Leandro Hassum estreia mais uma vez como O Candidato Honesto

Estreou a comédia nacional O Candidato Honesto 2! Com muitas referências à situação política atual do Brasil, o filme toca em assuntos sensíveis, como a corrupção, com humor. Afinal de contas, aqui no Brasil nós temos um grande talento para rir da nossa própria desgraça. Isso no entanto não é um problema. É uma boa forma de descarregar a tensão em volta de temas difíceis. Só não podemos esquecer que também é preciso falar bem sério sobre isso. Veja mais sobre as demais estreias da semana:

O candidato honesto 2

João Ernesto cumpriu uma pena de quatro anos de cadeia e agora pede à população uma segunda chance como presidente da república. Um ano após assumir o cargo, o Brasil entra em uma grave crise. Ouvindo os conselhos de seu vice, Ernesto pode acabar sofrendo um impeachment.

Os jovens titãs em ação

O grupo dos Jovens Titãs – Robin, Ciborgue, Estelar, Ravena e Mutano – percebere que todos os super-heróis estão ganhando filmes. Sem querer ficar fora dessa visibilidade, eles vão fazer de tudo para convencer algum diretor de Hollywood de lançar um filme sobre eles. Muita encrenca vai rolar nessa aventura dos Jovens Titãs em busca de um lugar sob os holofotes.

Deus não está morto 3

A Igreja de Saint James é o foco de um debate popular porque a comunidade está questionando o fato da instituição ter sido construída no mesmo terreno em que uma universidade foi incendiada. O Pastor Dave (David A. R. White) precisa enfrentar a revolta da população que questiona o papel da igreja, mas pode meter os pés pelas mãos nessa tentativa. A estudante Keaton (Samantha Boscarino), da Hadleigh University, e Thomas Ellsworth (Ted McGinley), amigo de longa data do pastor também estão envolvidos nesse debate inflamado.

Ferrugem

Tati é uma adolescente comum que adora redes sociais. Mas o vazamento de um vídeo vai fazer com que ela precise amadurecer e lidar com as consequências de seus atos, agora que todo o colégio viu o conteúdo do vídeo.

Você pode ver os horários das exibições nos cinemas da Paraíba nos links abaixo:

Manaíra Shopping

Mangabeira Shopping

Mag Shopping

Tambiá Shopping

Partage Shopping

Leia mais 10 curiosidades extraordinárias sobre o filme Extraordinário

Por Larissa Rodrigues: desenhista do @be.my.type, internacionalista e mestranda de Relações Internacionais da UEPB. Adora falar de política, espiritualidade e coisinhas que amenizam nossa experiência de vida: filmes, moda, viagens e comida!!!



Gostou do conteúdo? Então não esquece de ativar as notificações no sininho, no canto inferior da tela do desktop!
Aproveita e segue a gente no nosso Instagram e Facebook para ver o conteúdo que postamos por lá! <3

Quer receber mais conteúdo legal gratuitamente no seu e-mail? Assine a nossa Newsletter!

10 curiosidades extraordinárias sobre o filme Extraordinário

Extraordinário ganhou o coração de milhares de pessoas que riram e se emocionaram com a história. O filme se baseia no livro de mesmo nome de Raquel J. Palacio. Conta a história de Auggie, um menino portador da síndrome de Treacher-Collins. Auggie e seus pais enfrentam juntos os desafios de ser diferente num mundo preconceituoso. Olha só as curiosidades que cercam a produção do filme:

1 – O protagonista, Jacob Tremblay, de onze anos, chocou o público com a sua atuação no filme “O Quarto de Jack”. Chegou a ganhar o Critics’ Choice Movie Award na categoria de melhor ator juvenil.

2 – Essa foi a primeira vez que os irmãos Jacob e Emma Tremblay aturam juntos. O pai dos dois, Jason Tremblay, também fez um pequeno papel no filme como o diretor do acampamento.

3 –  Para Julia Roberts e Owen Wilson também é a primeira vez que aparecem juntos nas telonas.



extraordinário-2

4 – Para entender melhor sobre a vida das pessoas acometidas pela síndrome de Treacher-Collins, Jacob Tremblay e sua família visitaram uma associação infantil craniofacial. O ator pediu às crianças que contassem em cartas suas experiências. Jacob lia os relatos antes de interpretar as cenas mais intensas.

5 – A ideia inicial para a história do livro que deu origem ao livro veio de uma situação constrangedora que a autora passou. Raquel J. Palacio levou seu filho para tomar sorvete e lá eles encontraram uma criança com a Síndrome de Treacher Collins. O filho da escritora começou a chorar ao ver a criança. Raquel começou a pensar sobre como deve ser difícil viver num mundo que não aceita as diferenças. Esse episódio virou uma das cenas do filme.

6 – A autora do livro Extraordinário participou da produção do longa como produtora executiva e como figurante. Seus filhos também aparecem em algumas cenas na figuração.



extraordinário-1

7 – A síndrome de Treacher-Collins, é uma doença genética que afeta geralmente os ossos da face e as orelhas. As pessoas portadoras da síndrome apresentam os olhos inclinados para baixo, o queixo pequeno, perda auditiva e perda da visão. Algumas crianças nascem com uma fenda céu da boca.

8 – Julia Roberts gostou tanto do livro que pediu ao seu agente para fazer parte do elenco, caso a história virasse filme. Um dos capítulos do livro que ela mais gostou foi o que conta a história pelos olhos da irmã de Auggie, o protagonista portador da síndrome de Treacher-Collins. Julia achou fantástica a ideia de enxergar a história por vários pontos de vista.

9 – Durante as gravações de Extraordinário, Julia Roberts nunca viu Jacob Tremblay sem maquiagem. Ele sempre estava pronto quando eles se encontravam para gravar.

10 – Jacob Tremblay passava cerca de duas horas sentado, enquanto uma equipe montava sua caracterização, a cada dia de filmagem. O menininho de onze anos sabe mesmo se comportar como um grande ator, não só na frente das câmeras.

 

Leia mais A Partida Final, da Netflix, fala sobre o difícil tema da morte



Por Larissa Rodrigues: desenhista do @be.my.type, internacionalista e mestranda de Relações Internacionais da UEPB. Adora falar de política, espiritualidade e coisinhas que amenizam nossa experiência de vida: filmes, moda, viagens e comida!!!

 

Gostou do conteúdo? Então não esquece de ativar as notificações no sininho, no canto inferior da tela do desktop!

Aproveita e segue a gente no nosso Instagram e Facebook para ver o conteúdo que postamos por lá! <3

 

Um Patrimônio Imaterial da Humanidade chamado “culinária do Mediterrâneo”

Durante muitos anos o Mediterrâneo foi a conexão mais importante entre as terras às suas margens. Muitos produtos, ideias e pessoas circulavam de um lado para o outro. Foi assim que se formou o que se chama hoje de culinária do Mediterrâneo. Embora cada país tenha suas características culturais próprias às margens desse mar, muitos aspectos da gastronomia são compartilhados. É uma dieta rica em produtos naturais, principalmente vegetais e peixes.

O clima ameno e uma variedade de elementos típicos da região, como as oliveiras, os citrinos e ervas aromáticas, fizeram dessa culinária rica e saudável. Os principais países a manterem a tradição da culinária do Mediterrâneo são Portugal, Espanha, Marrocos, Itália, Grécia, Chipre e Croácia, segundo a Associação Portuguesa de Nutricionistas. Em 2013, essa dieta foi reconhecida pela UNESCO como Patrimônio Imaterial da Humanidade.



foto-2-2

O vinho e o azeite de oliva são muito usados no dia a dia. Isso porque essa região é grande produtora desses produtos, principalmente de forma artesanal. O trigo, de várias formas, também é muito consumido. O pão ou khubz, está presente em todos os países do norte da África. É usado como um envelope para embrulhar um recheio. No lado europeu, os pães fermentados, geralmente cortados em fatias, são mais comuns. A pizza italiana e as massas são outras formas de uso do trigo.

Vale lembrar que essa dieta está intimamente ligada ao estilo de vida das pessoas. Ela é mais presente nas cidades pequenas, onde as pessoas têm acesso aos produtos orgânicos, produzidos ali perto. As massas são feitas artesanalmente. Nada de macarrão de supermercado (industrializados passam longe dessa dieta). Como as cidades mais antigas têm ruas estreitas e ladeiras íngremes, as pessoas andam bastante a pé ou de bicicleta.

