Resenha: A Arte de Ouvir o Coração

Amanda Fernandes*

 

O livro de hoje também se desenvolve a partir de uma carta que foi encontrada pela esposa (na resenha anterior falei sobre “O Segredo do Meu Marido” – acredite de quiser, mas essa escolha foi pura coincidência, hahaha). Entretanto, a história desta vez se diferencia por conter juras de amor para uma mulher desconhecida.

A mensagem não é apenas um indício de infidelidade, mas a única pista que Julia possui para encontrar o seu pai Tin Win (o dono da carta), que está desaparecido há 4 anos. Com a decisão tomada de encontrá-lo, ou de pelo menos descobrir o que aconteceu a ele, Julia parte para a Birmânia em busca de pistas sobre quem é a tal Mi Mi (a mulher dos escritos).

A-arte-de-ouvir-o-coração-2-
Foto: Amanda Fernandes

 

Ao chegar à Birmânia, Julia conhece um velho chamado U Ba, que afirma saber quem ela é e o que está procurando. Ele passa a contar a história de um menino cego que havia sofrido muito em sua infância. Por completa incompreensão de Julia, ela não quer ouvi-lo sobre isso. Porém, o senhor diz que o seu relato está ligado àquilo o que ela procura e a convence a escutá-lo durante dias.

Graças a U Ba, Julia passa a compreender como o misticismo e a astrologia são intrínsecos à cultura do país natal de Tin Win, e como essa crença nos astros acabou influenciando diretamente a vida do seu pai.

A-arte-de-ouvir-o-coração-3-
Foto: Amanda Fernandes

 

A Arte de Ouvir o Coração é comovente e bastante singular.  É um livro com um toque de fantasia, que mostra como as crenças podem mudar o rumo da vida de uma pessoa. É uma história de amor baseada principalmente na confiança mútua, que conseguiu resistir até mesmo ao tempo.

Muitas vezes, ao longo da leitura, você acaba com um aperto na garganta e torcendo para que a história tenha um final feliz. Esse é daquele tipo de livro que nos faz mudar, pensar nele durante dias e que ensina lições para a vida inteira.

É um livro que merece ser lido, relido e, acima de tudo, guardado para sempre na memória, assim como no coração.

 

Leia mais: 6 ótimos livros que foram adaptados para o cinema!


 

Para mais resenhas e dicas sobre livros, você pode acompanhar o Instagram @Pixelbooks.

 

Amanda Fernandes – Bacharela em Arte e Mídia pela UFCG, apaixonada por livros, séries, filmes e fotografia, colaboradora do blog literário Pixelbooks.

 

Gostou do conteúdo? Então não esquece de ativar as notificações no sininho, no canto inferior da tela do desktop!

Aproveita e segue a gente no nosso Instagram e Facebook para ver o conteúdo que postamos por lá! <3

 

Quer receber mais conteúdo legal gratuitamente no seu e-mail? Assine a nossa Newsletter!