Dicas sustentáveis para você aproveitar a praia no verão sem poluir

Dicas sustentáveis

O verão oficialmente chegou e isso todo mundo sabe e pode sentir na pele. Nessa época, principalmente no Nordeste, a saída para não sofrer muito no calor são as praias. Devido a isso, resolvemos compartilhar algumas dicas sustentáveis simples e que podem ser inseridas no dia a dia. Mesmo com pequenas atitudes, elas acabam tendo sim um impacto significativo para o meio ambiente e que podem posteriormente ser aprimoradas e se tornar atitudes sustentáveis mais elaboradas.

Atualmente devido a inúmeros fatores históricos, sociais e econômicos, o modo como as pessoas passaram a consumir foi mudando de acordo com a evolução da indústria e a forma como ela dá validade aos produtos. A sociedade moderna sempre foi consumista e hoje se consome cada vez mais, e essa realidade é refletida na quantidade lixo produzido por todos. A obsolescência programada é verídica e pode se perceber isso através da validade que os produtos têm hoje, os quais o tempo de duração acaba sendo muito pouco para que justamente as pessoas possam comprar outro produto ainda mais moderno.

Os animais são as principais vítimas deste consumo desenfreado. Estima-se que 100% das tartarugas marinhas já tenham ingerido microplástico e 95% das aves marinhas também já comeram plástico. A produção de plástico no mundo sofreu uma grande evolução ao longo dos anos, em 1950 foram produzidas 2.3 milhões de toneladas plástico, nos anos 2000 esse número subiu para 250 milhões e em 2015 ele foi para 450 milhões de toneladas plástico no mundo.



tartarugaa

Nos últimos meses nasceu uma campanha, que ganhou bastante destaque nas redes sociais, e tem como propósito a extinção do uso de canudos de plástico em qualquer situação. Para se ter uma ideia só nos Estados Unidos são usados 500 milhões de canudos por dia e no Reino Unido anualmente são jogados fora 4,4 bilhões de canudos. É uma quantidade enorme de algo que será somente usando por alguns minutos e que ficará na terra por tempo indeterminado.  

Portanto, depois de todos esses dados alarmantes, eis aqui algumas soluções práticas para você começar a fazer quando for à praia.

Devido a grande consciência que as pessoas estão tendo em relação aos canudos de plástico, surgiram alternativas bastante viáveis, como por exemplo os canudos de bambu, de vidro e de alumínio, que podem substituir facilmente os de plástico e serem usados e reaproveitados. Aqui em João Pessoa o Jampa Juice vende esses canudos de vidro, que podem ser adquiridos na loja deles. Há também outros lugares que vendem online para pessoas em todo o Brasil, como Orna Café.

Outra ótima opção são os copos que podem ser reutilizados. São super flexíveis e podem ser colocados em qualquer lugar que você for, super fáceis de usar e para qualquer situação, podendo substituir facilmente os copos descartáveis. Eles podem ser adquiridos online através do instagram @menos1lixo.

Uma alternativa bastante simples, mas que faz uma diferença enorme é você levar a sua própria garrafa de água e assim evitar comprar nas lojas ou quiosques mais uma garrafa pet que teria um destino triste para os animais.



Sempre que for à praia e tiver que comprar alguma bebida, é sempre bom optar pelas que são em garrafas de vidro ou em lata, porque elas são muito mais fáceis de serem recicladas (no caso das latinhas que sempre têm grandes proveitos para a reciclagem) e as de vidros, que em alguns casos podem ser retornáveis e são mais difíceis de danificar o meio ambiente.

Praia é um espaço onde se deve sempre preservar, já que é um ambiente natural que serve tanto ao nosso lazer, quanto é o habitat de milhares de espécies. Parece uma ideia óbvia, mas na verdade o que mais se encontra são pessoas deixando o lixo do que se consumiu na areia, então é bom sempre levar sacolas para recolher o seu próprio lixo e outros que estiverem ao seu alcance.   

Uma iniciativa muito relevante também e que pode interessar as pessoas que querem reduzir os impactos ambientais é o projeto das Segundas Sem Carne, um desafio em que você fica sem comer carne em algum dia da semana. Fica a seu critério escolher qual dia será melhor, podendo assim substituir por verduras e legumes que são mais baratos e contêm até mais vitaminas que a carne e pode mudar significativamente seus hábitos alimentares. A indústria da carne é uma das que mais polui o meio ambiente, desde o plantio da soja para alimentar os animais em fazendas de corte, até o processo de abate dos animais, sem contar com a enorme quantidade gás metano que o gato produz, um dos gases do efeito estufa.

Aproveitando a deixa desse tema que acaba dando muita margem para diversos assuntos, vale a pena indicar uma  uma resenha que fizemos sobre o documentário Oceanos de Plástico, disponível na Netflix, que fala sobre o enorme impacto do plástico no meio ambiente.  Confira o link abaixo!

 

*Isabelle Vasconcelos/Estagiária sob supevisão

Foto destaque: Pixabay

 

Leia também: O documentário Oceanos de Plástico vai abrir sua cabeça como um machado

 

Gostou do conteúdo? Então não esquece de ativar as notificações no sininho, no canto inferior da tela do desktop!

Aproveita e segue a gente no nosso Instagram e Facebook para ver o conteúdo que postamos por lá! <3

 

Deixe seu comentário!
%d blogueiros gostam disto: