouco anormais devido a viagem no tempo de Tim, mas que tem que lidar com problemas da vida adulta. O humor britânico sarcástico acaba sendo um diferencial acrescentando um ponto a mais para o enredo. O tempo em si é o grande protagonista da obra, nos fazendo se perguntar o que faríamos se tivéssemos a mesma habilidade que o jovem Tim, e no final do filme ele nos dá a resposta que  deve ser levada como um mantra para a maioria das pessoas que vivem no ócio.

about-time-3.3

 

Fotografia

Ambientado em Londres e em Cornwall, o longa nos apresenta uma fotografia simples e ao mesmo tempo muito característica com a história. Com tons pastéis é transmitida uma leveza da atmosfera apresentada no filme que condiz muito com a essência dos personagens e os estilos de cada um. As cenas diurnas são muito bem iluminadas, transparecendo leveza e serenidade. Em contrapartida, as cenas noturnas passam o sentimento cosmopolita da vida urbana na cidade.

 

Trilha sonora

A trilha sonora do filme é incrível! Logo de cara temos ‘Mr. Brightside’, do The Killers, grande hino do início dos anos 2000 na Inglaterra do indie rock. Whitney Houston com a clássica ‘I Will Always Love You’, Amy Winehouse com ‘Back To Black’, The Cure com ‘Friday I’m in Love’, Jimmy Fontana com ‘II Mondo’, que é pano de fundo de uma das cenas mais legais do filme, Nick Cave and The Bad Seeds com ‘Into my Arms’, além de outras bandas/ cantores que não são conhecidos pela grande maioria, mas que têm ótimas músicas. Recomendo você ir atrás da trilha sonora do filme após assisti-lo!

about-time-2.2

 

Elenco

O elenco desse filme é primoroso, na verdade é perfeito! A química entre o casal principal é extremamente verdadeira, você consegue facilmente ter empatia, assim como todo o resto do elenco que tem alguma característica engraçada do jeito de ser de cada um. O roteiro colabora bastante para as diversas situações que cada um passa, principalmente quando o tom do filme muda e acaba tendo essas oscilações de acontecimentos ao longo da narrativa.

 

Direção

O diretor e roteirista do longa é o Richard Curtis, responsável por filmes clássicos de romance como ‘Simplesmente Amor’,  ‘Um Lugar Chamado Nothing Hill’, ‘Mamma mia Here We Go Again’, ‘ Quatro Casamentos e um Funeral’, então é notório que ele sabe fazer comedias românticas leves e que fazem com que as pessoas se identifiquem. Através dos filmes, consegue-se ver que ele cumpre a função artística em criar um antídoto para as crises existenciais do público que busca conforto na arte.

*Isabelle Vasconcelos/Estagiária sob supervisão   

Fotos: divulgação

 

Leia também: Documentários sobre música para assistir na Netflix

 

Gostou do conteúdo? Então não esquece de ativar as notificações no sininho, no canto inferior da tela do desktop!

Aproveita e segue a gente no nosso Instagram e Facebook para ver o conteúdo que postamos por lá! <3

 

 

Grupo Swing Nordestino se apresenta gratuitamente na Feirinha de Tambaú

A Feirinha de Tambaú será palco de mais uma atração de forró e opção de lazer gratuita para a população da Capital e os turistas que visitam a cidade neste fim de semana. Isso porque o projeto ‘Forró na Feira’ leva apresentação do ‘Swing Nordestino’ ao local. A partir das 20h, o grupo promete trazer muito forró tradicional, com um repertório pautado nos grandes nomes da música nordestina. O ‘Forró na Feira’ é uma realização da Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP), por meio da sua Fundação Cultural (Funjope) e Secretaria de Desenvolvimento Urbano (Sedurb), com apoio do Fórum Forró de Raiz.

Neste mês de novembro, o projeto completou um ano de atuação na Capital e todo sábado tem levado um grupo de forró diferente para se apresentar gratuitamente na Feirinha. “Ficamos satisfeitos com a consolidação do ‘Forró na Feira’ que hoje, além de ser mais uma opção de lazer para os moradores da Capital, incentiva também a cultura regional e valoriza o trabalho dos nossos artistas, que até então só eram valorizados no período junino”, destaca Maurício Burity, diretor executivo da Funjope.

Neste sábado (24), o grupo Swing Nordestino promete trazer em seu repertório os clássicos da autêntica música nordestina, com sucessos de Luiz Gonzaga, Trio Nordestino, Jackson do Pandeiro, Os Três do Nordeste, entre outros grandes nomes da música regional. Com mais de 30 anos na estrada, o grupo é composto por Ailton (vocal e triângulo), Josimar (sanfona), Netinho (baixo) e Reginaldo (zabumba).



Serviço:

Forró na Feira – 24.11.18

Local: Feirinha de Tambaú

Hora: 20h

Apresentação Gratuita

 

*Andrezza Carla/Secom-JP

Foto: divulgação

 

Gostou do conteúdo? Então não esquece de ativar as notificações no sininho, no canto inferior da tela do desktop!

Aproveita e segue a gente no nosso Instagram e Facebook para ver o conteúdo que postamos por lá! <3

 

Parque da Lagoa recebe grupo Mangai com o espetáculo ‘O Dragão de Macaparana’

Tem dragão no sertão? O projeto AnimaCentro, que acontece também no Parque da Lagoa Solon de Lucena, no Centro da Capital, traz o grupo de Teatro Mangai, que mostra a existência do animal. O espetáculo “O Dragão de Macaparana” mostra a aparição do bicho na cidade de Macaparana, em Pernambuco. A apresentação acontece neste domingo (25), a partir das 16h. A iniciativa é da Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP), por meio de sua Fundação Cultural (Funjope).

A trama do espetáculo aborda a fuga de uma trupe de teatro e a sua chegada na cidade de Macaparana, dominada pelo ex-cangaceiro João Babal, que é pai de 21 filhas, sendo que a única solteira é a Tetinha, a filha mais nova. O dono de uma trupe de artistas, o Valdinho, apaixona-se pela moça, que já está prometida em casamento e tem o sonho de ir embora da cidade para se tornar uma artista. O Dragão do enredo é um caso inesperado.

Os atores Eliane Vieira (Burlúvio), Geóstenys Melo (Zé Babal), Járdson Álex (Tonthico), Márcio Silva (Valdinho) e Mô Ferreira (Tetinha) entram em cena dando cores ao sertão, com influências do cordel e dos folguedos nordestinos. “O Dragão de Macaparana” traz em sua encenação uma comédia de fácil acesso, por se tratar de uma linguagem popular e de um espetáculo de rua. A direção é de Geóstenys Melo.



AnimaCentro – O Centro Histórico da Capital ganhou destaque na gestão. Eleita pela Unesco como Cidade Criativa, João Pessoa conta com uma programação permanente de ocupação cultural do Centro Histórico, o AnimaCentro. Este é o maior projeto de intervenção cultural já realizado, unindo revitalização e dando sentido à ocupação da área central da Capital.

 

Serviço

Apresentação do espetáculo “O Dragão de Macaparana” do grupo Mangai

Local: Parque da Lagoa Solon de Lucena

Dia: Domingo (25)

Hora: A partir das 16h

Classificação indicativa: Livre

Evento gratuito

 

*Rômulo Teodorico/Secom-JP

Foto: Rafael Passos

 

Leia Também: A cantora Meire Lima faz show na Praça Rio Branco no Sabadinho Bom

 

Gostou do conteúdo? Então não esquece de ativar as notificações no sininho, no canto inferior da tela do desktop!

Aproveita e segue a gente no nosso Instagram e Facebook para ver o conteúdo que postamos por lá! <3

 

 

A cantora Meire Lima faz show na Praça Rio Branco no Sabadinho Bom

A cantora Meire Lima se apresenta neste sábado (24), a partir das 12h30, na Praça Rio Branco, na programação do Sabadinho Bom. Na ocasião, a Secretaria Extraordinária de Políticas Públicas para as Mulheres (SEPPM) vai fazer uma intervenção que integra a programação dos ‘16 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência Contra as Mulheres’. O Sabadinho Bom é realizado pela Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP), por meio de sua Fundação Cultural (Funjope) e faz parte do AnimaCentro.

Para o show deste sábado, Meire preparou um repertório diversificado. “Na verdade, o samba é o principal. Vamos passear por obras de grandes nomes que fizeram belas canções”, disse a cantora, destacando nomes como Dolores Duran, Pixinguinha, Benito Di Paula, Caetano Veloso, Gilberto Gil, Chico Buarque, entre outros compositores. Ela será acompanhada por Pedro Pablo (sanfona), Rinaldo Vitorinni (violão) e Naldinho (bateria).

A cantora – Meire Lima nasceu em Itabaiana e iniciou sua carreira como cantora ainda criança. Participou do coral de câmara da Caixa Econômica Federal. Apaixonada pelo forró, tem influências de Luiz Gonzaga, Elba Ramalho e Jackson do Pandeiro. Ela foi finalista do Festival do Sesc, com a música ‘Contemplação’.



Desde 2006, vem realizando shows pelo Nordeste com direção musical de Rinaldo Vitorinni. Participou de projetos de vários artistas paraibanos, como Vital Farias e Bebé de Natércio, dentre outros. Lançou o primeiro disco, o CD “De Avessos” e vem fazendo shows em várias cidades, além de atuar como professora de canto.

 

Sabadinho Bom

Atração: Meire Lima

Local: Praça Rio Branco

Dia: Sábado (24)

Hora: 12h30

Classificação: Livre

Evento gratuito

 

*Antonio Vicente Filho/Secom-JP

Foto destaque: Rinaldo Vitorinni

 

Leia Também: Em sua 6° edição, Festival de Música Clássica reveste a Capital de sonoridade

 

Gostou do conteúdo? Então não esquece de ativar as notificações no sininho, no canto inferior da tela do desktop!

Aproveita e segue a gente no nosso Instagram e Facebook para ver o conteúdo que postamos por lá! <3

 

 

 

Em sua 6° edição, Festival de Música Clássica reveste a Capital de sonoridade

Igrejas históricas transformadas em salas de concerto. Músicos notáveis de vários lugares do mundo em performances virtuosas – o Festival Internacional de Música Clássica vai fazer da Capital paraibana, pelo sexto ano consecutivo, também a Capital da boa música. O evento acontece entre os dias 25 e 1º de dezembro, com 20 apresentações ambientadas no belíssimo cenário do Centro Histórico, como os templos de São Bento, do Carmo, da Misericórdia, Batista e de São Francisco.

Este ano o evento é totalmente financiado pela Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP), através de sua Fundação Cultural (Funjope). A expectativa do diretor executivo da Funjope, Maurício Burity, é de que o Festival repita o sucesso das edições passadas. “Começamos a fazer o planejamento ainda no início do ano, para termos grandes nomes da música e toda estrutura necessária. É um evento consolidado no nosso calendário cultural e estamos trabalhando em todos os aspectos para que o público possa, mais uma vez, comparecer e prestigiar o evento.

orquestra-bonita-2.2

O concerto de abertura terá da Orquestra Sinfônica Municipal de João Pessoa (OSMJP), ás 19h, no adro da Igreja de São Francisco, com regência do maestro Laércio Diniz e participação especial do bandoneonista argentino Marcelo Nisinman. O músico, inclusive, já está em João Pessoa e é uma das atrações mais aguardadas, de acordo como o diretor artístico do Festival, Alberto Johnson.



“Este ano nós estamos homenageando Astor Piazzola, grande compositor argentino, por isso nós teremos muitos clássicos do tango, e Marcelo Nisinman está entre as grandes referências desse gênero atualmente. Mas o festival é muito rico no repertório, teremos música brasileira, clássicos do erudito, em concertos combinando duetos, trios, quartetos, quintetos e apresentações solos. Tenho certeza que o público vai se encantar”, afirmou.

 

*Max Oliveira/Secom-JP

Foto destaque: divulgação

 

Leia também: Casa da Pólvora Cultural tem teatro e dança nesta sexta-feira

 

Gostou do conteúdo? Então não esquece de ativar as notificações no sininho, no canto inferior da tela do desktop!

Aproveita e segue a gente no nosso Instagram e Facebook para ver o conteúdo que postamos por lá! <3

 

 

Casa da Pólvora Cultural tem teatro e dança nesta sexta-feira

Aqueles que são fãs de teatro e de dança têm um encontro marcado nesta sexta-feira (23), a partir das 19h30, na Casa da Pólvora, dentro das atividades do projeto Pólvora Cultural. A noite começa com a apresentação do Illê Aiye – Cia Harmonia Swing e, em seguida, no mesmo local, às 20h, acontece o espetáculo teatral Outubros.

Coreografado por Abimael Santo, Roberta e Ozka, o espetáculo Illê Aiyê é dirigido por Abimael Santos. Com treze bailarinos em cena, o espetáculo homenageia o famoso bloco do carnaval de Salvador que dá nome ao espetáculo. O bloco com 41 anos de existência é conhecido por privilegiar a cultura negra e o combate ao racismo. O Illê tem um ritual antes de iniciar seu desfile no Carnaval, o bloco reúne a comunidades e os visitantes pedindo aos Orixás que abram os caminhos, trazendo paz e harmonia.

Logo em seguida, às 20h, será apresentado o espetáculo teatral Outubros. Encenado pela atriz Dudha Moreira, com direção de João Paulo Soares, o espetáculo é inspirado no Diário de Dona Lourdinha, mãe da atriz. A peça narra um momento bastante difícil na vida da protagonista, quando perdeu o grande amor de sua vida.



O projeto – O Pólvora Cultural faz parte do AnimaCentro, que tem como objetivo ocupar os espaços históricos revitalizados pela atual gestão com uma programação cultural diversificada no Parque da Lagoa, Praça da Independência, Hotel Globo, Centro Cultural Casa da Pólvora, Casarão 34 e Praça Antenor Navarro.

 

*Mônica Melo/Secom-JP

Foto destaque: divulgação

 

Leia Também: Música nordestina ganha destaque na programação do Pôr do Sol no Hotel Globo

 

Gostou do conteúdo? Então não esquece de ativar as notificações no sininho, no canto inferior da tela do desktop!

Aproveita e segue a gente no nosso Instagram e Facebook para ver o conteúdo que postamos por lá! <3

 

 

Música nordestina ganha destaque na programação do Pôr do Sol no Hotel Globo

A música nordestina está em destaque na programação do Pôr do Sol no Hotel Globo. É que nesta sexta-feira (23), a programação do AnimaCentro recebe o músico Toni Silva, que traz uma apresentação totalmente instrumental. O evento, que é gratuito e aberto para todos os públicos, inicia a partir das 16h. A iniciativa é da Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP), por meio de sua Fundação Cultural (Funjope).

O repertório do show é composto da autêntica música nordestina. Tem Dominguinhos, Sivuca, Arismar do Espírito Santo, Mestrinho, Luiz Gonzaga, entre outros. “O público pode esperar um show de música instrumental com muito respeito à música nordestina, cheio de referências às minhas raízes e muito improviso. O meu trabalho é dedicado à música tradicional nordestina”, disse Toni Silva.

A apresentação terá a participação de Dennis Bulhões (bateria), Max Mozart (baixo), além da violinista Carol Panesi, que já tocou com Hermeto Pascoal e Itiberê Zwarg.



Biografia – Toni Silva é natural de Campina Grande. O artista começou sua carreira com 6 anos, em oficinas de percussão. Depois foi estudar violão na Escola de Música Antenor Navarro, onde terminou o curso técnico. Logo após, começou a estudar guitarra, aos 18 anos, com Léo Meira. Com formação em música pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB), o músico já estudou com nomes como Toninho Horta, Nelson Farias e Lula Galvão.

AnimaCentro – O Centro Histórico da Capital ganhou destaque na gestão. Eleita pela Unesco como Cidade Criativa, João Pessoa conta com uma programação permanente de ocupação cultural do Centro Histórico, o AnimaCentro. Este é o maior projeto de intervenção cultural já realizado, unindo revitalização e dando sentido à ocupação da área central da Capital.

Serviço:

Apresentação do músico Toni Silva

Local: Hotel Globo, no Centro Histórico de João Pessoa

Dia: Sexta-feira (23)

Hora: A partir das 16h

Classificação indicativa: Livre

Evento gratuito

 

*Rômulo Teodorico/Secom-JP

Fotos: divulgação

 

Leia também: Beto Brito leva seu Imbolê para o pôr-do-sol da Casa da Pólvora neste domingo

 

Gostou do conteúdo? Então não esquece de ativar as notificações no sininho, no canto inferior da tela do desktop!

Aproveita e segue a gente no nosso Instagram e Facebook para ver o conteúdo que postamos por lá! <3

 

Tramonto Wine Bar tem programação especial a partir desta quinta-feira

A partir desta quinta-feira João Pessoa terá um roteiro musical mais refinado para as pessoas que apreciam uma ótima gastronomia com apresentações de artistas locais. Além da proposta do já consolidado projeto Música Boa ao Vinho, que traz aos palcos cantores que se apresentam em vários estilos musicais, podendo assim agradar aos mais diversos públicos, o wine bar também que possui uma carta de vinhos que agradará os amantes da bebida. Com apresentações voltadas para a MPB, o Pop, Blues e Country a programação da casa promete um setlist com músicas mais famosas dos gêneros.

fabio-11
Cantor Fábio Torres se apresenta nesta quinta-feira no Tramonto

Nesta quinta-feira (22), o cantor e pianista Fábio Torres acompanhado do músico Costinha ficarão responsáveis por tomar a frente dos palcos da casa com o Especial Tom e Chico, dois dos maiores nomes da música popular brasileira, e grandes marcos para o cenário cultural do país. Chico Buarque, vencedor do Grammy Latino deste ano, ganhará uma homenagem nos vocais do pianista que pretende tocar as músicas mais renomados do artista e com certeza engrandecerá a noite.



Nesta sexta-feira (23), a noite será voltada para o Especial do Blues ao Country, com músicas cantadas por Pablo Okubi com voz e violão. Por ser visto como um restaurante requintado, a seleção de músicas deste especial será uma junção primorosa à energia do local e ao público que busca ter uma boa experiência gastronômica com boa música.

E para finalizar, neste sábado (24) a cantora Adriana Cabral fará o Especial Pop Internacional, que promete cantar as músicas mais famosas do estilo das principais décadas e dos mais renomados artistas do ramo com uma roupagem coerente ao lugar. O ambiente intimista atribui um valor rebuscado para os clientes que buscam um refúgio cultural e gastronômico na cidade.

Todas as apresentações têm início às 21h e o couvert artístico custa R$20. O Tramonto Wine Bar está localizado em Manaíra, na rua Franca Filho, 508.

 

Serviço:

Show: Fábio Torres & Costinha – Especial Tom e Chico

Quinta-feira, 22 de novembro, às 21h

Couvert artístico: R$20

Tramonto Wine Bar | Rua Franca Filho, 508, Manaíra, João Pessoa

 

Show: Pablo Okubi – Especial do Blues ao Country

Sexta-feira, 23 de novembro, às 21h

Couvert artístico: R$20

Tramonto Wine Bar | Rua Franca Filho, 508, Manaíra, João Pessoa

 

Show: Adriana Cabral – Especial Pop Internacional

Sábado, 24 de novembro, às 21h

Couvert artístico: R$20

Tramonto Wine Bar | Rua Franca Filho, 508, Manaíra, João Pessoa

 

*Isabelle Vasconcelos/Estagiária sob supervisão

Fotos: Rota Principal

 

Gostou do conteúdo? Então não esquece de ativar as notificações no sininho, no canto inferior da tela do desktop!

Aproveita e segue a gente no nosso Instagram e Facebook para ver o conteúdo que postamos por lá! <3

 

 

Viagem: saiba como funciona um hotel cápsula no Japão

O Japão é conhecido pelos espaços pequenos em grandes cidades lotadas de pessoas. Em muitos restaurantes, não há mais que uma ou duas mesas. Isso acontece por causa do inchaço dos grandes centros urbanos japoneses. O país tem um território pequeno dividido em várias ilhas, que precisa caber a população, a agropecuária, a extração de minérios… O hotel cápsula segue essa ideia. Para atender um público menos exigente e que só quer um lugar pra dormir uma ou duas noites, é o ideal.

Os dormitórios medem geralmente 2 metros de profundidade por 1 metro de largura e 1,25 metros de altura. Ou seja, nem dá pra ficar em pé lá dentro. São cabines feitas de plástico ou fibra de vidro, empilhadas umas sobre as outras de duas em duas, como beliches. Dentro, costuma ter uma TV e wi-fi. Os banheiros são compartilhados, mas separados para homens e mulheres. A privacidade dos “quartos” é mantida apenas por uma cortina, o que é uma boa notícia para os claustrofóbicos.

Rômulo e Mirella, do canal Travel and Share, viajaram para o Japão e não perderam a oportunidade de se hospedar em um hotel cápsula. Eles contaram tudo sobre como foi essa experiência:



Esse serviço é bastante usado pelos japoneses que beberam demais e não querem voltar pra casa nesse estado, ou que preferem dormir mais próximo do trabalho quando saem tarde demais. Mas também atrai muitos turistas curiosos pra saber como é dormir num desses. Esse tipo de hotel só é comum no Japão, embora exista alguns na China também.

Uma boa dica ao viajar para o Japão é levar pouca coisa na mala. Lá tem muitas coisas diferentes que com certeza você vai querer comprar, tanto roupas, quanto presentes. Assim vai ser mais fácil para se locomover no país, mudando de hotéis com as bagagens. Separar as compras todas numa mala só também é uma boa. Ao chegar num hotel cápsula, é só deixar aquela mala guardada, enquanto os itens mais usados estarão à mão.

 

Leia mais Descubra o que tem no melhor quarto do hotel mais caro do mundo

 

Por Larissa Rodrigues: desenhista do @be.my.type, internacionalista e mestranda de Relações Internacionais da UEPB. Adora falar de política, espiritualidade e coisinhas que amenizam nossa experiência de vida: filmes, moda, viagens e comida!!!



Gostou do conteúdo? Então não esquece de ativar as notificações no sininho, no canto inferior da tela do desktop!

Aproveita e segue a gente no nosso Instagram e Facebook para ver o conteúdo que postamos por lá! <3

 

João Pessoa terá grandes estreias nos cinemas a partir desta quinta-feira

Como de praxe, toda quinta-feira tem estreias nos cinemas aqui na capital. Devido a isso preparamos a lista com os filmes desta semana que entraram em cartaz, para você ir se programando e ver qual irá assistir. O grande destaque para este fim de semana é o novo filme do Spike Lee baseado em fatos reais, Infiltrado na Klan, o filme de terror Parque do Inferno e suspense Refém do Jogo.

Infiltrado na Klan é um um filme de humor negro do diretor americano Spike Lee baseado em fatos reais que retrata a vida de um policial negro da cidade de Colorado na década de 70. Ele se passa por um policial branco e consegue se infiltrar na Ku Kux Klan do estado por meio de cartas e telefonemas. Quando é necessário ter a sua presença na seita, é enviado um policial branco que se passa por ele. Quando consegue se tornar presidente do grupo, ele acaba fazendo com que haja alguns boicotes das manifestações do grupo racista.



 

Parque do Inferno se passa no Halloween num parque de diversão. Um assassino mascarado persegue um grupo de amigos que não consegue ser ajudado por ninguém ao redor, porque as pessoas presentes no local acham que todo o caos que está acontecendo faz parte a encenação do show do parque temático, fazendo assim com que o homicida continue a sua matança.

 

Refém do jogo é um filme de suspense e ação. O longa retrata a história de 35 mil pessoas que se tornam reféns durante uma partida de futebol por um grupo de terroristas. Um homem que já serviu ao exército se envolve para tentar resolver essa questão e colocar em pratica as suas habilidades, já que ele tem até o final do evento para impedir que todas pessoas que estão presentes morram.

*Isabelle Vasconcelos/Estagiária sob supervisão



Gostou do conteúdo? Então não esquece de ativar as notificações no sininho, no canto inferior da tela do desktop!

Aproveita e segue a gente no nosso Instagram e Facebook para ver o conteúdo que postamos por lá! <3