Saiba o que rola na sua cidade!

Orquestra Sinfônica Municipal faz concerto gratuito neste sábado em João Pessoa

orquestra sinfônica municipal

A Orquestra Sinfônica Municipal de João Pessoa (OSMJP) se apresenta neste sábado (1º), às 18h, no Auditório Celso Furtado do Centro Cultural Ariano Suassuna, no IV Concerto Oficial da Temporada. A apresentação é fruto de uma parceria entre a Fundação Cultural de João Pessoa (Funjope) e o Tribunal de Contas do Estado da Paraíba (TCE-PB), através do Centro Cultural Ariano Suassuna. A entrada é gratuita.

A Orquestra Sinfônica Municipal será regida pelo maestro Laércio Diniz, seu regente titular, que vai executar obras de Alexandre Guerra (1971), compositor residente convidado para esta temporada, do italiano Niccolò Paganini (1782-1840) e do tcheco Antonín Dvorák (1841-1904) e terá como solista Raul Victor Martins, violista da OSMJP.

A primeira obra da noite será “Bugigangue no Espaço”, de Alexandre Guerra, escrita para o filme homônimo de ficção científica, escrito e dirigido por Ale McHaddo, que conta a história de aliens que fogem para a Terra e junto com terráqueos tentam resgatar o planeta deles. Trechos do longa-metragem serão exibidos durante a execução da obra.

Em seguida, a OSMJP executa a “Sonata per La Grand Viola e Orquestra op. 35”, de Niccolò Paganini, uma peça virtuosística escrita em um único movimento, que mostra toda a potencialidade técnica e sonora da viola como instrumento solista, e terá a participação do violista Raul Victor Martins como solista.

Para encerrar o programa da noite, a OSMJP executa a “Sinfonia nº 9 em Mi menor, Op. 95”, de Antonín Dvorák, conhecida como “Sinfonia do Novo Mundo”. A obra foi composta em 1893, quando Dvorak estava nos Estados Unidos. É a sinfonia mais conhecida do autor tcheco. A obra estreou em dezembro de 1893,



 O regente – Maestro e diretor artístico da Orquestra Sinfônica Municipal de João Pessoa (OSMJP) e da Orquestra Filarmônica do Brasil (Fibra), Laércio Sinhorelli Diniz estudou violino na Escola Superior de Música de Colônia (Alemanha). No Brasil teve como mestres de regência Roberto Tibiriçá e Isaak Karabchewsky. Gravou com a New Netherlands Orchestra, com a orquestra Alemã “Das Freie Orchestra Berlin” e com a “Lithuanian National Symphony Orchestra (LNSO)”. É diretor artístico do Festival Internacional de Música Clássica de João Pessoa.

 

Os convidados – Alexandre Guerra é compositor, membro da WSA (World Soundtrack Academy), formou-se bacharel em composição para cinema na faculdade Berklee College of Music. No Brasil, estudou harmonia e composição com Hans Koelheuter – nome importante da vida musical brasileira durante o século XX. Suas composições vêm sendo executadas por importantes orquestras e intérpretes dentro e fora do Brasil. Lançou mais de dez discos e em 2018 foi comissionado para compor a peça que celebra os 30 anos da Orquestra Sinfônica de Santo André.

Raul Victor Martins – Natural de Recife, Raul Victor Martins começou os estudos musicais aos dez anos no projeto social Orquestra Criança Cidadã, com o qual fez uma turnê na Europa e em outros estados do Brasil. É professor de viola e violino no Projeto de Ação Social pela Música de João Pessoa (ASMJP), integra a Orquestra Sinfônica da Paraíba (OSPB), Orquestra Sinfônica Municipal de João Pessoa (OSMJP) e cursa o bacharelado em viola na Universidade Federal da Paraíba (UFPB), sob orientação do professor Ulisses Carvalho.

Juneldo Moraes / Secom-JP

 

Gostou do conteúdo? Então não esquece de ativar as notificações no sininho, no canto inferior da tela do desktop!

Aproveita e segue a gente no nosso Instagram e Facebook para ver o conteúdo que postamos por lá! <3

 

Deixe seu comentário!
%d blogueiros gostam disto: