10 Filmes sobre psicologia pra quem ama desvendar a mente

filmes sobre psicologia

Particularmente, eu acho que a realidade, com toda a sua complexidade, é uma viagem tão louca que é difícil que uma obra de fantasia pareça tão brilhante. A mente humana é um universo paralelo infinito cheio de emoções, memórias e sonhos. Ingredientes mais que suficientes para um filmaço! Se você ama mergulhar nesse mundo, veja só essa lista imperdível de 10 filmes sobre psicologia:



O Experimento de Milgram (2015)

Baseado numa história real, o filme conta como o psicólogo Stanley Milgram (Peter Sarsgaard), na década de 60, realizou experimentos considerados antiéticos posteriormente. Tratava-se de uma pesquisa sobre obediência, com base na experiência do Holocausto. As pessoas que participaram da pesquisa davam o que achavam ser choques elétricos em outras pessoas, apenas porque haviam recebido a ordem de fazê-lo. Elas faziam mesmo escutando os gritos dos supostos eletrocutados.

 

Lady Di: Suas Últimas Palavras (2017)

Esse é um documentário sobre a versão da própria princesa de sua história na realeza. Secretamente, Diana concedeu entrevistas dentro do Palácio Kensington, em Londres, em 1991, para o jornalista Andrew Morton. Os áudios se tornariam um livro biográfico sobre a princesa que jamais seria confirmado pela família real como verdadeiro. Nele, Diana fala sobre seus problemas psicológicos desde o noivado com o príncipe Charles. Toda a agonia de Diana é narrada no documentário por ela mesma, contando sua visão de tudo o que aconteceu nesse casamento tão conturbado. Ela foi uma das pessoas mais perseguidas pela mídia desde que entrou para a realeza britânica.

foto1

 

Nise: O Coração da Loucura (2016)

Após sair da prisão, a Dra Nise da Silveira (Gloria Pires) conseguiu trabalhar num hospital psiquiátrico no Rio de Janeiro. Lá, apesar da resistência de outros médicos, ela propõe uma nova forma de tratamento que acredita ser mais adequada para os pacientes com esquizofrenia. Ela se mostra frontalmente contra o eletrochoque e a lobotomia, procedimentos muito dolorosos aos pacientes. Desacreditada por ser mulher e por querer humanizar o tratamento da doença mental, a Dra Nise assume o Setor de Terapia Ocupacional. É o início de uma revolução histórica na visão da loucura.



Divertida Mente (2015)

Um dos filmes sobre psicologia mais incríveis! A animação direcionada ao público infantil pode mostrar aos adultos como funciona a mente da criança. É fantástico ver os acontecimentos do filme e relembrar cenas da nossa própria infância. Riley é uma menina de 11 anos que precisa lidar com os desafios de se mudar de cidade. Na mente de Riley, as emoções, Alegria, Medo, Raiva, Nojinho e Tristeza, comandam suas ações. A líder é a Alegria, que procura fazer com que a vida de Riley seja alegre. Mas quando a Alegria e a Tristeza são acidentalmente jogadas para fora da sala de controle, elas começam a viver uma jornada para salvar as memórias de Riley. É justamente esse processo que marca o crescimento da garota.

 

Jornada da alma (2003)

Em 1905, a jovem Sabina (Emilia Fox) é tratada num hospital psiquiátrico de Zurique, Suíça, e conhece o Dr Carl Gustav Jung (Iain Glen). Ela sofre de histeria e o médico vê a oportunidade de testar as teorias de Sigmund Freud, na esperança de dar-lhe melhor qualidade de vida. A relação médico-paciente dos dois é conturbada por uma paixão. Jung e Freud são grandes nomes da psicanálise e o interessante é ver como era o tratamento terapêutico nessa época.

foto2

 

Sete dias com Marilyn (2010)

O filme mostra Marilyn Monroe (Michelle Williams) na temporada que passou na Inglaterra filmando The Prince and the Showgirl. A história é baseada no livro homônimo de Colin Clark, que trabalhou nos bastidores como assistente nas filmagens e teve a oportunidade de viver uma semana intensa ao lado de Marilyn. A atriz estava exausta da rotina hollywoodiana e demonstrava sinais de sua estafa emocional.



Uma mente brilhante (2001)

Baseado no livro A Beautiful Mind: A Biography of John Forbes Nash Jr., de Sylvia Nasar, o filme conta a história real de John Nash, gênio criador de um teorema aos 21 anos. Ganhou o Prêmio Nobel mas, paralelamente, vivia o sofrimento pessoal da esquizofrenia. Um clássico dos filmes sobre psicologia.

 

Mary & Max: Uma Amizade Diferente (2009)

A amizade de uma menina de oito anos, Mary Dinkle, gordinha e solitária, de Melbourne, e Max Horovitz, um homem de 44 anos, obeso e judeu que tem Síndrome de Asperger em Nova York. O filme mostra de forma profunda os dramas emocionais dos protagonistas, através de suas cartas um para o outro.

 

Fragmentado (2017)

Baseado numa história real, o filme conta a história de Kevin (James McAvoy). Ele possui 23 personalidades distintas, um caso excepcional na psicologia. A terapeuta de Kevin conseguiu detectar que essas personalidades não só são diferentes em seus padrões mentais, mas também fisiológicos, pois cada uma delas têm suas próprias doenças. Kevin sequestra três adolescentes em um estacionamento. No cativeiro, elas precisam entender as diferentes personalidades de Kevin para encontrar uma forma de escapar.



Viva: A Vida É Uma Festa (2018)

Miguel é um menino de 12 anos que tem o sonho de ser um músico. Sua família, no entanto, é contrária à ideia. Para tentar mudar a opinião da família ele acaba se envolvendo com um mistério de 100 anos. A história se passa no México, no feriado do Dia dos Mortos, e é um ensinamento sobre como lidar com a morte.

 

Leia mais 5 lições que aprendemos ao assistir Gilmore Girls

 

Por Larissa Rodrigues: desenhista do @be.my.type, internacionalista e mestranda de Relações Internacionais da UEPB. Adora falar de política, espiritualidade e coisinhas que amenizam nossa experiência de vida: filmes, moda, viagens e comida!!!

Gostou do conteúdo? Então não esquece de ativar as notificações no sininho, no canto inferior da tela do desktop!

Aproveita e segue a gente no nosso Instagram e Facebook para ver o conteúdo que postamos por lá! <3

 

Deixe seu comentário!