O que esperar da oitava e última temporada de Game Of Thrones

Game Of Thrones

Desde o lançamento da primeira temporada em 2011, Game Of Thrones foi um sucesso absoluto. Sabemos que pode ser um pouco redundante estar falando sobre isso agora, mas a verdade é que nunca houve uma produção voltada para a TV como Game Of Thrones antes. A série revolucionou a forma como é produzida, mas principalmente mudou completamente a maneira como o público deve se apegar aos personagens. A adaptação dos livros da mente brilhante de George R.R. Martin se deu somente por conta do sucesso da trilogia O Senhor dos Anéis, no início dos anos 2000. Antes as obras de fantasia que se passavam num mundo fictício e repleto de personagens que não tinham quase nenhum reconhecimento da maioria não obtinham destaque da grande massa a ponto de ser um produto ou marca consumido por ela. Tudo se iniciou com as adaptações das obras de J.R.R. Tolkien para os cinemas. Obviamente que há uma certa comparação entre as duas narrativas e as conjunturas de cada uma, mas o que precisa ser ressaltado, pelo menos por enquanto, é que cada uma mudou as normas da indústria cinematográfica/televisiva e realçou as qualidades do mundo nerd.



arya-sansa-brann-1
Foto: Divulgação

Game Of Thrones em apenas sete temporadas nos introduziu em sua trama com  personagens tão complexos que não pareciam ser originados de uma história de fantasia, já que possuem particularidades próximas às nossas, e isso trouxe uma imediata empatia das pessoas. Conhecida por não poupar ninguém e matar vários personagens, Game Of Thrones traz em sua fantasia elementos da realidade, fazendo com que os eventos que ocorrem na narrativa acabem tendo grandes consequências no rumo da história, fugindo dos clichês de outros seriados com personalidades e circunstâncias superficiais. Com esta simples explicação da relevância do seriado, vamos falar agora um pouco sobre o que pode acontecer nesta última temporada da produção. Obviamente deve se considerar que tratando-se da série, não se deve esperar que o final seja algo aguardado e que agrade a todos. Isso seria uma grande contradição da história que os produtores estabeleceram desde o princípio.

daenerys-e-jon-snoww
Foto: Divulgação

Então vamos aos fatos que aconteceram na temporada anterior para relembrar e então fazermos algumas previsões. Primeiramente, vale salientar que nesta nova temporada que estreia dia 14 de abril haverá somente sete episódios, segundo os showrunners, e vão ter uma duração média de 1h30 cada. Ou seja, será basicamente um filme todo domingo. Na sétima temporada vimos que os Starks, Sansa e Jon e posteriormente Arya e Bran acabam conseguindo finalmente voltar para casa, conseguiram se restabelecer em Winterfell e agora estão numa missão em tentar avisar aos outros reinos sobre os Caminhantes Brancos e o Rei da Noite, assim como esclarecer alguns fatos e se perdoarem. Jon Snow, que já teve confrontos diretos com o Rei da Noite, sabe que esta é uma ameaça muito maior do que a rivalidade entre os outros reinos e está convicto de que todos devem se unir para acabar com ela. Vimos também a chegada de Daenerys Targaryen à Ponta de Tempestade, onde era lugar de origem de sua família antes que houvesse a exterminação de seus entes. Por lá ela começa a traçar seu roteiro de conquista de toda Westeros. Ao seu lado temos Tyrion Lannister, ainda como Mão da rainha, dando conselhos e suporte em suas escolhas de guerra, assim como Missandei, que continua sendo sua grande amiga.



rei-da-noitee
Foto: Divulgação

Por outro lado, em Porto Real temos os únicos Lannisters que sobraram, Cersei e Jaime, os irmãos que se amam e que mesmo após tantas tragédias continuam unidos, mas não como antigamente. Podemos perceber que Cersei já não esconde mais a sua ambição em continuar no trono de ferro e de matar a todos que querem tirá-la desta posição. Sua relação com Jaime não é a mesma, ele cada vez mais percebe que ela está virando a rainha louca e deixou bem claro que ele não tem mais importância para ela. Outros acontecimentos chaves ocorreram, como por exemplo Sam descobre que Jon Snow é na verdade um Targaryen e resolve deixar a cidadela, onde conseguiu encontrar a cura para o escamagris e uma solução para acabar com os White Walkers, e segue rumo ao norte para dar as incríveis novidades numa viagem longa e difícil. E como sempre houve mortes de personagens que muitos estavam esperando há tempos, que neste caso foi a de Mindinho, numa das cenas mais icônicas deste seriado, teve seu destino final da melhor maneira possível e foi ovacionada por todos que assistiam. Houve também a morte Olenna Tyrell, que se despediu da forma mais magistral.

sansaa
Foto: Divulgação

A sétima temporada termina com a reunião de todos os personagens, apenas alguns ficaram de fora, no que podemos chamar de uma conferência da paz que tinha como questão provar às outras casas sobre a existência dos White Walkers. Com essa reunião histórica ficou estabelecido sob muita desconfiança uma alternativa para juntos acabar com a ameaça. Não é uma tarefa fácil e já houve a primeira batalha no norte e não foi muito bem sucedida. Daenerys perdeu um de seus dragões para o Rei da Noite e Jon Snow quase morreu. Agora com o dragão de gelo, o Rei da Noite atacou a Muralha, o que só fez aumentar ainda mais sua ameaça sob Westeros. A Muralha era a maior fortaleza de Westeros e praticamente indestrutível. Finalizando os eventos da última temporada, tivemos um dos acontecimentos mais esperados que foi o encontro amoroso de Jon Snow e Daenerys que acabou sendo um dos maiores momentos fan service da série, mas também não foi de agrado de todo mundo, já que muitos evidenciaram que isso acabou sendo um romance forçado.

aryaa
Foto: Divulgação

Muitas teorias correm soltas pela internet sobre qual seria o desfecho de Game Of Thrones, mas a verdade é que não dá para ter uma certeza absoluta. Nada aqui é previsível, nunca foi. Desde o início, quando houve a morte de Ned Stark, o público pode ver que nada é feito para conquistar os espectadores da maneira mais fácil, mas sim pela mais difícil, com cenas chocantes e brutais, então há uma enorme possibilidade de que o desfecho seja da maneira mais tragédia Shakespeariana. Os produtores de Game Of Thrones já avisaram que nesta temporada teremos uma batalha ainda maior que a batalha dos bastardos. Jon Snow e Daenerys provavelmente terão um certo aprofundamento em seu romance, mas acredito que o foco maior seja o futuro de Westeros. Como será que todos ficarão ao saber que Jon Snow é da família Targaryen? Cersei muito provavelmente terá seu destino como The Mad Queen, alianças serão feitas, grandes batalhas ocorrerão, muitas mortes, brigas e quem será o legítimo rei ou rainha que deve ficar no Trono de Ferro. Apostamos que será um final digno do legado da série. É claro que há a possibilidade de não agradar a todos, mas acredito que não será decepcionante. Será um final típico de Game Of Thrones.      

 

Confira o trailer da oitava temporada de Game Of Thrones abaixo:

 

*Isabelle Vasconcelos/Estagiária sob supervisão

Foto destaque: Divulgação

 

Leia também: Crítica: Vice é um retrato vilanesco da política americana atual

 

Gostou do conteúdo? Então não esquece de ativar as notificações no sininho, no canto inferior da tela do desktop!

Aproveita e segue a gente no nosso Instagram e Facebook para ver o conteúdo que postamos por lá! <3

 

  

Deixe seu comentário!
%d blogueiros gostam disto: