Viagens econômicas: Chapada dos Veadeiros, em Goiás

Chapada dos Veadeiros

Quem busca viagens econômicas não pode deixar de conhecer a Chapada dos Veadeiros, localizada nos municípios de Alto Paraíso de Goiás, Cavalcante e São Jorge. Além de poder contar com passagens aéreas mais baratas, por ser um destino nacional, a região também guarda diversos passeios gratuitos.

A cerca de 400 km de Goiânia e 230 km de Brasília, o lugar reúne rios cristalinos, cachoeiras de 100 metros de altura e enormes paredões de pedra, tudo rodeado pela vegetação do Cerrado. No município de São Jorge fica a entrada para o Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros, que é considerado Patrimônio Mundial Natural pela Unesco desde 2001.

Muita gente busca a região para visitar as diversas cachoeiras, fazer trilhas, conhecer formações rochosas ou mesmo meditar. Alto Paraíso de Goiás atrai também os místicos, que se interessam pela região por estar localizada mais ou menos na mesma latitude de Machu Picchu. Além das minas de cristais nas redondezas, a cidade também está localizada em cima de uma placa de quartzo. Tudo isso influi para dar uma aura esotérica à localidade.



vale-da-lua
Não é indicado visitar o Vale da Lua em dias de chuva, pois as pedras tornam-se escorregadias e há perigo de acidentes graves

Dentre as atrações estão o Vale da Lua, uma formação rochosa esculpida pelas águas do Rio São Miguel, cuja cor lembra o solo lunar, além de vários mirantes e cachoeiras. O vale fica dentro de uma propriedade privada, mas é possível visitá-lo mediante pagamento de ingresso.

Uma das quedas d’água mais conhecidas é o Salto 120, localizado dentro do Parque Nacional, que como o próprio nome já diz, possui mais de 100 metros de altura. Para vê-lo, é preciso pegar a Trilha dos Saltos, que possui 9 km de caminhada (ida e volta). A apenas 800 metros do Salto 120 fica o Salto 80, onde, diferentemente do anterior, é possível tomar banho no Rio Preto.

Ao se programar para conhecer o Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros, é importante saber que lá não há restaurantes ou lanchonetes. É essencial levar água e comida, pois as trilhas podem ser longas e o clima do Cerrado é muito seco. Também é necessário usar protetor solar. A reserva é aberta gratuitamente de terça-feira a domingo, com entrada permitida das 8h às 12h. Já a saída deve ser feita até as 18h. É necessário tomar a vacina da febre amarela com 10 dias de antecedência para visitar a região.

 

Leia mais – 5 destinos na América do Sul que você nunca pensou em visitar, mas deveria



Gostou do conteúdo? Então não esquece de ativar as notificações no sininho, no canto inferior da tela do desktop!

Aproveita e segue a gente no nosso Instagram e Facebook para ver o conteúdo que postamos por lá! <3

 

%d blogueiros gostam disto: