Capoeira e circo são as atrações do Parque da Lagoa neste domingo

Fim de semana sempre é uma excelente oportunidade de levar a criançada para se divertir e o Parque da Lagoa Solon de Lucena, localizando no Centro da Capital, é o local certo. Neste domingo (30), a partir das 16h, na Praça Pedra do Reino, o circo ganha espaço com o grupo Mutuco, que traz o espetáculo “Mundo mágico do Paliteli”. Já às 17h, a praça recebe o grupo de capoeira Angola Palmares, que leva ao público uma apresentação infantil.

O intuito da apresentação é oferecer um momento de lazer e entretenimento, oferecendo às crianças e às famílias um momento de muita alegria, além de resgatar e saudar a infância dos pequenos e suas respectivas famílias.  A iniciativa é da Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP), por meio de sua Fundação Cultural (Funjope). O evento faz parte da programação do AnimaCentro e é gratuita.

A partir das 16h, o Parque recebe o espetáculo “Mundo mágico do Paliteli”, do grupo Mutuca. O enredo vai trazer diversas brincadeiras, acompanhado de várias mágicas, que vai encantar a criançada e seus familiares. O palhaço Paliteli conduz as crianças entre brincadeiras de tradição popular e mágicas, que vão deixar qualquer um de cabelo em pé.

O grupo Só Ria está a mais de oito anos levando muitas brincadeiras, imaginação e mágicas para todo Nordeste. “Temos muita experiência em levar sorrisos para as pessoas e, com certeza, essa apresentação vai ter esse cunho. Vamos brincar, sorrir e nos encantar com um espetáculo cheio de mágicas e alegria”, disse o ator Walter Oliveira, o palhaço Paliteli.

Capoeira – Logo após, às 17h, o grupo de capoeira Angola Palmares vai levar ao público uma apresentação cheia de expressão cultural, que mistura arte marcial, esporte, cultural popular e música.

AnimaCentro – Eleita pela Unesco como Cidade Criativa, João Pessoa conta com uma programação permanente de ocupação cultural do Centro Histórico, o AnimaCentro. Este é o maior projeto de intervenção cultural já realizado, unindo revitalização e dando sentido à ocupação da área central da Capital.

Serviço:

Apresentação do espetáculo “Mundo mágico do Paliteli” e do grupo Angola Palmares
Local: Parque da Lagoa Solon de Lucena
Dia: domingo (30)
Hora: A partir das16h
Classificação indicativa: Livre
Evento gratuito
*Rômulo Teodorico/Secom-JP

Foto destaque: divulgação

Hotel Globo recebe músico Chagas Fernandes como atração desta sexta

O fim de semana começa com uma excelente apresentação no Centro Histórico da Capital. É que nesta sexta-feira (28), a partir das 16h, a programação do projeto AnimaCentro traz ao público a apresentação do violonista Chagas Fernandes, no Pôr do Sol no Hotel Globo. O músico promete um repertório que vai do forró à MPB, da música instrumental ao regional. O evento é promovido pela Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP), por meio de sua da Fundação Cultural (Funjope).

O repertório promete apresentar obras de Alceu Valencia, Sivuca, Cartola, Paulinho da Viola, Geraldo Azevedo, entre outros grandes nomes da música brasileira. O artista vai estar acompanhado de Lidenberg Fernandes (bateria) e Júnior Matos (Acordeom), que tocarão muita bossa nova, música instrumental, MPB e músicas regionais.



Sendo sua primeira vez se apresentando no Hotel Globo, Chagas Fernandes se sente honrado em tocar em um dos principais locais da cidade. “Vamos levar música gratuita para os paraibanos e turistas, em um espaço que foi revitalizado pela Prefeitura Municipal, dando vida ao nosso Centro Histórico, além de oferecer mais oportunidades para os artistas locais se apresentarem”, contou o violonista.

Trajetória – Ao longo da trajetória profissional do violonista Chagas Fernandes, há uma série de trabalhos instrumentais voltados à música brasileira. O resultado disso são cinco CDs e um DVD gravados.

Ele é cearense de Mauriti, mas radicado em João Pessoa há 35 anos. Ele concluiu o bacharelado em Música pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB), sendo instrumentista há 25 anos. Atualmente, é professor de Música da Estação Musical – Curso de Música, de sua propriedade. Também participou do Seminário do Violão Nordeste, com os professores Henrique Pinto (SP) e Thomas Parteson, da Universidade do Arizona (EUA).

AnimaCentro – Eleita pela Unesco como Cidade Criativa, João Pessoa conta com uma programação permanente de ocupação cultural do Centro Histórico, o AnimaCentro. Este é o maior projeto de intervenção cultural já realizado, unindo revitalização e dando sentido à ocupação da área central da Capital.

*Rômulo Teodorico/Secom-JP

Foto: divulgação

Gostou do conteúdo? Então não esquece de ativar as notificações no sininho, no canto inferior da tela do desktop!

Aproveita e segue a gente no nosso Instagram e Facebook para ver o conteúdo que postamos por lá! <3

 

Sinta a Liga Crew leva hip hop ao Centro Cultural Casa da Pólvora

O hip hop estreia no palco do Centro Cultural Parque Casa da Pólvora neste domingo (30) com o show do grupo paraibano Sinta a Liga Crew e uma edição do Slam Parahyba. O evento começa a partir das 16h30, no Pólvora Cultural, realizado pela Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP), por meio de sua Fundação Cultural (Funjope). A apresentação é gratuita e faz parte da programação do AnimaCentro.

Na apresentação deste domingo o Sinta a Liga Crew vai mostrar composições autorais, com produções individuais e coletivas que celebram o poder feminino, a liberdade e a sororidade. Músicas dançantes de estilos como rap, dancehall, reggae, reggaeton e ainda pitadas de música brasileira. O show também deve contar com performances de dança e execução de graffiti ao vivo.

Além do show do Sinta a Liga Crew, esta será uma edição do Slam Parahyba, de João Pessoa, em parceria com o Slam Resistência, de Campina Grande, voltada exclusivamente para finalistas das etapas realizadas anteriormente em vários municípios paraibanos e vale vaga para o Slam BR, que será realizado ainda este ano em São Paulo.



“Slam é uma modalidade de competição onde as poesias são lidas ou recitadas e há um júri formado por especialistas ou plateia, a prática tem se popularizado em todo o Brasil e chegou esse ano à Paraíba. Com certeza, unir os dois públicos só vai acrescentar para os dois projetos que já possuem linguagens próximas”, disse Camila Rocha, rapper do grupo Sinta A Liga Crew e integrante do Slam Parahyba.

O grupo – O Sinta a Liga Crew foi fundado em 2016 e é formado por Kalyne Lima, Camila Rocha e Preta Langy, rappers e ativistas culturais, pelo DJ e produtor musical Guirraiz, pela grafiteira Priscila Lima (Witch) e da dançarina Giordana Leite. Lançou os EPS “Campo Minado” “L4mb3”, com rap ao reggae passando pela música popular brasileira e ritmos latinos.

AnimaCentro – O AnimaCentro tem como objetivo ocupar os espaços históricos revitalizados pela atual gestão com uma programação cultural diversificada no Parque da Lagoa, Praça da Independência, Hotel Globo, Galeria Casarão 34, Praça Antenor Navarro e Centro Cultural Parque Casa da Pólvora, que recebe shows musicais, exposições de artes visuais, espetáculos de dança e teatro.

*Juneldo Moraes/ Secom-JP

Foto destaque: divulgação

Serviço:
Pólvora Cultural
Atrações: Sinta a Liga Crew + Slam Parahyba
Local: Centro Cultural Casa da Pólvora (Ladeira de São Francisco, s/n – Centro)
Dia: Domingo (30)
Hora: 16h30
Classificação: 16 anos
Evento gratuito

Gostou do conteúdo? Então não esquece de ativar as notificações no sininho, no canto inferior da tela do desktop!

Aproveita e segue a gente no nosso Instagram e Facebook para ver o conteúdo que postamos por lá! <3

 

Casa da pólvora recebe exposição que revive a história da capital

 O Centro Cultural Parque Casa da Pólvora recebe, nesta sexta-feira (28), a partir das 18h, a exposição de artes visuais ‘Musas de Malagrida’ e a performance ‘Essência do meu ser’, da atriz Edilete Bezerra, e ‘Fusion étnica’, do ator e bailarino Dan Oliveira. O evento é promovido pela Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP), por meio de sua Fundação Cultural (Funjope) e faz parte da programação do AnimaCentro.

A exposição ‘Musas de Malagrida’, idealizada pela jornalista e produtora cultural Ednamay Cirilo, com curadoria de Allyne Eloy, homenageia 78 musas – entre pessoas e a arquitetura da Capital – e reúne trabalhos de vários fotógrafos (profissionais e amadores), desenhos de artista visual Cinara Figueiredo e aquarelas de Cláudia Almeida, cartas de Anayde Beiriz e poesias de Emília Guerra.

A coletiva contempla artistas de gerações diferentes com técnicas e abordagens variadas. As obras selecionadas seguem uma narrativa que nos conta um pouco sobre a memória da cidade. O nome da exposição foi escolhido como uma forma de homenagear o logradouro do centro da Capital paraibana, que carrega seu nome e foi berço do movimento cultural Confraria de Malagrida e do bloco de carnaval Anjo Azul.



De acordo com Ednamay Cirilo, a exposição surgiu com o objetivo de voltar o olhar para a importância de nossa história. “A partir do bloco Anjo Azul, fundado em 1994, e que reúne pessoas engajadas no resgate e ocupação artística da cidade antiga, a gente vem desenvolvendo várias ações, como a lavagem da escadaria, o Cinema do Beco da Faculdade, voltadas para a ocupação do Centro Histórico da Capital”, disse Ednamay.

A exposição conta com fotografias de Rodolfo Athayde, Andreia Gisele, Hélio Costa, Henrique Magalhães, Juliana Aquino, Ivomar Gomes (Mazinho), Elionaldo Varela, Germana Bronzeado, Áurea Cristina Barros, Paulo Vieira e Rafael Passos, dentre outros, e pode ser vista até o dia 13 de dezembro, de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h.

Juneldo Moraes/Secom-JP

Fotos destaque- Divulgação/Secom-PB

Serviço:


Exposição ‘Musas de Malagrida’

Local: Centro Cultural Casa da Pólvora (Ladeira de São Francisco, s/n – Centro)
Dia: Sexta-feira (28)
Hora: 18h
Classificação: 12 anos
Evento gratuito

Gostou do conteúdo? Então não esquece de ativar as notificações no sininho, no canto inferior da tela do desktop!

Aproveita e segue a gente no nosso Instagram e Facebook para ver o conteúdo que postamos por lá! <3

 

 

Conheça Os Eloquentes, a banda paraibana fluente em múltiplos ritmos

Imagine uma banda que usa o poder da eloquência para ampliar seu público através da mistura de vários gêneros musicais, como o Pop Rock, Jazz, Reggae, Groove Soul e MPB. Pois bem, estes são Os Eloquentes, banda que nasceu sob as ondas da praia de Pipa-RN, há quatro anos, e tem como mantra passar boas energias através da música. O grupo é composto por Cíntia, que é cantora e produtora, Bira Magalhães, também cantor e multi-instrumentista da banda, assim como Felipe Francis, produtor e violonista do grupo há três anos. A cantora faz questão de ressaltar a importância de Francis no processo de desenvolvimento do projeto.

Quando perguntada sobre o estilo e influência musical, Cíntia foi enfática em mencionar que o reggae é base e sustentação da banda. “ A gente sempre achou que o reggae é um estilo que influencia os outros estilos”, diz. Eles têm como princípio fazer com muita eloquência a desmistificação do gênero, dando uma identidade nova para aquilo que acreditam que seja um reggae pop. Ela ainda complementa dizendo que “ quem estuda e trabalha com o reggae sabe que as células que o movem são células base de todas as outras músicas”.



eloquentes-3.3
Cíntia é vocalista,produtora e líder da banda

A origem do nome Os Eloquentes vem a partir da ideia de aderir características díspares no ramo musical e colocar diversos estilos de acordo com a roupagem da banda sem eliminar outros. É comum o grupo fazer alguns covers de artistas variados como Adele, Katy Perry, Nina Simone, Raul Seixas, O Rappa, Lenine, Tim Maia dentre outros, que nos dão essa exemplificação de agregar música boa e os expressar da melhor forma. “Nós não podemos jamais nos fechar a um estilo de música, ou a algo que nos prenda. Podemos trabalhar com isso e utilizar a nossa identidade e muita eloquência ”, explica Cíntia. Além disso, eles fazem covers da Amy Winehouse, grande inspiração da banda, que são tocados em todos os shows. A banda explica que a cantora do jazz contemporâneo fez com que eles percebessem a relevância visual e o registro vocal para que o público os reconheçam.

Sobre o mercado musical pessoense, as observações são enfáticas. “O mercado está efervescente”, destacou a cantora, demonstrando orgulho do estado. Ela complementa dizendo que se tem muita diversidade, vários artistas de qualidade, porém a entrada no ramo da música não é fácil. Por ser uma mulher tomando a frente da parte burocrática/administrativa da banda, ela obteve muita dificuldade em ser ouvida no mercado patriarcal. Muitas vezes encontrou impasses para fazer apresentações nas casas de shows da capital, onde há uma recusa em aceitar novas bandas.

A oportunidade surgiu quando eles conseguiram mostrar seu trabalho e proposta em um bar local. Por sorte, da plateia veio a solução para os problemas. Um dos ouvintes do show gostou do trabalho e os apresentou ao produtor Gulian Cabral, que já trabalhou com nomes como Djavan e Lenine, e desde então assina as produções d’Os Eloquentes. A partir disso conseguiram ter o reconhecimento de outros lugares e um maior respeito e confiança no meio, realizando uma média de oito a dez shows por mês.



eloquentes2.2

A banda tem uma música autoral já disponível nas plataformas digitais chamada ‘Acredito’, que reflete a imagem que o grupo passa de persistência e resiliência.  Com um cunho pessoal, de forma poética a canção transmite o começo difícil da banda e passa uma mensagem positiva sobre acreditar no seu potencial e principalmente em si mesmo.

 

 

Através da nova música autoral ‘The Answer’, que será lançada em breve na Internet, conseguiram uma oportunidade de gravar um videoclipe em Nova Iorque. Para isso estão realizando uma vaquinha online que arrecadará fundos para a realização do projeto. Quem tiver interesse, pode contribuir clicando aqui.

Apesar da função multitarefa no grupo, Cíntia explica que a fusão dos projetos pessoais e profissionais não atrapalham o andamento de nada. Ela é casada com Bira Magalhães, vocalista e multi-instrumentista do grupo, e conta que o apoio e suporte de ambos favorece o bom funcionamento rítmico dos dois. “Há uma abertura para falar de tudo, sempre centralizando o foco no bem-estar espiritual de todos”, conclui.

*Isabelle Vasconcelos/ estagiária sob supervisão

Fotos: acervo da banda

 

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

“…Just look inside yourself and you’ll find your way, Coz you are the answer….” {Olhe dentro de você, você é o caminho, você é a resposta} Autoral: The ANSWER #oseloquentes #singersongwriter #lifestyle #palco105 @radiotabajara

Uma publicação compartilhada por Os Eloqüentes (@os_eloquentes) em

 

Gostou do conteúdo? Então não esquece de ativar as notificações no sininho, no canto inferior da tela do desktop!

Aproveita e segue a gente no nosso Instagram e Facebook para ver o conteúdo que postamos por lá! <3

 

Um Pequeno Favor é o lançamento desta quinta-feira nos cinemas da Paraíba

Hoje é dia de estreia nos cinemas da capital e aqui está a programação dos lançamentos da semana para você conferir partir desta quinta-feira. O público poderá conferir: Um Pequeno Favor, Cowboy de Coração, A Primeira Noite de Crime, O Homem Perfeito, Sansão, Dez Segundos para Vencer, O que De Verdade Importa e Pé Pequeno.

O thriller de mistério Um Pequeno Favor conta a história de duas mães que moram numa cidade pequena. Stephanie (Anna Kendrick) é uma blogueira que se vê numa situação excêntrica, quando Emily (Blake Liverly), sua amiga mais recente, desaparece misteriosamente, fazendo com que ela parta numa jornada para descobrir a verdade por trás do ocorrido.

 

 

 

O longa brasileiro Coração de cowboy conta a história do cantor Lucca (Gabriel Sater) que toca sertanejo universitário. Após um desentendimento com sua empresária, ele resolve voltar para o interior para compor músicas autênticas que possam tirar sua imagem de artista de músicas chicletes.

 



A primeira noite de crime é a continuação de mais dois longas anteriores a esse. Quando um novo partido político, o New Founding Fathers of America, ascende, é anunciado um novo experimento social que se passa nos EUA, onde se é permitido cometer qualquer crime durante doze horas sem haver punições. Uma noite sem lei e anarquismo.

 

 

O homem perfeito é uma comédia brasileira que conta a história de Diana (Luana Piovani), uma mulher bem-sucedida que acredita estar num casamento feliz. Porém, ela descobre que seu marido (Marco Luque) está lhe traindo com uma jovem aspirante a bailarina, de 23 anos.



No filme biográfico Dez Segundos Para Vencer acompanhamos a história do lutador de boxe brasileiro. Eder Jofre é considerado um dos melhores do mundo e mostra toda sua trajetória nos subúrbios brasileiros até sua consagração como campeão mundial em 1961, nos Estados Unidos.

 

 

Sansão é mais um filme para este fim de semana. No longa conta-se a história bíblica do homem de força sobrenatural que recebeu um chamado divino e decide lutar contra a escravidão do seu povo através de sua crença.



Em O Que De Verdade Importa, Alec Bailey é um engenheiro fracassado, cheio de dívidas e sem nenhuma perspectiva do futuro. Repentinamente, um tio distante lhe oferece uma proposta irrecusável: pagará suas dívidas, mas, em troca quer que ele vá para o Canadá por um ano. Sem muitas alternativas, o jovem acaba aceitando e entra numa jornada de conhecimento familiar e de si mesmo.

 

 

Musical e fantasia, a animação Pé Pequeno conta a história de um yeti, criatura conhecida como o “Abominável Homem das Neves”, que é bastante curioso. Ele resolve provar que os humanos realmente existem, contrariando o mito que diz o contrário.

*Isabelle Vasconcelos /Estagiária sob supervisão

Foto destaque: Divulgação

 

Gostou do conteúdo? Então não esquece de ativar as notificações no sininho, no canto inferior da tela do desktop!

Aproveita e segue a gente no nosso Instagram e Facebook para ver o conteúdo que postamos por lá! <3

 

Novo trailer de Animais Fantásticos 2 traz mistérios “à la J. K. Rowling”

Foi lançado na última terça-feira (25) o trailer de Animais Fantásticos: Os Crimes de Grindelwald. O filme é sequência de Animais Fantásticos e Onde Habitam lançado, em 2016, cujos acontecimentos antecedem a saga Harry Potter. O lançamento da franquia deve se passar após os acontecimentos do primeiro longa.

O novo filme, dirigido pelo David Yates, se passará em 1927. Nele Newt Scamander é procurado pelo então jovem e seu antigo professor de Hogwarts Alvos Dumbledore (Jude Law) para confrontar o temível bruxo Gellert Grindelwald (Johnny Depp), que fugiu de Macusa (congresso mágico dos EUA). Com isso, os companheiros de aventuras Tina Goldstein, Queenie Golstein e Jacob Kowalski irão se unir novamente a Newt para resolver a situação.



No trailer é possível perceber imagens inéditas do enredo que podem alimentar teorias sobre como será a história do próximo filme. Foram inseridos novos personagens que serão mais aprofundados e que tiveram uma aparição muito pequena na obra anterior. É o caso, por exemplo, da atriz Zoe Kravitz, que interpreta a personagem Leta Lestrange, estudante de Hogwarts e antigo interesse amoroso de Newt Scamander. Além disso, houve a revelação surpresa da aparição de Nagini em sua versão humana, interpretada pela atriz Claudia Kim, que revelou para a revista Entertainment Weekly sua versão sobre a personagem. “Será bem interessante ver outro lado de Nagini. Você só a conheceu como uma Horcrux. Agora, ela é uma mulher maravilhosa e vulnerável que quer viver. Ela quer continuar sendo um ser humano, e eu acho que esse é um contraste maravilhoso para a personagem”, disse.

A colocação de Johnny Depp no elenco gerou bastante polêmica aos fãs da saga que foram contrários à presença do ator no longa, já que ele foi acusado de agressão física a sua ex-esposa Amber Heard. O fato gerou muitas revoltas com a escalação do próprio no elenco. Agora só resta esperar o lançamento do filme, que estreia em 15 de novembro deste ano, e conferir o resultado!

Assista ao trailer abaixo:

 

 

*Isabelle Vasconcelos/ estagiária sob supervisão

Foto destaque: divulgação

Gostou do conteúdo? Então não esquece de ativar as notificações no sininho, no canto inferior da tela do desktop!

Aproveita e segue a gente no nosso Instagram e Facebook para ver o conteúdo que postamos por lá! <3

 

Música paraibana tem lançamentos no Samba-Funk, Trip Hop e Indie Pop

A música paraibana, que sempre revelou grandes nomes como Jackson do Pandeiro, Cátia de França, Sivuca, Zé Ramalho e Chico César, continua de vento em popa com a força de uma nova produção em tempos digitais. Basta ver e ouvir os grupos que lançaram trabalhos nos últimos tempos para constatar que há uma qualidade e diversidade inegáveis. Confira abaixo um pouco mais dos lançamentos recentes vindo das bandas da Paraíba, que vão do Samba-Funk, passando pelo Indie Pop, Trip Hop, entre outros estilos.

 

Eu Não Sou Boa Influência Pra Você – Seu Pereira e Coletivo 401

Seu-pereira
Foto: Divulgação

O maior nome da nova cena musical independente do estado surgiu em 2009 e lançou seu 2º álbum no final de 2017, financiado de forma colaborativa pelos fãs, registrando até o momento a marca de mais de 400 mil views orgânicos no Youtube. Apesar do título, o grupo vem influenciando muita gente e o público que geralmente lota seus shows cantando a plenos pulmões são um termômetro da sua força poética pautada na vida cotidiana. A banda não só está preparada para os mais importantes palcos do país como já passou por alguns: Virada Cultural de SP, WebFestValda no Circo Voador, Festival de Inverno de Garanhuns, Dosol, Recbeat e Showlivre.

Ouça agora Eu Não Sou Boa Influência Pra Você: Spotify | Deezer | iTunes



Trilha – banda-fôrra

banda-forra_por_Dani_L-1-2
foto: Dani L.

Sem dúvidas a banda que mais cresceu no último ano na Paraíba. Com uma sonoridade híbrida que utiliza elementos brasileiros com a universalidade do rock psicodélico e da música pop, a banda-fôrra surgiu em 2014, lançou 1 EP homônimo em 2015 (indicado pelo site Popload como Radiohead tropical) e o álbum Trilha em janeiro de 2018, lançado com um show gratuito ao ar livre, onde também gravaram seu primeiro DVD Trilha Ao Vivo. Em seguida fizeram uma turnê e uma intensa agenda de mídia pelo Sudeste do país, lançaram uma série de oito Lyric Videos para cada uma das faixas do álbum e o Videoclipe oficial da música Apego.

Ouça agora Trilha: Spotify  | Deezer  | iTunes | Youtube

 

12:00 – Rieg

Rieg-2
Foto: Rafael Passos

O álbum visual 12:00, lançado em março de 2018, é um trabalho conceitual composto por um disco e um filme de autoria da banda Rieg, formada por um alemão-americano e dois paraibanos. Juntos desde 2010, lançaram também 5 EPS e em todos esses trabalhos trazem uma narrativa peculiar, tanto nas composições e na sonoridade retrofuturista, como em seu visual, com uma vibe oitentista das TVs analógicas e todo um clima lo-fi. Nos palcos, apresentam um show enigmático e hipnótico que captura a atenção do público, aprovado em importantes festivais como SIM SP (SP), Picnik (DF), Mada (RN), Febre (SP) e Dia da Música (SP). O filme 12:00 é composto de imagens da deepweb, cenas ficcionais inéditas e performances da banda ao vivo.

Ouça o disco 12:00: Spotify | Deezer | Youtube



Parahyba Vive – Vieira

dreads-2
Foto: Marcelo Rodrigues

A jovem banda Vieira chama atenção pela potente voz agridoce e sotaque carregado de seu vocalista Arthur Vieira, cujas canções lúdicas ganham um instrumental cheio de energia ao vivo. Em fevereiro de 2018 lançaram seu segundo EP Parahyba Vive, gravado no Red Bull Studios em São Paulo, fruto da conquista do concurso Red Bull Break Time Sessions ao lado de mais de 100 bandas de todo o país.

Ouça agora Parahyba Vive: Spotify | Deezer | iTunes | Youtube

 

L4mb3 – Sinta A Liga Crew

SintaALiga-porMarceloRodrigues6
Foto: Marcelo Rodrigues

Surgida inicialmente como um coletivo feminista para promover o protagonismo das mulheres paraibanas no hip hop, logo a Sinta A Liga Crew assumiu os palcos, movida pelos talentos de suas integrantes. Lançaram o primeiro single Quem Diss em dezembro de 2016, o primeiro EP Campo Minado em novembro de 2017 (seguido do primeiro videoclipe) e em agosto de 2018 lançou seu segundo EP L4mb3. O show apresenta composições autorais e músicas dançantesque reúnem estilos como rap, dancehall, reggae, reggaeton e ainda pitadas de

música brasileira, contando também com performances de dança e execução de graffiti ao vivo.

Ouça agora L4mb3: Spotify | Youtube

Foto destaque: Rafael Passos



Gostou do conteúdo? Então não esquece de ativar as notificações no sininho, no canto inferior da tela do desktop!

Aproveita e segue a gente no nosso Instagram e Facebook para ver o conteúdo que postamos por lá! <3

 

Disco Egypt Station traz um Paul Mccartney experimentalista

Foi lançado no último dia (07) o Egypt Station, o décimo sétimo álbum do Paul Mccartney, ex-Beatles que continua na ativa e se reinventando na indústria fonográfica aos 76 anos. A ideia central de estrutura do álbum é que cada música fosse uma estação de uma viajem de trem cósmica, trazendo diferentes harmonizações instrumentais.  Um exemplo são os elementos de samba na música Back In Brazil, mostrando o “Macca” numa fase experimentalista, com uma perspectiva musical diferente, impulsionando diversos estilos em cada uma das 16 faixas.

O lançamento do Egypt Station traz para o mundo da música as referências do Mccartney juntamente com sua filosofia e visão de vida, como é possível perceber na faixa I Don’t Know que mostra corriqueiramente como ele se pergunta sobre as questões naturais da vida. Além da faixa de divulgação da obra, Fuh You, que traz uma pegada mais Pop. “Ele fez de tudo. Ele fez álbuns experimentais. Ele fez álbuns de pop. Tudo que alguém pode querer fazer em um estúdio , ele foi e tentou”, disse em entrevista à Rolling Stones o produtor Greg Kurstin.  Para a publicação, ele falou sobre como é trabalhar com alguém já consagrado e que serve de inspiração a diversos artistas.



paul-album-2
Divulgação / capa do álbum

Para um artista que possui uma vasta experiência no ramo e já é consagrado na área, um exemplo dessa consagração é o álbum revolucionário dos Beatles de 1967 Sgt Peppers’s Lonely Hearts Club Band. O atual álbum é a principal referência que temos do compositor em demonstrar o porquê continuar no setor da música. Mesmo podendo ter o contentamento natural de uma pessoa com muitas experiências de vida, Paul Mccartney coloca em evidência que há sempre questões que merecem estar constantemente colocadas em dúvida ou em modo reflexivo. Por isso é perceptível que o Egypt Station é um experimento colocado em prática por alguém que está constantemente tentando entender as vertentes da vida.

Durante o processo de divulgação de seu mais novo projeto, Paul Mccartney deu uma entrevista à revista GQ, no qual ele destrincha algumas músicas dos Beatles e conta como foi o processo criativo de algumas delas, como Hey Jude, Let It Be, Blackbird e mais.

Confira logo abaixo o vídeo:

 

 

Já ouviu o disco? Aproveita e segue o nosso perfil no Spotify!

 

 

*Isabelle Vasconcelos/ estagiária sob supervisão 

Foto destaque: Revista Rolling Stones

Gostou do conteúdo? Então não esquece de ativar as notificações no sininho, no canto inferior da tela do desktop!

Aproveita e segue a gente no nosso Instagram e Facebook para ver o conteúdo que postamos por lá! <3

 

Estação Cabo Branco recebe evento de moda ‘Extremo Fashion’

“Uma explosão de cores” será o tema da sexta edição do Extremo Fashion, o evento de moda mais cobiçado de João Pessoa, que será realizado nesta quarta-feira (26), a partir das 18h, na Estação das Artes, prédio do complexo da Estação Cabo Branco – Ciência, Cultura e Artes, no Altiplano. A entrada é gratuita para as exposições e desfiles.

Esse ano, o Extremo Fashion contará com os desfiles de moda exclusivos de estilistas paraibanos mais do que conceituados, a exemplo de Léo Mendonça, Romero Sousa, Alessandra Sobreira, Celene Sitônio e um workshop especial com Kátia Freire, que falará e dará dicas sobre a pele e a maquiagem das estrelas brasileiras e internacionais (Beauty Glow). Para participar do workshop, o valor será de R$ 20,00. O arrecadado será doado para famílias carentes.



O coordenador do evento ,George Dellameida, comentou que já passaram pelo Extremo Fashion, em outras edições, Ronaldo Fraga, Fause Haten e Fernanda Yamamoto. Este ano, o evento dará destaque aos artesãos locais, por meio de exposições de artes plásticas e visuais, desfiles, palestras e workshop.

 

Confira abaixo a programação:

Abertura: 18h

Exposições de Alessandra Sobreira, Celene Sitônio e Allan Cruz

Workshop com Kátia Freire – 18h30

Desfiles – 19h.

 

Serviço:

Extremo Fashion

Quarta-feira (26 de setembro)

Hora: 18h

Local: Estação das Artes, prédio do complexo da Estação Cabo Branco

Entrada gratuita

Workshop-  R$20,00

Fone: 3214.8270 – 3214.8303

 

*Adriana Crisanto /Secom-JP

Gostou do conteúdo? Então não esquece de ativar as notificações no sininho, no canto inferior da tela do desktop!

Aproveita e segue a gente no nosso Instagram e Facebook para ver o conteúdo que postamos por lá! <3