As saladas são uma verdadeira arte por lá. Com a variedade de vegetais, grãos, nozes e laticínios, as saladas são bastante atrativas e saudáveis. Estão sempre presentes à mesa no verão. Outros incrementos são o iogurte grego e as especiarias, que servem como tempero. O refogado é uma técnica provavelmente inventada dessa região, na qual os vegetais fritos em azeite ou outra gordura e aromatizados com alho e especiarias. Outro método bem comum é o grelhado, não só de peixes e carnes (raramente eles comem carnes vermelhas), mas também de legumes.



O Globo Repórter já fez algumas reportagens bem completas sobre a culinária do Mediterrâneo. Veja um trecho sobre o consumo de peixes:

Para ver mais sobre o conteúdo produzido pelo Globo Repórter, clique aqui.

 

Leia mais 5 perfis de Instagram de comida vegana para seguir e babar!



Por Larissa Rodrigues: desenhista do @be.my.type, internacionalista e mestranda de Relações Internacionais da UEPB. Adora falar de política, espiritualidade e coisinhas que amenizam nossa experiência de vida: filmes, moda, viagens e comida!!!

 

Gostou do conteúdo? Então não esquece de ativar as notificações no sininho, no canto inferior da tela do desktop!

Aproveita e segue a gente no nosso Instagram e Facebook para ver o conteúdo que postamos por lá! <3

 

A Partida Final, da Netflix, fala sobre o difícil tema da morte

Talvez o maior tabu do ocidente seja a morte. Logo ela, que é nossa maior certeza na Terra. O documentário da Netflix, A Partida Final, lançado em maio deste ano, toca nesse assunto sensível. Vários pacientes em cuidado paliativo contam aos seus médicos, assistentes sociais, capelãs e enfermeiros como desejam viver seus últimos dias. O curta de 40 minutos foi dirigido por Rob Epstein e Jeffrey Friedman, com o título original de End Game, nos Estados Unidos.

O trabalho dos profissionais envolvidos em cuidados paliativos é dar aos pacientes mais qualidade de vida diante de uma doença incurável em progresso, fora de possibilidade de tratamento e controle. Mas como explica a Dra Ana Cláudia Quintana Arantes, numa palestra do TEDx, essa especialidade não tem nada a ver com gambiarra. É muito mais um trabalho de proteção contra o sofrimento da morte. Vai muito além de diminuir a dor e o desconforto físico, trata também do sofrimento emocional do paciente e da sua família.



A Partida Final mostra a rotina do hospital da Universidade da Califórnia, em São Francisco, e de uma casa de apoio para pacientes terminais. Alguns pacientes preferem não ficar internados no hospital e, ao invés disso, querem morrer na casa de apoio, ou na sua própria casa. A equipe então organiza o suporte necessário para que eles fiquem o mais confortável possível em qualquer desses lugares. Os médicos procuram ajudar os pacientes a ressignificar a morte, na tentativa de diminuir o pavor social a esse evento tão natural.

Apesar da morte ser um assunto que muitas pessoas preferem evitar, quem acorda para o fato de que fazer as pazes com ela nos faz viver melhor procura conhecer mais sobre o assunto. Viver a vida como se não houvesse amanhã é ignorar a realidade pois, antes de sermos nós a chegar na partida final, serão algumas pessoas próximas de nós a passar por isso.



 

Leia mais Hannah Gadsby: Nanette é tudo o que você precisa ver na Netflix!



Por Larissa Rodrigues: desenhista do @be.my.type, internacionalista e mestranda de Relações Internacionais da UEPB. Adora falar de política, espiritualidade e coisinhas que amenizam nossa experiência de vida: filmes, moda, viagens e comida!!!

 

Gostou do conteúdo? Então não esquece de ativar as notificações no sininho, no canto inferior da tela do desktop!

Aproveita e segue a gente no nosso Instagram e Facebook para ver o conteúdo que postamos por lá! <3

 

Destinos de cinema para curtir a 7ª arte pelo Brasil

Festivais de cinema de norte a sul do Brasil são uma aposta certeira para casar a paixão pelas telonas com o prazer de viajar. Em todo o país, os eventos se convertem em roteiros de viagem e contabilizam ganhos para a economia do Turismo, que percebeu neste nicho uma oportunidade de ampliação do fluxo de turistas nos períodos de baixa ocupação dos destinos.



Na Região Sul, um dos principais expoentes é o Festival de Cinema de Gramado, que termina neste sábado (25) e dispensa apresentações. Na cidade luz de clima e matizes europeias, das hortênsias e do Natal Luz, o festival é mais um ingrediente para reforçar a vocação turística de Gramado e região, lotando os hotéis e atrativos da serra com o movimento dos cerca de 300 mil visitantes esperados para o evento.

Urubici_1
Pedra Furada, “janela do céu” no Parque Nacional de São Joaquim, fica próxima a Urubici (SC). Foto: Beto Garavello/Divulgação

Subindo por Santa Catarina, São Joaquim, Urubici e Lages promovem, de 21 a 29 de setembro, o Festival Internacional de Cinema Ambiental da Serra Catarinense, que exibe documentários e filmes de animação. Já a capital paranaense, Curitiba, realiza de 4 a 8 de outubro o Curta 8, Festival Internacional de Cinema Super 8. Como diz o nome, a competição é para curtas captados no formato super 8 – novas tecnologias surgem a todo tempo mas o formato Super 8 continua sendo o “queridinho” dos profissionais e interessados em cinema.

Chegando ao Sudeste, está a Mostra Internacional de Cinema de São Paulo, que promove de 18 a 31 de outubro uma competição para produções de longa-metragem. Dá pra emendar e dar um pulinho na capital carioca para o Festival do Rio, que começa dia 1º de novembro e se estende até o dia 11, com longas de todos os gêneros. Quem quer fazer as malas antes, já pode se programar para o Festival de Cinema de Vitória (ES), que começa no próximo dia 3 e reúne produções experimentais, de ficção, animação e documentários.

avbeiramarvitoria-VitorJubini
Avenida Beira Mar, Vitória (ES). Crédito: VitorJubini/Divulgação MTur

Passando pelo Planalto Central, não é à toa que a capital da República é chamada de cidade cinematográfica. Palco do histórico Festival de Brasilia do Cinema Brasileiro, cuja 51ª edição acontece de 14 a 23 de setembro, aumenta sua presença no cenário cultural do país com o “Curta Brasília – Festival Internacional de Curta Metragem”, programado para dezembro.



A região do Pantanal também é cenário (de cinema e) para curtir cinema. Em outubro, acontece em Cuiabá (MT) a 17ª edição da Mostra de Audiovisual Universitário da América Latina (Maual). O evento é considerado uma das principais vitrines da produção audiovisual universitária e independente do Brasil e da América Latina. Se tiver um tempinho a mais, vale pegar estrada até a Chapada dos Guimarães, a cerca de 70 km de distância, e desbravar o Pantanal Norte. É na Chapada, a propósito, que acontece o “Tudo Sobre Mulheres”, festival temático de cinema que vai de 5 a 9 de setembro.

chapada-dos-guimarae
Entardecer na Chapada dos Guimarães (MT). Foto: Beto Garavello/Divulgação

No Nordeste, o 13º Encontro Nacional de Cinema e Vídeo dos Sertões, de 26 a 30 de setembro, promete lotar os cerca de 700 leitos da pequena cidade de Floriano. O município piauiense está localizado às margens do Rio Paranaíba, seu principal atrativo turístico, margeado de balneários e prédios históricos.

Em São Miguel do Gostoso, badalado point turístico do Rio Grande do Norte, a 5ª Mostra de Cinema de Gostoso se realiza de 23 a 28 de novembro. Serão seis dias dedicados à apresentação dos mais recentes lançamentos cinematográficos do país em um telão que será montado na Praia de Maceió, um cenário de areia branca e águas azuis no destino onde os ventos convidam à prática de esportes náuticos, como o windsurfe e kitesurf.

sao-miguel-dogostoso
Pôr-do-sol exuberante na orla de São Miguel do Gostoso (RN). Foto: André Martins/MTur

No Norte, volta à cena, depois de cinco anos, o 13º Festival Chico – Festival de Cinema e Vídeo do Tocantins. O evento, de estímulo à produção cinematográfica, promete movimentar a capital Palmas de 25 a 29 de setembro com as mostras Nacional e Tocantins. Vale dedicar um tempo para conhecer a mais nova capital do país.

Leia também: As Ilhas Phi Phi são o paraíso do filme A Praia – com Leonardo DiCaprio

Há também casos em que um único festival passeia por diversas cidades. É o caso da Festival Mimo de Cinema 2018, que levará em sua 15ª edição produções inéditas que tratem de música para Paraty (28 a 30/09), candidata ao título de patrimônio natural e cultural; Rio de Janeiro (15 a 17/11), principal destino de lazer do país; São Paulo (19 e 20/11), destino internacional da gastronomia, e Olinda (23 a 25/11), cujo centro histórico é patrimônio cultural da humanidade. Paralelamente ao festival, serão realizados concertos gratuitos de artistas brasileiros e estrangeiros.

Por Vanessa Sampaio Mtur



Gostou do conteúdo? Então não esquece de ativar as notificações no sininho, no canto inferior da tela do desktop!
Aproveita e segue a gente no nosso Instagram e Facebook para ver o conteúdo que postamos por lá! <3

Quer receber mais conteúdo legal gratuitamente no seu e-mail? Assine a nossa Newsletter!

As Ilhas Phi Phi são o paraíso do filme A Praia – com Leonardo DiCaprio

As Ilhas Phi Phi (a pronúncia é “Pi-Pi”) pertencem à Tailândia e localizam-se no Oceano Índico. Elas fazem parte do Parque Nacional Phi Phi-Hat Nopparat, por isso são protegidas por leis ambientais mais rígidas. São duas ilhas principais: Phi Phi Don e Phi Phi Ley, sendo a primeira, a maior delas e a única com construções humanas. Há outras quatro ilhotas menores, formando o arquipélago.

Outros destinos na Tailândia já são muito procurados pelos turistas, levando o país a ser um dos mais atrativos entre os viajantes que procuram praias e natureza. No caso das Ilhas Phi Phi, muitos alpinistas e mergulhadores vão explorar as belezas naturais do lugar. O filme A Praia – com Leonardo DiCaprio mostrou ao mundo esse lugar parcialmente intocado. Infelizmente, a produção do filme recebeu críticas por levar palmeiras que não são nativas do lugar para dar um visual mais tropical. Mas após as filmagens, eles retiraram tudo o que levaram.



foto-filme

A ilha menor, Phi Phi Ley, não era muito conhecida e, até hoje, não tem nenhuma construção em seu território, sendo proibido passar a noite no local. O único rastro humano por lá são as pinturas rupestres da Gruta Viking – definitivamente impressionante! O que as duas ilhas têm em comum são as baías, duas em cada ilha, uma de costas para a outra, as falésias e as águas cristalinas.

Depois do tsunami de 2004, a ilha Phi Phi Don ficou devastada, mas foi reconstruída com sistemas de alarmes e rotas de fuga em caso de emergência. Mas a melhor época para conhecer as ilhas é entre dezembro e abril, fora da época de chuvas de monções. Apesar de ser pequena, a ilha habitada tem grande variedade de hospedagens para todos os bolsos. Dá pra encontrar diárias entre R$ 45,00 e R$670,00. As refeições giram em torno de R$ 4,50 a R$35,00. Já as passagens aéreas precisam ser compradas para Bangkok, no continente, depois de lá para a ilha.

 

Leia mais Seychelles, na África, é um paradisíaco destino diferente de lua de mel



Por Larissa Rodrigues: desenhista do @be.my.type, internacionalista e mestranda de Relações Internacionais da UEPB. Adora falar de política, espiritualidade e coisinhas que amenizam nossa experiência de vida: filmes, moda, viagens e comida!!!

 

Gostou do conteúdo? Então não esquece de ativar as notificações no sininho, no canto inferior da tela do desktop!

Aproveita e segue a gente no nosso Instagram e Facebook para ver o conteúdo que postamos por lá! <3

 

“Escobar – A Traição” estreia nos cinemas na onda de filmes e séries sobre o tráfico

Nas estreias da semana, mais uma produção sobre um dos maiores traficantes da América Latina: Escobar – A Traição. O filme vem na onda de séries e filmes sobre o tráfico. Talvez essa seja uma tendência de glamourizar o crime, transformando criminosos como Pablo Escobar em algum tipo de anti-herói.



Slender Man – Pesadelo Sem Rosto

Quatro amigas, Wren, Hallie, Chloe e Katie, entediadas, descobrem que existe um monstro chamado Slender Man. Elas resolvem invocá-lo pela Internet. O que era apenas uma brincadeira, começa a ficar perigoso quando elas começam a ter pesadelos e alucinações com um monstro sem rosto e com vários braços. Quando uma das meninas desaparece, as outras três resolvem ir atrás de seu paradeiro.

 

Escobar – A Traição

O filme retrata o relacionamento de Pablo Escobar e da jornalista colombiana Virginia Vallejo. Tudo se passa nos anos 1980. Mas esse caso de amor vai trazer consequências para todos a sua volta.



Meu Ex É um Espião

A comédia com um Q de aventura mostra a caçada das melhores amigas Audrey e Morgan, numa espionagem na Europa. Tudo começou quando elas descobriram que o ex-namorado de Audrey é um espião caçado por assassinos.

 

Te Peguei!

Se tudo o que você precisa é de um besteirol, esse filme vai mostrar até onde chega uma brincadeira infantil. Cinco amigos têm um hábito curioso de brincar de pega-pega uma vez por ano. Eles repetem a tradição desde a primeira série da escola. Neste ano, um deles vai casar. Justamente o jogador invicto do jogo. Todos os outros vão fazer o possível para derrubá-lo desse posto.



Gauguin – Viagem ao Taiti

Em 1891, o artista Paul Gauguin resolve exilar-se no Taiti para fugir das amarras sociais que o impedem de criar livremente. Lá ele encontra, na selva, a pobreza, a solidão e a doença. Ele encontra Tehura, com quem se casa e em quem se inspira para fazer suas maiores pinturas.

 

Fátima – O Último Mistério

O mistério das aparições de Fátima ainda rondam a humanidade. Mas muitas perguntas existem acerca do tema. O documentário reúne dados e opiniões de especialistas para discutir as possíveis respostas. O mistério de Fátima ainda pode falar algo sobre o nosso futuro? E o que ele nos diz sobre os últimos 100 anos?

 

Você pode ver os horários das exibições nos cinemas da Paraíba nos links abaixo:

Manaíra Shopping

Mangabeira Shopping

Mag Shopping

Tambiá Shopping

Partage Shopping

 

Leia mais 5 séries sobre crimes que vão desgraçar sua cabeça



Por Larissa Rodrigues: desenhista do @be.my.type, internacionalista e mestranda de Relações Internacionais da UEPB. Adora falar de política, espiritualidade e coisinhas que amenizam nossa experiência de vida: filmes, moda, viagens e comida!!!

 

Gostou do conteúdo? Então não esquece de ativar as notificações no sininho, no canto inferior da tela do desktop!

Aproveita e segue a gente no nosso Instagram e Facebook para ver o conteúdo que postamos por lá! <3

 

Hotel Globo recebe apresentação de MPB com o violonista Fernando Junior

Para quem gosta de ouvir uma boa música ao lado de uma bela paisagem, o Pôr do Sol do Hotel Globo é a opção desta sexta-feira (24). A partir das 16h, o violonista Fernando Junior traz ao público uma apresentação recheada de muita emoção. A programação faz parte das atividades do projeto AnimaCentro, que oferece música gratuita semanalmente. A iniciativa é da Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP), por meio de sua Fundação Cultural (Funjope).

No show, Fernando Junior se apresenta ao lado dos grandes cantores paraibanos Márcio Mattos e Cris Munhoz. O repertório passeia pelas músicas regionais dos artistas Zé Ramalho e Vital Farias, além das principais referências da música brasileira, a exemplo de Caetano Veloso, Djavan, Gilberto Gil, entre outros.

 

Leia mais – Seychelles, na África, é um paradisíaco destino diferente de lua de mel



Gostou do conteúdo? Então não esquece de ativar as notificações no sininho, no canto inferior da tela do desktop!

Aproveita e segue a gente no nosso Instagram e Facebook para ver o conteúdo que postamos por lá! <3

 

5 perfis de Instagram de comida vegana para seguir e babar!

Quando se fala em comida vegana, muita gente ainda torce o nariz. E quando alguém diz que não come carne, logo se ouve a pergunta “mas então o que você come?”. Todo o resto, meu caro! Fora os derivados de animais existem uma infinidades de ingredientes que, combinados, podem resultar em receitas maravilhosas. Pra te ajudar a abrir a mente para tantas opções, selecionamos 5 perfis de Instagram de comida vegana, com receitas de comidas que dão água na boca. Se você já é um vegano, esses perfis são ótimos pra mostrar aos chatos que dizem que a comida vegana não tem variedade.



 

Juliana Couto (@veganapratica)

A catarinense de Florianópolis tem 87,5mil seguidores no Instagram, onde mostra os pratos deliciosos que faz. Lá ela também compartilha dicas de outros produtos livre de exploração animal, como cosméticos e suplementos. Juliana sempre indica livros e outras boas fontes de informação sobre o veganismo. Para dar mais detalhes sobre suas receitas, ela tem um site.

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

Hora do almoço por aqui! Oq vcs comeram? Fui de falafel, molho tarator, homus de cenoura com zaatar, picles caseiro, tomate com salsinha, rúcula e pão sírio. • Falafel: fiz bem de olho, mas dessa vez n coloquei farinha, e sim batata doce. Bati grão-de-bico, um pedacinho de batata doce, bastante coentro, pimenta, cebola, alho, bicarbonato e sal. Fiz bolinhas e forno até dourar. • Homus de cenoura com.zaatar: 1 xícara grão-de-bico, 1 xícara água do cozimento, 2 cenouras raladas, 1 csopa tahine, 1 limão, 1 colher sopa azeite, 1/2 alho, 1cc zaatar, sal e pimenta. • Tarator: bati 3 csopa tahine, 1 dente alho pequeno, 2 csopa azeite de oliva, 2/3 xícara água, 3csopa vinagre, sal e pimenta. Você pode usar limão ao invés de vinagre. Mas como eu quero deixar mais tempo na geladeira, usei vinagre.💚

Uma publicação compartilhada por juliana couto (@veganapratica) em

Best Of Vegan (@bestofvegan)

O perfil de 1,5 milhões seguidores é Kim-Julie Hansen. Uma apaixonada pelo veganismo que mantém o site. Definitivamente, esse perfil é de encher os olhos. Os pratos são ricos em nutrientes, pois contam com enorme variedade de vegetais. Tem receitas de todos os tipos, para almoço, jantar, lanches e até gordices maravilindas!

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

CHIPOTLE BLACK BEAN BURGERS by @evergreenkitchen_ 💚 . Recipe as posted on evergreenkitchen.ca: . SERVES 6 (VEGAN) INGREDIENTS 2 tablespoons neutral oil (e.g. grapeseed), divided 1 yellow onion, diced (~2 cups) 1 1/2 cups cremini mushrooms, chopped (125 g) 1/3 cup raw pumpkin seeds 1/4 cup tomato paste 2 chipotle peppers + 1-2 tablespoon adobo sauce (from can) 1 1/2 teaspoons cumin 1 1/4 teaspoons salt 1 can blackbeans (15 oz / 425g), rinsed & strained 1 1/2 cups cooked short-grain brown rice 2/3 cups breadcrumbs Other suggested toppings: Burger buns, lettuce, tomatoes, quick pickled onions (recipe here), avocado Chipotle mayo: 1/3 cup vegan mayonnaise 3-4 teaspoons adobo sauce (from can) DIRECTIONS Heat skillet on medium-high heat. Once hot, add 1 tablespoon neutral oil. Add diced onion and saute for 5 minutes. Add in chopped mushrooms and cook for an additional 5 minutes, or until onions have browned and mushrooms have released their moisture. Transfer onions and mushrooms to a food processor. Add pumpkin seeds, tomato paste, chipotle peppers, 1-2 adobo sauce, cumin and salt. Pulse until nearly smooth (there should be no full pumpkin seeds left), scraping down the sides 2-3 times to incorporate. Add strained black beans and pulse until they’re mostly pureed (some bits are fine, for texture). Add cooked rice and pulse until evenly distributed. Transfer mixture to a large bowl. Use a spatula or spoon to fold breadcrumbs into mixture. Divide the mixture into 6 tightly formed balls (approximately 3/4 cup each). Use your hands to flatten and shape into burger patties (no more than 1-inch thick). Brush patties with remaining 1 tablespoon of oil on both sides, then cook on a searing hot grill until browned on the outside and firm to the touch (approximately 10 minutes). See below for alternate cooking instructions. While the burgers cook, whisk together vegan mayo and 3 teaspoons of adobo sauce. Taste and adjust if needed (e.g. add 1 teaspoon of adobo sauce for more spice). Slather on top of burgers, and add other toppings. #bestofvegan

Uma publicação compartilhada por Best Of Vegan (@bestofvegan) em

Lenny (@vegamelon)

Lenny é uma garota de apenas 16 anos que ama fazer receitas veganas e postar em seu perfil de 32,9 mil seguidores. Tem muita inspiração oriental e mexicana nos pratos. Além disso, um dos fortes de Lenny são as sobremesas! No site dela tem todas as receitas (em inglês)

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

Easy-peasy green fried rice: the simple vegan dish I’m bring to the #plantkiller2018 party by @katyacreates and @twospoons.ca 💚🌱. My bowl is loaded with flavorful rice, peas, green beans, parsley, zucchini, and mushroom (recipe below). As for my new year “resolution”, I’ll be focusing on my goal to finish the school year strong & happy. What about you all? 😄💕 – – – – #veganbowl @veganbowls #buddhabowl @buddha_bowls #friedrice #eatyourveggies #stirfry #greens #vegandinner #veganfoodshare #bestofvegan #beautifulcuisines #thrivemags #letscookvegan #bestofvegan #feedfeed @thefeedfeed.vegan #ahealthynut @a.healthy.nut #thevegansclub #gloobyfood #f52grams #tastingtable #heresmyfood #vzcomade #hautescuisines #foods4thought

Uma publicação compartilhada por Lenny | 16 (@vegamelon) em

Vegan ✨ Foodstylist ✨GERMANY (@lulusdreamtown)

O casal Stefan e Lulu é especialista em fotografia de comidas veganas. Eles moram em Munique e já contam 264 mil seguidores. O foco do canal é em confeitaria vegana. Tudo muito lindo e colorido!

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

Which layer is your fav? ❤️❤️❤️❤️1st is the bottom one 💕 . By @nezabudka_cake werbung

Uma publicação compartilhada por Vegan ✨ Foodstylist ✨GERMANY (@lulusdreamtown) em

Jose (@naturally.jo)

Um grande desafio pra muita gente na transição para o veganismo é a substituição do ovo e do leite nas receitas. Eles são responsáveis pela consistência das comidas e também dão sabor. Mas José de 17 anos mostra que dá pra conseguir pratos cremosos lindos com a culinária vegana.

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

Left or Right? 🧜🏽‍♀️🦄✨

Uma publicação compartilhada por J o s e (@naturally.jo) em

Leia mais Conheça algumas das comidas mais caras do mundo

Por Larissa Rodrigues: desenhista do @be.my.type, internacionalista e mestranda de Relações Internacionais da UEPB. Adora falar de política, espiritualidade e coisinhas que amenizam nossa experiência de vida: filmes, moda, viagens e comida!!!



Gostou do conteúdo? Então não esquece de ativar as notificações no sininho, no canto inferior da tela do desktop!
Aproveita e segue a gente no nosso Instagram e Facebook para ver o conteúdo que postamos por lá! <3

Quer receber mais conteúdo legal gratuitamente no seu e-mail? Assine a nossa Newsletter!

Parque da Lagoa recebe grupos de cultura popular no Dia do Folclore (22)

No Dia do Folclore, comemorado nesta quarta-feira (22), o Parque da Lagoa recebe três grupos de cultura popular, que se apresentam gratuitamente a partir das 16h. Os grupos vão sair em cortejo da Praça Pedra do Reino até a Praça das Acácias, onde se encontram para uma apresentação conjunta.

O primeiro grupo a se apresentar é o Maracatu Pé de Elefante, que levará 20 integrantes ao Parque da Lagoa. O grupo, que completou de 10 anos de atividade buscando a difusão da cultura popular, e vai mostrar uma mistura do som metálico dos gonguês com o grave das alfaias e as rajadas provocadas pelas teias de miçangas que formam os agbês.

Em seguida será a vez do Grupo de Capoeira Afro Nagô, que tem 38 anos de atividade. Com pandeiros, berimbaus e atabaques, o grupo vai mostrar a musicalidade da capoeira durante o cortejo e no final vai fazer uma roda com aproximadamente 30 integrantes e contribuir com os outros grupos.

A terceira atração será o Grupo Tambores do Forte, de Cabedelo, que desenvolve um trabalho de pesquisa e execução de ritmos, cantos e danças tradicionais brasileiras, como objetivo valorizar e contribuir para o desenvolvimento das manifestações culturais, divulgando a ancestralidade do povo negro, tudo isso contido num repertório musical.

Juneldo Moraes / Secom-JP

Foto: Adriano Franco

 

Leia mais – 5 séries sobre crimes que vão desgraçar a sua cabeça



Gostou do conteúdo? Então não esquece de ativar as notificações no sininho, no canto inferior da tela do desktop!

Aproveita e segue a gente no nosso Instagram e Facebook para ver o conteúdo que postamos por lá! <3