Os Três do Xamego se apresentam neste sábado na Praça Rio Branco

No balanço da autêntica música nordestina, o grupo Os Três do Xamego comanda a festa, neste sábado (16), a partir das 12h30, na Praça Rio Branco (Centro), no Sabadinho Bom Especial de São João. O evento é gratuito e faz parte da programação do AnimaCentro e do ‘São João do Jeito da Gente’.

O repertório vai de Luiz Gonzaga, Jackson do Pandeiro, Trio Nordestino, Jorge de Altinho, Alcymar Monteiro, Nando Cordel, Pinto do Acordeon e músicas autorais.



Nos 30 anos de estrada, o trio conta com 15 CDs gravados. Já percorreu levando a boa música em várias cidades da Paraíba e do nordeste. “O Trio Nordestino é a nossa base. O Trio mais original da música nordestina”, declarou o líder do grupo, Arimatéia.

Os Três do Xamego é formado por Zé Cardoso (sanfona), Arimatéia (vocal e triângulo), Silvinho (zabumba) e Carlinhos (triângulo).

Secom-JP / Antonio Vicente Filho



Gostou do conteúdo? Então não esquece de ativar as notificações no sininho, no canto inferior da tela do desktop!
Aproveita e segue a gente no nosso Instagram e Facebook para ver o conteúdo que postamos por lá! <3

Quer receber mais conteúdo legal gratuitamente no seu e-mail? Assine a nossa Newsletter!

Rinaldo Vitorinni se apresenta neste sábado na Praça Rio Branco

O bom e suave choro e outros clássicos da Música Popular Brasileira (MPB). É o que promete o violonista Rinaldo Vitorinni, que se apresenta neste sábado (28), a partir das 12h30, na Praça Rio Branco, no encerramento da programação de outubro do Sabadinho Bom.

Na apresentação deste sábado, Rinaldo Vitorinni vai tocar algumas composições autorais e músicas de Pixinguinha, Jacob do Bandolim, Waldir Azevedo e Zequinha de Abreu, dentre outros grandes nomes da música brasileira.

Com uma caminhada de mais de 20 anos na estrada da música, sempre batendo na tecla da cultura regional, Rinaldo Viturini acredita que a nova geração gosta de ouvir os ídolos das décadas passadas.“O que falta é mais divulgação para mostrar o trabalho dos grandes cantores e compositores que criaram grandes obras do repertório nacional”, afirmou o músico.

Antonio Vicente Filho / Secom JP

LEIA TAMBÉM:

6 bares em João Pessoa para curtir boa música

 



 

Gostou do conteúdo? Então não esquece de ativar as notificações no sininho, no canto inferior da tela do desktop!
Aproveita e segue a gente no nosso Instagram e Facebook para ver o conteúdo que postamos por lá! <3

Israel 7 Cordas leva música dos grandes mestres para a Praça Rio Branco no Sabadinho Bom

Clássicos da Música Popular Brasileira interpretados por Israel 7 Cordas, um dos grandes instrumentistas da atualidade. É o que reserva o Sabadinho Bom deste sábado (14), a partir das 12h30, na Praça Rio Branco (Centro).  No repertório, músicas de Pixinguinha, Jacob do Bandolim, Waldir Azevedo, Noel Rosa, Cartola, Nelson Cavaquinho, entre outros grandes compositores da MPB. “Vamos mostrar o melhor do choro e da autêntica música brasileira”, disse Israel, ressaltando que a apresentação deste sábado terá a participação especial de Roberto do Valle.

Ele destaca que, com a programação do Sabadinho Bom, a Funjope vem realizando um grande trabalho, dando visibilidade aos artistas da terra e a cultura popular. “Com esse projeto a Funjope vem valorizando o artista que não tem espaço na grande mídia”, declarou o artista.

Com mais de 30 anos na estrada musical, Israel, com a bagagem e experiência no campo musical, garante que a boa música será sempre presente na mente de muita gente. “Com certeza a música de harmonia e poesia pura não será esquecida. O povo gosta de música de boa qualidade’, afirmou.

Fonte: Antônio Vicente Filho / SECOM



Gostou do conteúdo? Então não esquece de ativar as notificações no sininho, no canto inferior da tela do desktop!
Aproveita e segue a gente no nosso Instagram e Facebook para ver o conteúdo que postamos por lá! <3

Oitavas do Choro volta a se apresentar no Sabadinho Bom

Com um vasto repertório de chorinho e samba, o grupo Oitavas do Choro volta a se apresentar na Praça Rio Branco, encerrando a programação de setembro do projeto Sabadinho Bom

Formado por músicos que transitam por diversos gêneros da música brasileira, o grupo se caracteriza também pelo vasto repertório de choros tradicionais, que vai desde Anacleto de Medeiros, Luis Americano, Jacob do Bandolim e Waldir Azevedo até os inovadores Altamiro Carrilho, Radamés Gnatalli, Paulinho da Viola e Hermeto Pascoal.

Para o show deste sábado, o grupo preparou um repertório especial, com ‘Pedacinhos do céu’ (Waldir Azevedo), ‘Naquele tempo’ (Pixinguinha e Benedito Lacerda), Bole bole (Jacob do bandolim), ‘Coração imprudente’ (Paulinho da viola), ‘Tiro ao Álvaro (Adoniran Barbosa), “Naquela mesa” (Sérgio Bitencourt), dentre outras músicas de compositores brasileiros.

O grupo Oitavas do Choro é formado por Cornélio Santana (flautista e compositor) e João Maria Oliveira (violão de 7 cordas), se juntou a uma turma da pesada formada por Mel Vinagre (pandeiro), Del Santos (percussão), Ailma Ribeiro (cavaquinho), Andiara Moreira (vocais) e Maryson Borges (violão de 6 cordas).

Para o violonista do Oitavas do Choro, Maryson Borges, o Sabadinho Bom é um espaço para música de qualidade. “Nós temos nos apresentado com regularidade em espaços dedicados à boa música brasileira em João Pessoa e a participação no projeto Sabadinho Bom é sempre um momento de celebração especial”, disse o violonista.

Fonte: Juneldo Moraes – Secom/JP / Foto: Divulgação

Sabadinho Bom: Damião Moreno se apresenta neste sábado na Praça Rio Branco

Todo sábado tem música na Praça Rio Branco. E neste sábado (23) quem se apresenta é o cantor e compositor Damião Moreno, atração do projeto Sabadinho Bom, promovido pela Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP), através da sua Fundação Cultural (Funjope). O show é gratuito e começa às 12h30.

Damião Moreno, sanfoneiro e vocalista do Forró Caçuá, vai fazer uma apresentação diferente. Com um repertório repleto de clássicos da música brasileira, ele vai interpretar canções de Pixinguinha, Altamiro Carrilho, Jacob do Bandolim, Gilberto Gil, Luiz Gonzaga, Chico Buarque, dentre outros. Todas as músicas, inclusive ‘Garota de Ipanema’ (Tom Jobim e Vinicius de Moraes), foram adaptadas para o choro.

Para um público que comparecer ao show, ele promete “levar um repertório para ouvir e dançar na balada de canções de grandes nomes da música brasileira. O chorinho é um dos gêneros mais ricos em harmonia e um dos mais celebrados da MPB. O público gosta, falta uma maior divulgação na mídia para levar essa boa mensagem para a nova geração”, afirma Damião Moreno.

Segundo o cantor, o Sabadinho Bom é um projeto que valoriza os músicos da Paraíba. “Eu aproveito para parabenizar a Prefeitura de João Pessoa, através da Funjope, por manter esse maravilhoso Projeto do Sabadinho Bom, com espaço para o artista da terra mostrar seu trabalho”, finaliza o artista.

Fonte: Secom / Antônio Vicente Filho – Foto: Arquivo Secom

 

Sabadinho Bom recebe Chagas Fernandes e grupo Tambores do Forte

Foto: Secom JP

 

Antônio Vicente Filho / Secom JP

O violonista Chagas Fernandes e o Grupo Cultural Tambores do Forte são as atrações deste sábado (26) do Sabadinho Bom, a partir das 12h30, na Praça Rio Branco. O projeto é uma realização da Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) através de sua Fundação Cultural (Funjope).

Chagas, o primeiro a se apresentar, vai fazer um passeio pelo choro, tango, valsa, bolero, samba e MPB. “Vou fazer uma mistura de música com canções de Pixinguinha, Jacob do Bandolim, Paulinho da Viola e outros grandes nomes da música brasileira”, disse o artista. Além de se destacar como um grande violonista, Chagas Fernandes também é parceiro do poeta/repentista Daudeth Bandeira, em algumas obras publicadas e divulgadas em vozes de grandes nomes da cultura popular.

O músico disse que nessa apresentação vem com um repertório de clássicos da música brasileira. “É sempre bom a gente mostrar ao público coisas boas. Nossa música é muito rica. Vou mostrar um repertório de músicas que o público adora”, afirmou o artista.

Chagas ressaltou que com o Sabadinho Bom, a Funjope está realizando um dos maiores trabalhos pela divulgação da cultura do Estado ao levar cultura e arte para a população que não tem acesso aos grandes eventos culturais e permitindo que o artista local possar mostrar seu trabalho, “É digno de admiração e apoio o que a Funjope vem fazendo, abrindo espaço para o artista local mostrar seu trabalho em praça pública. Com isso quem ganha é público”, destacou o músico.

Cultura popular – Ainda dentro da programação alusiva ao Dia do Folclore, comemorado no dia 22 de agosto, o Sabadinho Bom terá a apresentação do grupo Tambores do Forte, que desenvolve um trabalho de pesquisa e execução de ritmos, cantos e danças tradicionais brasileiras.

Sabadinho Bom: Cris Munhoz faz homenagem a Clara Nunes

 

Antônio Vicente Filho

A cantora Cris Munhoz é atração do Sabadinho Bom neste sábado (12), a partir das 12h30, na Praça Rio Branco, no Centro. Acompanhada pelo grupo Bem Brasil, ela vai fazer uma homenagem a Clara Nunes (1942-1943), que completaria 75 anos, e também vai interpretar algumas canções de Luiz Melodia (1951-2017), que morreu este mês. O projeto Sabadinho Bom é uma promoção da Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) por meio de sua Fundação Cultural (Funjope). A entrada é gratuita.

No repertório, além de “Brasileirinho” (Waldir Azevedo), “Doce de Coco” (Jacob do Bandolim), “Apanhei-te Cavaquinho” (Ernesto Nazareth) e outros clássicos do chorinho, a cantora vai interpretar algumas composições consagradas na voz de Clara Nunes, como “Alvorada no morro” (Carlos Cachaça/Cartola/Hermínio Bello de Carvalho), “Lama” (Mauro Duarte), “Tristeza pé no chão” (Armando Fernandes) e “Juízo final” (Nelson Cavaquinho /Elcio Soares).

Para Cris Munhoz, a homenagem a Clara Nunes é uma forma de mostrar um pouco da obra de uma das maiores intérpretes do Brasil. “Clara Nunes é uma artista que merece ser sempre lembrada, com sua voz e repertório ela mostra ser uma das grandes cantoras do cenário nacional”, afirmou a artista.

Paulista radicada há mais de três décadas na Paraíba e com mais de 30 anos de carreira, Cris Munhoz fez uma turnê nos Estados Unidos, onde mostrou um pouco da Música Popular Brasileira. Ela foi uma das atrações do Sabadinho Bom no mês de abril.

Gostou do conteúdo? Então não esquece de ativar as notificações no sininho, no canto inferior da tela do desktop!
Aproveita e segue a gente no nosso Instagram e Facebook para ver o conteúdo que postamos por lá! <3

Pianista Ricardo Brito é a atração do Sabadinho Bom neste fim de semana

Max Oliveira/Secom JP

A Praça Rio Branco, Centro da capital, mais uma vez vai virar passarela do samba e do choro, em mais uma edição do projeto Sabadinho Bom. O projeto promovido pela Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP), através de sua Fundação Cultural (Funjope), apresenta nesta edição o pianista Ricardo Brito, a partir das 11h30.

“Será um show para fazer as pessoas voltarem no tempo, estilo os bailes a moda antiga, com canções clássicas e dançantes, passando pela gafieira e outras vertentes do samba e do choro”, disse Ricardo Brito, que contará com a participação especial do trompetista Fernando Alves.

No repertório, canções de Jacob do Bandolim, Pixinguinha, Ernesto Nazareth, entre outros, além das tradicionais pedidas do público, como destaca o músico. “Eu já conheço bem o público, tem canções que eles pedem e tem aquelas que a gente introduz durante o show, para quebrar um pouco o estilo, a exemplo da música Escadaria, que eu gosto de executar”, concluiu.

Ricardo Brito – Bacharel em piano pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB), é efetivo do Coro Sinfônico da Paraíba. Participou como tecladista e sanfoneiro na turnê de Lucy Alves e dos grupos instrumentais Escape Erudito e Meira Trio, onde exercitou a veia jazzística.

Já integrou a Orquestra de Violões da Paraíba, a IFPB Jazz Band, a Camerata Popular da Paraíba e a Orquestra Sanfônica Balaio Nordeste. O currículo também foi acrescido com a experiência como convidado das Orquestras Sinfônicas do Pará e da Paraíba e do grupo Baião de Três.

Chorinho no Sabadinho Bom com Lis Albuquerque

Monica Melo com Rota Principal

Os apreciadores dos sambas tradicionais e de clássicos do chorinho tem um encontro marcado neste sábado (15) na Praça Rio Branco, Centro Histórico de João Pessoa.  O cantor Lis Albuquerque é a atração de mais uma edição do Sabadinho Bom e sobe ao palco com seus convidados a partir das 11h30.

Lis-Albuquerque-1
Fotos: Paraíba Criativa

Entre as 30 músicas que compõem o repertório da apresentação, não faltarão clássicos do chorinho e do samba como Brasileirinho, além de músicas autorais. “Além da seleção musical, vamos utilizar instrumentos bem tradicionais do choro, como flauta e cavaquinho”, adianta o cantor Liz Albuquerque.

A apresentação contará ainda com a presença dos convidados Jurandir do Sax e do cantor e instrumentista Adilson Medeiros.

Lis Albuquerque nasceu em João Pessoa e é neto do maestro Pedro Batista de Albuquerque, de quem herdou todas as influências musicais.

Grupo ‘Choramigo’ volta a se apresentar no Sabadinho Bom

Felipe Silveira*

O grupo Choramigo volta a subir ao palco do Sabadinho Bom com muita música de qualidade. A apresentação começa a partir das 12h30 deste sábado (8), na Praça Rio Branco, e o acesso do público é gratuito. Os músicos vão executar clássicos do choro e farão uma homenagem especial ao cantor e compositor Pixinguinha. O Sabadinho Bom é promovido pela Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP), através da sua Fundação Cultural (Funjope).

 

Além de clássicos como ‘Naquele tempo’ e ‘Desprezado’, o quarteto paraibano presta uma homenagem aos 100 anos do histórico choro ‘Carinhoso’. “Vamos executar a versão instrumental que o público tanto aclamou em janeiro deste ano. Com certeza, os pessoenses e turistas irão se divertir”, diz o músico Pelágio Nerício.

 

O Choramigo ainda vai apresentar obras de Sivuca (‘Músicos e poetas’, ‘Homenagem à velha guarda’, ‘Entardecendo’ e a obrigatória ‘Feira de mangaio’) e Severino Araújo (‘Chorinho em aldeia’, ‘Espinha de bacalhau’), entre outros artistas.

 

Choramigo – A banda é formada pelos músicos Pelágio (violão 7 cordas), Sérgio Aires (flauta), Salvador di Alcântara (bandolim) e Anderson Maxwell (cavaquinho).

 

*Release