Saiba o que rola na sua cidade!

Exposições da Estação Cabo Branco oferecem recursos táteis para pessoas com deficiência

Estação Cabo Branco

Quem for prestigiar as exposições da Estação Cabo Branco, Ciência, Cultura e Artes, no Altiplano, agora vai encontrar recursos táteis para pessoas com deficiência. A intenção, segundo a diretora Marianne Góes, é valorizar a inclusão ao traduzir linguagens visuais por meio do método de escrita e leitura em relevo para deficientes visuais, conhecido por Braille.

Duas exposições que estão cartaz, “Retalhos Parahybanos” de José Herrera e “Naifeminino”, já estão com as transcrições ao lado de cada obra de arte, tela ou imagem fotográfica. A tradução para o método Braille foi realizada por meio de computador e em impressora Braille, por intermédio da coordenadora pedagógica da Estação Cabo Branco, Rosane Ribeiro de Lira.

Rosane Ribeiro disse ainda que a transcrição também pode ser realizada por meio “reglete e punção”, ou seja, uma régua e um lápis especial que são usados pelos deficientes visuais ou pessoas que conheçam a escrita em Braille.

A ação faz parte do projeto de inclusão social do qual a Estação Cabo Branco desenvolve desde a sua criação. Atividades neste sentido já foram realizadas na casa, a exemplo do Projeto Cine Áudio Descrição e até o final do ano 2019 estão programadas práticas inclusivas, tanto para os cegos quanto para pessoas com outras deficiências.



O que é o método Braille? – Foi desenvolvido pelo Louis Braille, que quando criança ao brincar com uma ferramenta do pai foi atingido no olho esquerdo passando, logo em seguida, a ficar totalmente cego. Inicialmente ele desenvolveu uma célula braille com seis pontos, em que cada ponto representa uma letra, podendo ter até 63 combinações. Logo após, o capitão reformado do exército francês, Charles Barbier, criou um sistema de comunicação chamado de escrita noturna também conhecido por “Serre” e que mais tarde veio a ser chamado de sonografia.

 

*Adriana Crisanto/Secom-JP

Foto destaque: Divulgação

 

Leia também: Espanhol José Herrera expõe fotografias de prédios de João Pessoa

 

Gostou do conteúdo? Então não esquece de ativar as notificações no sininho, no canto inferior da tela do desktop!

Aproveita e segue a gente no nosso Instagram e Facebook para ver o conteúdo que postamos por lá! <3

 

 

Deixe seu comentário!
%d blogueiros gostam disto: