Filmes LGBT pra quem não vai pra Parada em São Paulo

filmes lgbt

Neste fim de semana ocorre em São Paulo diversas marchas e eventos ligados à luta LGBT. Amanhã (03) ocorre a Parada do Orgulho LGBT na Avenida Paulista. O tema desse ano é “Poder para LGBTI+, Nosso Voto, Nossa Voz”. Serão 18 trios, com artistas renomados como Lia Clark, Pabllo Vittar, Mulher Pepita, April Carrión (de RuPaul’s Drag Race), Preta Gil e Anitta. Hinos gays serão cantados à exaustão por Anitta e Preta Gil – prometeeeee! Mas… pra quem não vai poder curtir essa festa, temos uma listinha de filmes essenciais para entender as questões de que vive nessa luta.



A Garota Dinamarquesa (2015)

É um filme inspirado na história real das pintoras dinamarquesas Lili Elbe e Gerda Wegener. Foi dirigido por Tom Hooper, baseado no livro homônimo de David Ebershoff. O longa mostra Lili Elbe (Eddie Redmayne), transgênero que nasceu com o nome de Einar Mogens Wegener, na década de 1920. Ela foi uma das primeiras pessoas a passar por uma cirurgia de redesignação sexual. O filme trata do momento sensível de autodescoberta e de mudança no relacionamento com a pintora dinamarquesa Gerda (Alicia Vikander).

 

O Segredo de Brokeback Mountain (2005)

É a história da relação proibida e secreta entre dois caubóis, entre os anos de 1963 e 1981, no Oeste dos Estados Unidos. Dirigido por Ang Lee, foi vencedor de três Oscars.

 

Azul é a Cor Mais Quente (2013)

Adèle vê sua vida mudar quando ela conhece Emma, uma moça de cabelos azuis. Com o envolvimento das duas, elas descobrem o amor e o desejo. Adèle amadurece através do amor e da perda.



Carol (2015)

Uma aprendiz de fotógrafa (Rooney Mara) se apaixona por uma mulher mais velha (Cate Blanchett), na Nova York da década de 1950. Esse romance dramático foi dirigido por Todd Haynes. O longa é baseado no livro de 1952, de “The Price of Salt”, de Patricia Highsmith.

 

Hoje eu quero voltar sozinho (2014)

É um filme brasileiro dirigido, produzido e roteirizado por Daniel Ribeiro. O filme é baseado no curta-metragem Eu Não Quero Voltar Sozinho. Conta a história de Leonardo (Ghilherme Lobo), um adolescente cego, tentando lidar com sua mãe super protetora. Ao conhecer Gabriel (Fabio Audi), novos sentimentos surgem para Leonardo, fazendo ele descobrir sua sexualidade.

 

Milk: a voz da igualdade (2008)

Dirigido por Gus Van Sant, é baseado na vida do político e ativista gay Harvey Milk. Ele foi o primeiro homossexual autoafirmado eleito para um cargo público na Califórnia, na Câmara de Supervisores de São Francisco. A luta de Milk o tornou um líder político em prol dos direitos dos homossexuais, recebendo apoio de até de conservadores, como o presidente Ronald Reagan, quando ainda era aspirante ao cargo.



Rezando por Bobby (2009)

Foi baseado no livro homônimo de Leroy F. Aarons e dirigido por Russell Mulcahy. A protagonista é Sigourney Weaver, indicada ao Óscar. Mary (Sigourney Weaver) é uma devota cristã fiel da Igreja Presbiteriana. Após a revelação de seu filho Bobby (Ryan Kelley), de que é gay, ela passa a tratá-lo como doente e faz rituais religiosos para curá-lo.

 

Transamérica (2005)

Conta a história de uma mulher transexual chamada Bree que pretende fazer uma cirurgia de readequação sexual. Pouco antes da cirurgia ela descobre que tem um filho de 17 anos precisando de sua ajuda. Bree viaja para Nova Iorque para conhecê-lo e trazê-lo de volta para Los Angeles.

 

Flores Raras (2013)

É um filme de drama brasileiro dirigido por Bruno Barreto. O longa é baseado no livro Flores Raras e Banalíssimas, de Carmen L. Oliveira. Conta a história real de amor entre a poetisa americana Elizabeth Bishop e arquiteta brasileira Lota de Macedo Soares. A história se passa em Petrópolis, dos anos de 1950 e 1960.

 

Leia mais dicas de filmes clicando aqui!

xxx

Por Larissa Rodrigues: desenhista do @be.my.type, internacionalista e mestranda de Relações Internacionais da UEPB. Adora falar de política, espiritualidade e coisinhas que amenizam nossa experiência de vida: filmes, moda, viagens e comida!!!

Gostou do conteúdo? Então não esquece de ativar as notificações no sininho, no canto inferior da tela do desktop!

Aproveita e segue a gente no nosso Instagram e Facebook para ver o conteúdo que postamos por lá! <3

 

Deixe seu comentário!
%d blogueiros gostam disto: